Você sabe por que os gatos brigam?

Certamente já viu, algumas vezes, brigas de rua entre gatos. Ou até mesmo, se você tiver mais de um gato em casa, é possível que tenha vivenciado essas brigas na sua própria casa e você deve saber que o melhor a fazer é se manter afastado. Mas por que os gatos brigam?

Não é?

Os gatos podem brigar por várias razões, que geralmente se resumem em duas: brigas de território e brigas por uma fêmea. Os gatos são altamente territoriais e têm um grande instinto de luta.

Se os gatos que brigam são os seus, tente evitar as lutas territoriais, colocando para eles caixa de areia e alimentadores separados e em diferentes lugares da casa, e certifique-se de dedicar os mesmos cuidados aos dois.

As brigas entre seus gatos devem parar assim que você usar prêmios para reforçar bons comportamentos. Se a briga for de rua, elas costumam acontecer entre gatos não castrados, que podem ter ou contrair doenças infecciosas, o que pode agravar as brigas ainda mais.

Quais são os tipos de comportamento agressivo que podem ser apresentados pelos gatos?

gato

Os gatos podem mostrar diferentes tipos de comportamentos agressivos.

Se a agressão for territorial, o gato pode ser agressivo com determinados gatos, mas tolerante com outros. O comportamento típico desse tipo de agressão inclui a caça, a perseguição, emboscadas, grunhidos, miados altos e, inclusive, o gato agressor pode tentar impedir que o outro tenha acesso a lugares como sua caixa de areia ou sua cama.

Embora possa parecer que os machos são os mais agressivos, as fêmeas podem chegar a ser tão agressivas quanto os machos, na questão de disputa pelo território.

Entretanto, os machos podem chegar a brigar entre eles simplesmente por serem machos, por uma fêmea, por exemplo, por um lugar mais alto na hierarquia ou mesmo para defender seu território.

O fato de que um gato está ameaçando a outro, pode ser visto pela perseguição do gato agressor em direção ao outro, o olhar fixo, o lombo arqueado e a pelagem arrepiada. Se o outro gato não der a volta, vai acontecer uma briga.

Uma terceira forma de agressão é a agressão defensiva. Isso ocorre quando um gato tenta se proteger de outro animal ou ser humano do qual ele acha que não pode fugir. Pode ser por conta de um castigo ou pela ameaça de castigo por parte do dono, um ataque ou intenção de ataque por parte de outro gato ou qualquer incidente que faça com que o gato sinta-se ameaçado ou assustado.

A postura defensiva que o gato adota nessas circunstâncias é se agachar com a rabo e as patas debaixo do corpo, esmagar as orelhas contra o crânio e virar ligeiramente para um lado. Tentar se aproximar de um gato nessa posição pode fazer com que ele se sinta ainda mais ameaçado e pode provocar  um ataque.

Os gatos podem redirecionar sua agressão contra outro animal ou pessoa, embora eles não tenham provocado o ataque, simplesmente pelo fato de se sentirem ameaçados ou nervosos.

Embora sua intenção seja consolar o gato, ele pode atacar você por estar nervoso por outra coisa.

Se seu gato agredir outros com frequência, consulte um veterinário, já que é possível que seu gato esteja doente e pagando seu estresse com outros.

Como separar uma briga entre gatos?

gatos-2

Não tente se colocar no meio da briga ou tocá-los enquanto estão brigando, pois você pode se dar mal. Para separar dois gatos que estão brigando, é preciso dar um grito ou uma palmada muito forte, o mais perto possível da briga, ou usar um jato de água contra os gatos.

É preciso, de alguma forma, distrair a atenção deles. De forma alguma, devem ser usados ou lançados objetos contra os gatos ou eles vão pensar que você quer participar da briga. Uma vez separados, você deve tentar deixar que ele relaxem, e depois consolá-los  separadamente.

Não espere que seus gatos solucionem seus problemas sozinhos. Deverá ser você o responsável por intermediar, entre eles, procurando a causa do problema e propondo soluções para evitar que se repita novamente.

Principalmente, não toque neles nem os castigue, caso eles briguem, já que assim você só vai conseguir piorar as brigas. E, de jeito nenhum, introduza mais gatos na sua casa.