Uma cadela resgatada de um carro fechado se recupera em um abrigo

cadela resgatada

Mesmo com as muitas advertências, donos irresponsáveis continuam deixando seus animais de estimação trancados dentro de seus automóveis, fazendo seus pets correrem o risco de morrer por causa de uma insolação. Desta vez a notícia nos remete ao município de Crucifique, no Alicante, Espanha. Lá, graças à ação da Guarda Civil, foi possível salvar uma fêmea da raça Pit bull. A cadela resgatada de um carro foi transportada para um abrigo, onde está se recuperando.

Saiba como a Guarda Civil salvou uma Pit bull que estava trancada dentro de um carro

Os membros da Guarda Civil estavam atendendo a uma reintegração de posse, por causa de uma ligação anônima que denunciava a ocupação ilegal de uma casa, ato que não puderam comprovar.

Mas ao invés disso, eles descobriram que, no interior de um carro, sem nenhum tipo de ventilação e estacionado sob o sol, estava trancado um cão da raça Pit bull.

Imediatamente os agentes tentaram entrar em contato por telefone com a dona do veículo, uma mulher búlgara de 29 anos, mas não conseguiram localizá-la. Então a chamaram por meio dos alto-falantes do carro policial, caso ela se encontrasse nas imediações, mas também não houve resposta.

Como o tempo passava e o cão começava a dar sinais de estar em verdadeiro perigo, os guardas decidiram quebrar uma das janelas e tiraram o animal do carro. Em seguida refrescaram o cão com água e verificaram que se tratava de uma fêmea da raça e que ela não estava identificada com microchip.

Apesar das reiteradas advertências, donos irresponsáveis continuam deixando seus animais de estimação trancados em seus carros e os condenando a uma morte quase certa, se alguém não agir a tempo. Por sorte este não foi o caso de uma Pit bull que foi resgatada por membros da Guarda Civil em Crucifique, Alicante, Espanha.

A cadela resgatada se recupera em uma associação protetora de animais

jude-a-pitbull

A cadela resgatada, considerada de uma raça potencialmente perigosa, foi entregue a membros da Sociedade Protetora de Animais de Vinalopó, localizada na cidade de Elda, que tinham sido chamados ao local do ocorrido por integrantes da Guarda Civil.

No abrigo informaram que o animal foi devidamente examinado e que se encontra bem depois de se recuperar da desidratação que sofreu por ficar trancado no veículo estacionado sob o sol do meio-dia do Alicante.

Quanto à presumível dona do animal, que pode ser condenada por um delito leve de maltrato, continua sem ser localizada. Seu veículo foi retirado do local por agentes da polícia de Crucifique e foi colocado em instalações municipais da Prefeitura. Até o momento o carro não foi reclamado pela proprietária.

Como está o caso da cadela resgatada em Crucifique

Embora muitas pessoas de bom coração já tenham manifestado o desejo de adotar a Pit bull, ainda se espera uma decisão judicial.

Se depois da investigação decidirem não devolver o animal a sua, até agora, suposta dona, ou se esta continuar sem aparecer, a Prefeitura declarará abandono e, a partir disso, ela poderá ser colocada para adoção.

Mas caso encontrem a mulher, ela deverá explicar por que abandonou a cadelinha e por que, já que a cadela é considerada de uma raça potencialmente perigosa, ela não estava devidamente identificada.

Mas todo esse trâmite leva um tempo. Enquanto isso, a peluda continua se recuperando de seus maus momentos dentro de um carro por culpa de humanos irresponsáveis.

Nunca se deve deixar um cão trancado em um veículo

Nós de “Meus Animais” acreditamos que nunca é demais recordar o que pode ocorrer ao se deixar cães trancados dentro de um carro. Lembre-se que:

  • Os cães têm dificuldades para enfrentar o calor, já que não transpiram da mesma maneira que os humanos.
  • Dentro de um automóvel parado, as temperaturas se elevam em poucos minutos, ainda que este esteja estacionado à sombra ou que o dia esteja nublado.
  • Deixar as janelas levemente abertas não impede que a massa metálica do veículo se reaqueça, transformando-o em uma armadilha mortal para os peludos.