Dicas para trabalhar como Dog Walker

março 22, 2019
Para ser um dog walker é preciso mais do que parece. Afinal, ter experiência e estar em forma são alguns dos requisitos essenciais para cuidar bem dos cães.

As novas gerações descobriram novos trabalhos que estão disponíveis para quase qualquer pessoa realizar. Por exemplo, trabalhar como dog walker. Você já pensou nessa ideia para ter uma renda? Talvez não seja um valor com o qual você possa viver, mas certamente dá para fazer um extra que ajuda muito a fechar as contas no fim do mês.

Dicas para ser um bom dog walker

Não devemos subestimar este trabalho porque, como qualquer outro, é necessário desenvolver certas habilidades para realizá-lo da melhor maneira possível. Portanto, aqui vão algumas dicas para você conseguir trabalhar como dog walker também.

Trabalhar como Dog Walker: o começo

Se você já decidiu que quer começar a trabalhar como dog walker, a parte mais difícil é começar. Você deve abrir o seu caminho e a melhor forma para começar é com pessoas que você já conhece.

Ofereça-se para andar com os cães de seus amigos e vizinhos. Afinal, mesmo se você fizer isso por pouco dinheiro, é possível que eles falem bem de você para outras pessoas.

Se você quiser dar um passo adiante, converse com seus colegas na aula de música, idiomas ou qualquer outro lugar que você vá.

Pode ser na academia ou até mesmo o grupo com o qual você pratica atividades físicas nos fins de semana.

Na verdade, o importante é explicar a eles que você quer trabalhar como dog walker. Assim, poderão indicá-lo para outras pessoas.

Fale com uma agência

Acredite ou não, existem agências dedicadas a isso, e inscrever-se em uma delas pode ser útil. Uma das perguntas que eles farão é se você tem alguma experiência.

Então, se você começar a colocar em prática o conselho anterior, já poderá dizer que sim.

Cães passeando

Claro, as agências têm vantagens e desvantagens. No caso, a vantagem é que você não terá que se preocupar em procurar clientes, pois esse será o papel da agência.

Entretanto, a desvantagem é que eles são um intermediário. Então, você ganhará menos. Além disso, você terá de seguir o que for determinado, pois terá que se ater aos horários e regras estipulados.

Obter um certificado

Ser um dog walker não é tão fácil. Se você tiver alguma formação para oferecer seus serviços, encontrar clientes será muito mais fácil.

Há escolas que até oferecem bolsas de estudo para cuidados com animais. Isso ajudará você a encontrar seus próprios clientes. Além disso, também ajudará você a conseguir uma agência para contratá-lo, caso prefira.

Conheça sua cidade

Se você vai se dedicar a essa atividade, terá que conhecer a cidade como a palma da sua mão. Principalmente, em relação aos locais onde os cães podem passear com segurança.

Por isso, informe-se sobre onde estão os melhores parques, piscinas ou praias, se você mora em áreas costeiras. Além disso, você também pode buscar lugares naturais para fazer rotas com os animais.

Aliás, vale a pena verificar se na sua cidade há um “parcão” ou qualquer outro lugar específico para passear com cães.

Se você conseguir localizar todos esses pontos, vai poder passar mais tempo passeando com seus novos amigos. Afinal, você não precisará perder tempo procurando um lugar para eles se divertirem.

Pugs passeando de coleira

Trabalhar como dog walker: relacionamento com proprietários

É importante que você saiba como lidar com cães, mas você também deve saber lidar com os donos. Afinal, ser gentil, flexível e razoável são qualidades que todos valorizamos.

Além disso, uma postura profissional será um diferencial e ajudará você a receber cada vez mais indicações.

É possível que apareçam problemas em algum momento. Entretanto, se você for capaz de lidar com eles com calma e simpatia, ganhará a confiança de todos. Assim, abrirá novas portas para outros clientes.

Fique em forma

Estar em forma será essencial para que você possa passear com os cães. Às vezes os percursos que você fará com os animais podem ser longos.

Além disso, é provável que você caminhe longas distâncias para pegar cada cão em uma casa diferente. Se durante seu tempo livre você trabalhar para ficar em forma, verá que a demanda física não será um grande problema.

Por fim, com essas dicas, esperamos que não seja difícil se tornar um bom dog walker. Então, coloque essas dicas em prática e use essa nova forma de emprego para ganhar um extra. Ou, quem sabe, talvez até conseguir viver disso.