Dicas para engordar seu cachorro

De acordo com as características da raça do cão, seu peso saudável estará em uma faixa ou outra. Caso não saibamos exatamente essas informações, será necessário consultar o veterinário.
Dicas para engordar seu cachorro

Última atualização: 31 Março, 2021

Quando um cão não está em sua faixa de peso saudável, os tutores devem ajudá-lo a se recuperar progressivamente. E o que isso significa? Ajudar o seu cachorro a ‘engordar’ até atingir o índice de massa corporal e gordura adequados.

Existem cães que, pela natureza da sua raça, têm uma constituição esbelta e, portanto, uma aparência esguia. Mas se o seu cão sempre se manteve em uma faixa de peso normal e, de repente, perdeu peso de maneira drástica, é necessário descobrir a causa e procurar uma solução rápida.

Possíveis causas de perda de peso

As causas da perda de peso em animais de estimação podem ser muito variadas. Entre as mais comuns estão: uma dieta pobre em nutrientes, a presença de parasitas, o estresse do animal em uma situação específica, entre outras condições. Vamos discutir cada uma delas com mais detalhes abaixo.

Cachorro muito magro: dicas para fazê-lo engordar.

1. Parasitas intestinais

Quando um cão é acometido por parasitas intestinais, ele tende a perder peso drasticamente em um curto período de tempo. A magreza extrema é causada pelo roubo de nutrientes pelos parasitas sempre que o cão faz uma refeição.

No entanto, os parasitas também podem causar inchaço. Portanto, a magreza extrema pode ser camuflada por esse inchaço. É muito importante que você examine seu animal de estimação atentamente para verificar se suas costelas estão marcadas. Nesse caso, será necessário consultar o veterinário imediatamente.

2. Nervosismo ou estresse

Embora seja uma das causas mais difíceis de perceber, costuma ser uma das mais comuns. Mudanças no ambiente ou nos hábitos do animal podem afetá-lo negativamente, a ponto de ele parar de se alimentar por nervosismo, estresse ou depressão. Isso geralmente fica mais evidente quando ocorre uma separação e o animal está de luto.

3. Uma dieta pobre ou inadequada

Uma dieta pobre em nutrientes ou que não contenha aqueles de que seu cão mais precisa é uma causa comum de perda de peso. Se esse for o caso, é imprescindível conversar com o veterinário para ajustar a dieta ou complementá-la com algum tipo de suplemento.

Como ‘engordar’ seu cão corretamente?

Para ajudar nosso cão a engordar, não devemos ter pressa, ou seja, não é necessário aumentar a quantidade de comida de um dia para o outro de forma exagerada. Na verdade, o que você precisa fazer é optar pelo seguinte:

1. Alimentos de qualidade

Às vezes a quantidade não é importante, mas a qualidade. Isso não significa que você deva recorrer à opção mais cara, e sim que você deve se preocupar em procurar opções que ofereçam uma nutrição completa e que possam fornecer uma dieta balanceada ao cão.

Os alimentos que contêm, por porção, entre 12 e 23% de proteína, serão uma boa opção para cães. As proteínas também podem ser obtidas da carne e da gordura, mas não se deve abusar delas.

Existe uma alimentação especial para ajudar cães doentes a engordar que também são uma boa opção, pois são alimentos reforçados com vitaminas e minerais necessários ao organismo do animal. Terminada a oferta dessa alimentação, devemos procurar uma ração rica em nutrientes para não empobrecer novamente a dieta.

2. Refeições mais apetitosas

Se você não consegue fazer seu cão comer a ração, pode misturá-la com algum alimento favorito, como um pouco de frango, carne bovina ou até mesmo um pouco de caldo de carne. Você também pode introduzir alguns pedaços de petisco para cães e outras delícias que incentivem o animal a comer.

Alimentos que ajudam a engordar o seu cão.

3. Enzima vegetal

Os veterinários costumam prescrever a enzima vegetal em certos casos. Normalmente, ela vem em forma de comprimido, cápsula ou pasta. Sua função é ajudar a restaurar e manter a saúde do sistema digestivo do cão, além de aumentar a quantidade de nutrientes que o animal consegue absorver em cada refeição.

4. Frequência das refeições

Também é importante levar em consideração a ordem e o cumprimento dos horários das refeições. Quanto mais os horários forem respeitados, menos tempo vai demorar para o cão ganhar peso e se recuperar. Por outro lado, deve-se levar em consideração que, dependendo da idade e do estado do animal, o número de refeições pode variar.

Cão bebendo água.

5. A água é muito importante

Uma boa alimentação deve ser complementada pela ingestão correta de água. Sem a quantidade necessária desse líquido, o corpo do cão não será capaz de funcionar adequadamente e a absorção dos nutrientes não poderá ser realizada. É essencial manter disponível uma quantidade suficiente de água potável para o cão, para que ele possa bebê-la sempre que precisar.

6. Exercício físico

Desde que o veterinário autorize, será necessário complementar a dieta e a hidratação do cão com uma rotina adequada de exercícios. Essa medida serve para fortalecer o corpo e, claro, abrir o apetite para que o animal ganhe peso até atingir o peso ideal.

Preste atenção às instruções do veterinário e, em pouco tempo, a saúde do seu animal será restabelecida. Lembre-se de que é melhor investir tempo e fazer as coisas com paciência do que esperar uma melhora durante da noite para o dia.

Pode interessar a você...
Comida caseira ou comercial para cães?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Comida caseira ou comercial para cães?

Se você precisar decidir entre comida caseira ou comercial para o seu cão, aqui estão algumas dicas. Não perca este artigo!