Uma companhia para seu gato é uma boa ideia?

Para a maioria das pessoas que não têm gatos, eles parecem ser animais mau humorados, antissociais e até mesmo solitários. Isso não é verdade. Até mesmo os seres mais solitários precisam de companhia às vezes e os gatos não são diferentes.

Se o seu gato passa muito tempo sozinho, ele pode ficar entediado e acabar precisando de companhia. Se você notar mudanças no seu comportamento ou muita bagunça em casa, é conveniente procurar companhia para ele. Então nós vamos dar alguns conselhos para que você encontre um companheiro para o seu gato.

ANTES DE PROCURAR UMA COMPANHIA PARA SEU GATO…

Você deve pensar muito e entender que uma nova companhia é um novo membro na família. E isso trará algumas mudanças em casa, afinal, você deverá cuidar dele, alimentá-lo, levá-lo ao veterinário, etc. Especialmente no início, você vai precisar ter muita paciência e atenção.

A decisão de ter dois gatos em casa deve ser tomada com calma, considerando que eles terão que partilhar não apenas o mesmo território, mas também sua atenção e carinho.  Isso pode provocar no gato que já mora com você, uma mudança de humor e de comportamento, mas não se preocupe, isso é normal.

companheiro-para-seu-gato-2

Lembre-se que os gatos são muito territorialistas e no inicio a adaptação pode ser um pouco trabalhosa. Mas tudo pode ser resolvido com paciência. Gatos têm dificuldade em aceitar a convivência com outro animal em casa, mas apenas no começo.

É muito comum amantes de gatos terem mais de um em casa. Sendo assim, você não terá qualquer problema, mas você deve seguir algumas recomendações para que a convivência dos gatos seja um sucesso.

RECOMENDAÇÕES PARA A ADAPTAÇÃO

Você tem que saber que o seu comportamento é fundamental para que a relação entre os dois animais de estimação seja um sucesso. A adaptação e o entendimento entre os dois gatos dependerá principalmente de você. Lembre-se que todo gato é diferente e, assim como os seres humanos, cada um tem sua personalidade, que não deve ser superada, mas sim compreendida. Por isso é importante ter paciência e determinação.

Primeiro, é importante preparar um lugar exclusivo para o novo gato. Seria aconselhável uma sala ou cômodo que seu primeiro gato não use ou frequente. Neste local, você irá colocar os seus pratinhos de comida e água, a sua caixa de areia e brinquedos, que são exclusivos do novo membro da família. Assim, você estimula o felino a sentir-se bem em sua nova casa e fomenta as relações com o outro gato .

O olfato é muito importante para a adaptação ser bem sucedida, por isso,  você pode dar ao seu gato veterano coisas com o cheiro do novo gato. Isso vai ajudar na familiarização. Você não deve acelerar o processo de adaptação, que deve ser lento e gradual.

companheiro-para-seu-gato-3

Mantenha este processo por alguns dias e, quando você menos esperar, tudo estará calmo, será a hora do novo membro da casa sair do quarto e ter um primeiro contato com o(s) outro(s). Você pode estimular um encontro mais calmo dando comida para cada um dos gatos, tendo cada um o seu próprio pratinho.

Vá aumentado, gradativamente, o tempo de contato entre eles e não se esqueça de estar sempre presente neste momento delicado. Você precisa ter sensibilidade e calma para não atropelar o tempo de ambos neste processo, pois tudo depende da natureza de ambos os gatos.

IDADE DOS GATOS

Um fator muito importante para quando você busca uma companhia para o seu gato é, a idade dos animais. Se o gato que você já tem em casa é adulto, a adaptação será mais fácil. Se o novo companheiro do gato é um filhote, o único inconveniente é que o gatinho vai querer brincar com os adultos o tempo todo, por isso você deve prestar atenção a estas brincadeiras e garantir que ninguém se machuque.

Se o novo gato é um adulto, a adaptação será um pouco mais demorada, já que ambos querem demarcar seus territórios. Não entre em pânico se houver brigas, provavelmente elas serão constantes, mas eventualmente eles vão se cansar e escolher uma parte da casa que gostem como seu território.

O QUE ACONTECE SE UM CACHORRO É A NOVA COMPANHIA DO SEU GATO?

A resposta é “nada”. Não é verdade aquela famosa lenda de que cão e gato não podem conviver. O período de adaptação será diferente e no final serão companheiros inseparáveis, não apenas nas brincadeiras, mas também nas sonecas, sendo bastante frequente que cheguem a dormir juntos.