Um gato herói é baleado e salva a vida de um menino de três anos

Gato herói

Com frequência, nos surpreendem as notícias de animais que intervêm de alguma maneira para ajudar os seres humanos em situações de risco. Neste caso, compartilharemos os detalhes da história de Opie, um gato herói que levou um tiro enquanto descansava em uma casa com um menino de três anos.

Um anjo em forma de gato

Gatinho e criança

Poderiamos dizer que Opie, mais que um gato herói, foi também o anjo da guarda de Daemire, já que o gato recebeu a bala perdida que entrou pela janela da casa.

A mãe do menino, Angélica Sipe, escutou um ruído e entrou no quarto onde descansavam Daemire e o gato. Enquanto seu filho continuava dormindo profundamente, Opie estava ferido e sangrando no chão.

A bala tinha entrado em sua cabeça, passando pelo pescoço e ombro, até chegar na axila do animal. Finalmente, a bala teve o seu percurso interrompido em uma almofada, há centímetros do menino.

Gato herói e em franca recuperação

O fato ocorreu nos Estados Unidos; mais precisamente em York, na Pensilvânia. Opie, fazendo jus a frase de que os gatos têm sete vidas, sobreviveu ao tiro e se recupera em sua casa, apesar de apresentar danos musculares.

Sua dona disse estar eternamente agradecida a Opie, já que está convencida de que, se o gato não estivesse no local, o menino teria recebido o impacto da bala.

Como Opie, há outros gatos que têm recebido atenção dos meios de comunicação e das redes sociais por suas atitudes heroicas. Contaremos a você outras histórias.

Gata salva um menino do ataque de um cão

Este fato ocorreu também em solo norte-americano, nesta ocasião, em Bakersfield, no Estado da Califórnia.

A protagonista é a gata Tara, que com grande valentia afugentou um cão que estava atacando o seu pequeno dono, quando ele andava de bicicleta na vizinhança.

O cão, que era de um vizinho, conseguiu morder duas vezes as pernas da criança, até que Tara conseguiu espantá-lo.

Bichano chama a atenção dos vizinhos para ajudarem sua dona

Gato e mulher

Há algum tempo, ficou famosa a história de Slinky Malinki, um gato que alertou os vizinhos para que socorressem sua dona que tinha perdido os sentidos. Este fato ocorreu em Lancashire, no noroeste da Inglaterra.

A ex-enfermeira Janet Rawlinson, de 48 anos, tinha entrado em um estado de quase coma ao sofrer uma reação adversa da morfina que utilizava para aliviar uma dor nas costas crônica.

Foi então que o animal, normalmente tímido como era seu gato, começou a chamar a atenção dos vizinhos Mel e Stephen, incomodando o cão e arranhando a janela com suas patas. Estes se recordaram de que não viam Rawlinson já fazia alguns dias e foram em socorro a ela.

Desde este incidente, o gato mantém-se mais vigilante em relação a sua dona, cuidando para que nenhum mal ocorra a ela. Além disso, o bichano ajuda na criação de mais dois gatinhos que Rawlinson decidiu adotar.

Aquecendo um bebê na fria Rússia

Esta notícia conta a história de Macha, uma gata de rua que salvou a vida de um bebê que tinha sido abandonado perto de um contêiner de lixo de um edifício de Obninsk, no oeste da Rússia.

O menino, de uns três meses de idade, tinha sido deixado em uma caixa de papelão, que a gata utilizava para dormir. Macha não hesitou em proteger, com o seu corpo, o bebê do frio.

A gata aqueceu o bebê durante várias horas. Quando o menino começou a chorar foi encontrado por um vizinho do lugar.

Os habitantes do edifício asseguram que o pequeno não teria sobrevivido se a gata não tivesse cuidado dele.

As histórias anônimas

Estas e outras notícias de animais que ajudaram a contribuir para salvar a vida dos humanos vão muito além dos meios de comunicação e das redes sociais e nos despertam ternura e admiração.

Mas, certamente, há muitas outras histórias anônimas e cotidianas que não aparecem nos jornais, mas que nem por isso são menos importantes. E que, principalmente, falam do amor que os animais podem oferecer aos humanos.