Um grupo de banhistas salva a vida de 30 golfinhos

Golfinhos

Dizem que os golfinhos são um dos animais mais inteligentes do mundo, mas isso não impede que eles, de vez em quando, peguem o caminho errado. Foi exatamente isso que aconteceu com um grupo de 30 golfinhos em uma das belas praias do Brasil. Felizmente, um pequeno grupo de pessoas demonstrou uma grande sensibilidade. Que tal conhecer a história do grupo de banhistas que salvou a vida desses 30 golfinhos?

Em uma praia do Brasil…

golfinho encalhado

As praias brasileiras são conhecidas por serem muito belas e concorridas, às vezes até demais. Na praia onde tudo aconteceu havia muita gente. E ainda bem! Pois sem dúvida, isso foi de grande ajuda. Enquanto um grupo de pessoas se bronzeava e passeava pela orla, barbatanas começaram a ser visualizadas por alguns banhistas à distância.

Seriam tubarões?

Não, eram golfinhos! Um grupo de golfinhos se aproximava rapidamente da costa. Todos pensaram que, ao chegar à terra, eles voltariam para o mar, mas não foi isso que aconteceu.

Ninguém sabe ao certo o que aconteceu para que os golfinhos se aproximassem da costa. Talvez não viram para onde iam ou uma corrente marítima forte os arrastou. O que quer que tenha acontecido, em poucos segundos os animais estavam quase em terra firme.

A confusão

Os banhistas foram um pouco cruéis enquanto observavam os golfinhos. Esses animais são conhecidos por serem brincalhões e todos eles estavam se retorcendo enquanto moviam sua cauda na areia e o mar os golpeava levemente.

As pessoas que estavam no local não souberam distinguir se os golfinhos estavam brincando ou se estavam com problemas. Felizmente, logo descobriram a verdade.

Um grupo de banhistas salva a vida de 30 golfinhos

Não demorou muito para quem um banhista se desse conta de que esses movimentos não era brincadeira. Os golfinhos lutavam pela vida. Moviam a cauda e giravam o corpo tentando sair da costa e entrar novamente no mar, mas a areia molhada os impedia.

Esse banhista, sem pensar duas vezes, se aproximou da costa e entrou na água para alcançar um dos golfinhos. Ele pegou o animal pela cauda e começou a puxá-lo de volta ao mar.

Isso foi um sinal de alerta para que os outros banhistas entendessem a situação e começassem a ajudar de alguma forma.

Cada um agarrou um golfinho pela cauda e todos começaram puxar os animais para águas mais profundas. Em pouco mais de um minuto e meio, os 30 golfinhos estavam de volta a um local seguro, onde puderam voltar a nadar e regressar para o alto mar.

Um ato de amor com os animais

O que você faria em uma situação parecida? Temos certeza de que não hesitaria em ajudar esses animais. Mesmo sendo um esforço muito grande para esses banhistas, a satisfação de salvar os golfinhos foi expressa com um grande aplauso.

Ficamos alegres em saber que existem pessoas que não ficam passivas ante os problemas dos outros, dispostas a, literalmente, se molhar para ajudar. Isso nos faz ter esperança de que o mundo pode mudar para melhor, de que nem todos são maus e que ainda há bondade em muitos corações.

Certamente esses golfinhos estão muito, muito agradecidos, a esse grupo de banhistas que se esforçou para que todos estivessem a salvo. Parabéns!

E nunca se esqueça: se vir um animal em perigo, ajude-o.

Para encerrar, uma imagem vale por mil palavras. Confira o vídeo do resgate. Não deixe de assistir!

https://www.youtube.com/watch?v=jlGCVymSr4E