Vômitos e diarreias em cães: mais perigosos do que se imagina

Casos de vômitos e diarreias são muito comuns em cães,  já que não costumamos dar muita importância a eles. No entanto, esses podem ser sinais de que algo mais grave está acontecendo. Não subestime as consequências desses episódios e esteja alerta para qualquer sinal do seu animal, por menor que seja.

Neste artigo, iremos conhecer os perigos que vômitos e diarreias escondem. Fique atento a nossas dicas e proteja a saúde de seu bicho de estimação.

Vômitos e diarreia podem causar a morte de seu cão

cachorro doente

Segundo os veterinários, uma gastroenterite não tratada pode levar o cão à morte, sendo a causa de muitos óbitos. Costumamos pensar que o vômito do nosso animal é causado por algum alimento que não lhe fez bem e acabamos não dando ao ocorrido a importância necessária.

De acordo com veterinários, uma das principais causas de vômito é a intolerância a certos tipos de alimento. Dessa forma, se o cão para de vomitar e, após alguns dias, o vômito e a diarreia retornam, pode ser um sinal de uma intolerância alimentar que poderia custar a vida de seu amigo peludo.

Principais causas de vômitos e diarreias em cães

Existem diversas causas para casos de vômito e diarreia em cães. Fique atento e observe se esses episódios não duram mais do que um ou dois dias. Sintomas persistentes podem indicar causas mais graves e, portanto, mais difíceis de serem tratadas, como as seguintes:

  • Infecções: Podem ser causadas por várias doenças, como hepatite, parvovírus, leptospirose ou cinomose. Todas elas podem ocasionar lesões no sistema digestivo do animal, desencadeando vômitos e diarreia.
  • Parasitas: Devido ao consumo de alimentos ou água de má qualidade, seu cão pode ser infectado por parasitas estomacais, causando vômitos e diarreia. Esses parasitas não representam perigo quando tratados precocemente, mas a demora excessiva poderá custar a vida de seu cão.
  • Intoxicação: É provável que, sem que você tenha visto, seu cão tenha comido o bebido algo que não devia e tenha se intoxicado. Essa é uma das razões para levá-lo ao veterinário com urgência, pois a ingestão de produtos de limpeza pode ser fatal. Por isso, não hesite e leve o seu cachorro a um veterinário ao primeiro sinal de vômito.
  • Baixas temperaturas: As baixas temperaturas trazem também uma baixa nas defesas do organismo, fazendo com que o animal fique mais vulnerável ao vírus da gastroenterite. Mantenha o seu cão abrigado e aquecido durante o inverno.
  • Ingestão de objetos: Se o animal comeu plástico ou outro objeto que o seu corpo não pode ingerir, o organismo irá expulsá-lo através de vômito ou diarreia.

Como evitar vômitos e diarreias em cães

É nossa responsabilidade cuidar para que nosso cão fique saudável e não sofra de gastroenterite. Por isso, siga os conselhos simples a seguir e tenha um bicho de estimação sadio e feliz:

mudanças alimentares

  • Dieta equilibrada: Cães precisam de nutrientes que apenas os alimentos próprios para eles podem trazer. Entretanto, às vezes damos restos de nossa comida a eles, por acharmos que eles gostam mais ou para economizar o dinheiro da ração. Esse é um grande erro, já que esses alimentos não ajudam no bom funcionamento de seu sistema digestivo
  • Exercício: Fazer exercícios e estar com a saúde em dia é uma ótima forma de prevenir que seu bicho de estimação desenvolva gastroenterite.
  • Vacinação: Deixe o calendário de vacinação de seu amigo peludo em dia para o sistema imunológico do animal esteja pronto para o que der e vier.
  • Fique atento aos brinquedos: Se você notar que o seu cão está mordendo muito algum brinquedo feito de componentes tóxicos, troque-o imediatamente. O animal pode acabar ingerindo partes dele, causando mal-estar.