Você sabe por que o imprinting é importante na vida de seu cão?

imprinting

Você alguma vez já ouviu falar sobre o imprinting? Este é um processo muito importante na vida de todos os cães. Tenha você ouvido ou não falar sobre isso, a informação que lhe daremos neste artigo é de seu interesse se você tem como animal de estimação um cão, principalmente se ele ainda é um filhote.

Vejamos primeiro no que consiste este termo e por que é importante para seu cão.

O que é o imprinting

O imprinting é o período em que um cão, quando é filhote, conhece e absorve todas as condutas, sejam caninas ou humanas.

Esta etapa é importante, pois segundo o que o cão capta, assim será sua personalidade e seu comportamento.

imprinting

Foto: Lisa L Wiedmeier

A parte mais sensível deste período é entre as duas e sete semanas de vida do animal, pois é nesse meio-tempo, em que o filhote estará com sua mãe e com seus irmãos, que ele absorverá as condutas que o levarão a ser um cão de um jeito ou de outro no futuro, de acordo com o comportamento que aprendeu.

Além disso, será nessas semanas que o animal se dará conta de quem ele é, um cão neste caso, e também quem são seus congêneres. Entretanto, suas relações não têm que se limitar aos cães e pouco a pouco ele terá que ter um leve contato com os humanos, se possível com vários, e nem sempre com os mesmos, para que os relacione como bons companheiros de vida.

Por que o imprinting é importante para seu cão

Através da absorção dessas condutas, o cão crescerá seguro e confiante, sem quaisquer inseguranças que o façam ser um cão medroso ou agressivo.

Daí a importância de um filhote estar com sua mãe e seus irmãos pelo menos nas primeiras 7 semanas de vida, quer dizer, 45 dias. Se durante esse tempo o jovem animal interagiu com outros cães, outras espécies ou humanos, terá mais possibilidade de ser um cão feliz e equilibrado.

Também, quando durante o imprinting o cão se socializa com pessoas, não só com as que vão formar parte de sua família, esse será um grande trabalho que ajudará a fazer com que o animal seja terno, carinhoso e sociável ao invés de arisco e antissocial.

Como vimos, o imprinting marcará a vida, a personalidade e o comportamento de seu cão, por isso é muito importante que isso seja feito de maneira correta.

Como saber se um cão tem um bom imprinting

Se o cão que você adotar for um filhote e não pertencer a alguém que conheça, você pode observar o comportamento do próprio animal, mesmo se ele ainda for um bebê. Um cão com bom imprinting fará o seguinte:

imprinting

  • Irá até você. Inclusive quando jamais na vida ele tenha te visto, um filhote com um bom imprinting correrá brincalhão para você, não grunhirá se o acaricia enquanto ele come ou bebe e estará o tempo todo chamando a atenção de outros cães para que brinquem com ele.
  • Investigará. Uma vez que ele chegue até você, ele irá te cheirar e até se atreverá a te dar umas mordidinhas de brincadeira, demonstrando a confiança que tem nos seres humanos.
  • Não ficará atrás de sua mãe. Um cão, por mais jovem que seja, que se esconde atrás de sua mãe, demonstra desconfiança, medo e acanhamento, o que significa que não teve um bom imprinting.

Leve em conta estes sinais e não acredite em tudo o que lhe dizem quando quiserem te vender ou te dar um filhote. Mesmo que você já tenha um jovem peludo em casa, não se esqueça de continuar com o processo de socialização para que ele sempre seja um cão sociável, tanto com outros animais como com outras pessoas que queiram se aproximar dele.

E se for você quem irá criar os filhotes, dedique algum tempo para fazer com que eles tenham um bom imprinting.