5 espécies de vespas

· fevereiro 15, 2019

Divididas em duas famílias, vespulas e vespas, há cerca de 50 subespécies desses animais. No entanto, hoje falaremos sobre as 5 principais espécies de vespas.

Nós as tememos por causa de seu apelido de “assassinas”, já que eles podem morder a mesma presa várias vezes, algo que não acontece com seus parentes próximos, as abelhas.

No entanto, na natureza podemos encontrar diferentes espécies de vespas, neste artigo vamos falar sobre algumas delas.

Quantas espécies de vespas existem?

Dentro da família de Vespidae podemos encontrar dois grandes grupos: as vespulas e as vespas. Dessa forma, a primeira inclui 23 espécies e a segunda um total de 24. Portanto, existem quase 50 espécies de vespas. As mais conhecidas são:

1. Vespa comum

Seu nome científico é Vespula vulgaris e é um inseto nativo da Eurásia. No entanto, foi introduzida pelo homem na Nova Zelândia e na Austrália.

A vespa comum – foto que abre este artigo – mede entre 12 e 17 milímetros (a rainha mede 20 milímetros), e seu corpo tem listras amarelas e pretas na parte inferior do abdômen.

A parte superior é preta com manchas amareladas. Além disso, quase não há diferenças entre machos e fêmeas.

2. Vespa asiática

É também chamada de ‘vespa assassina‘, porque é a mais agressiva de todas as espécies de vespas. Alimenta-se de outros insetos, entre eles pulgões, borboletas, abelhas e formigas.

5 espécies de vespas

A vespa asiática tem quase todo o corpo negro, exceto pelas bordas das pernas, asas e linhas finas da cauda, que são amarelas.

Ela habita do norte da Índia até as montanhas da China e chegou na Europa depois de viajar em um barco. Esta incursão na França e na Espanha – onde é considerada invasiva – tem sido muito prejudicial para as vespas e abelhas locais.

3. Vespula germânica

Este himenóptero é de origem mediterrânea e atualmente pode ser encontrado no norte da África, toda a Europa, zonas temperadas da Ásia, América do Sul, América do Norte, Nova Zelândia e Austrália. Além disso, é considerada uma praga em muitos países do hemisfério sul.

5 espécies de vespas

O Vespula germânica possui pernas amarelas, antenas pretas e corpo com bandas amarelas e pretas.

A picada inocula um veneno de alta toxicidade que em pessoas pode produzir de um inchaço a um choque anafilático.

Além disso, para pegar suas presas, ela as morde, já que suas mandíbulas são muito poderosas e e ela pode moer suas vítimas sem problemas.

4. Vespa cartonera

Considerada também uma praga em vários países devido ao seu impacto negativo na agricultura, é uma espécie nativa da Eurásia e do norte da África que foi posteriormente introduzida na América do Norte, América do Sul e Austrália.

espécies de vespas

A vespa cartonera constrói seus ninhos nos telhados dos edifícios, sob pedras ou nas árvores. Quando adulta, se alimenta de frutas maduras.

Por outro lado, as larvas são alimentadas com carniça e insetos. Ataca somente quando seu ninho está em perigo ou como autodefesa. Pode morder uma pessoa que usa um perfume muito forte ou se faz movimentos bruscos ao seu redor.

5. Vespa crabro

A última das espécies de vespas nesta lista é impressionante por causa de seu grande tamanho: a rainha pode chegar a 35 milímetros, embora os trabalhadores sejam menores, como o resto da família.

algumas espécies de vespas

O crabro tem asas avermelhadas, abdômen castanho com linhas amarelas ou laranja. Além disso, suas antenas possuem 12 segmentos nas fêmeas e mais nos machos.

Ele vive na Ásia e na Europa, mas também é encontrado na América do Norte, onde é conhecido como vespão europeu.

Embora prefira fugir em vez de atacar, quando pica, o faz para defender seu ninho ou sua integridade física. É necessário ter cuidado para não mover o ninho das vespas, para evitar sua picada.

Ao contrário das abelhas, os zangões visam defender o ninho a todo custo e podem morrer caso alguém incendeie sua moradia.