A convivência entre dois gatos na mesma casa

· maio 9, 2018
A territorialidade dos machos pode fazer com que o primeiro que vivia em casa sinta seu território ameaçado. Não se pode demonstrar favoritismo por um ou por outro na hora do cuidado a fim de evitar mal-entendidos que possam provocar confrontos.

Todos sabem que existe o boato de que os cães e gatos não se dão bem, embora conheçamos pessoas que tenham ambos em casa. No entanto, parece que a convivência de dois gatos em casa costuma provocar o mesmo problema.

Vemos muitos gatos que convivem como irmãos na mesma casa, mas ter dois gatos em casa às vezes não é tarefa fácil, especialmente, quando um vem depois do outro. Se você se encontra nessa situação, damos dois conselhos para que a convivência entre seus animais flua melhor.

Tenho dois gatos em casa. Como posso fazer para melhorar a convivência entre eles?

Normalmente, se dois ou, até mesmo, três gatos são criados juntos não costuma haver problemas de convivência, e chegam a se ver como membros da família. No entanto, quando apenas um vive em casa e ele se tornou o rei do pedaço, talvez ele perceba que seu território está sendo ameaçado pela chegada do outro. Como evitar isso?

O gênero

Embora esse aspecto não seja determinante, se o gato que você tem for macho é possível que aceite com mais boa vontade uma fêmea. Os gatos são territoriais e a presença de outro macho poderia fazê-lo se sentir ameaçado.

gatos amigos

Nem precisa dizer que, se não quiser “filhotinhos de gato”, você deverá castrar algum dos dois.

Castração

E falando de castração, esse é outro aspecto a ser levado em consideração. Isso porque é muito melhor que, se um for castrado, o outro também seja. O castrado poderia se sentir subjugado em relação ao que não está, o que resultará em uma má convivência e, até mesmo, em brigas.

O não castrado veria o outro como uma ameaça e de certa forma se sentiria inferior a ele. Para evitar esses mal-entendidos, castre ambos, independentemente de serem de dois sexos diferentes.

O espaço

Não ache que, porque são gatos, podem usar a mesma cama, dormir no mesmo lugar e usar a mesma caixa de areia. Isso pode até acontecer com o tempo, mas, como você se sentiria se alguém chegasse em sua casa e quisesse que você compartilhasse seus pertences sem pedir permissão?

gatos bebendo leite na mesma vasilha

Sim, é desse jeito que o seu gato vai se sentir, pelo menos aquele que vive há mais tempo na sua casa.

Então, duplique tudo e dê a cada um seu lugar, sua comida, sua água e tudo que for necessário para que nenhum dos dois possa se sentir ameaçado pelo outro.

Mantenha a calma

Se você já ouviu falar que dois gatos podem se dar mal e você fica o tempo todo pensando nisso, fique de olho constantemente nos dois. Se ficar nervoso diante de qualquer situação, você só vai conseguir agravá-la. Isso porque vai deixar seus animais nervosos e não vai conseguir nada de positivo.

Dê-lhes um tempo para que se conheçam, se farejem, se olhem e se examinem. Normalmente, os gatos não costumam se dar bem de primeira. É possível que bufem e façam seu característico “hisssssss”, um pouco no começo, mas você deve permanecer tranquilo, enquanto perceber que a situação não vai piorar.

Ofereça a mesma coisa aos dois

Falamos tanto de coisas materiais quanto de aspectos emocionais. Se você mima um, faça o mesmo com o outro; se compra um brinquedo para um, faça o mesmo para o outro, etc…

Sua atitude em relação a ambos vai determinar como eles se verão entre eles. Se com o passar do tempo se sentirem amados do mesmo jeito, é possível que as rixas desapareçam.

Você já sabe que com os bichos de estimação é preciso ter paciência, mas ela aliada ao carinho pode conseguir grandes coisas, inclusive, fazer com que dois gatos convivam em harmonia em casa.