Os gatos de Alambra

A Alambra é um dos monumentos mais emblemáticos da Espanha. Ela está de pé há vários séculos e é uma criação da cultura árabe. Está repleta de história, pois era usada como refúgio pelos mouros que lutavam contra os cristãos que tentavam recuperar o seu território. No entanto, além de tudo isso, tem mais uma coisa que atrai a atenção de milhões de turistas todos os anos que visitam o monumento: os gatos de Alambra.

Assim que você passa pela porta desse castelo de descendência árabe, é possível observar que ele abriga centenas de felinos que andam tranquilamente dentro e fora dele. O que os turistas e os trabalhadores do local acham disso?

Os gatos de Alambra são cuidados e respeitados

As pessoas podem dizer que em um monumento não suprem todas as necessidades de animais domésticos. Isso seria verdade se Alambra fosse um monumento normal. Mas ele não é, pois é um castelo ao ar livre repleto de fontes, jardins, árvores e, inclusive, rios. É um verdadeiro paraíso para os gatos.

Para os gatos, é o seu lar. Eles caminham por toda a parte sem pedir licença, e o melhor de tudo é que não são perturbados. Conversamos com uma trabalhadora desse castelo magnífico para que nos explicasse o motivo da presença desses felinos e o que faziam para cuidar e protegê-los. Foi isto que ela nos contou:

“A sua presença aqui não começou há tanto tempo como as pessoas acreditam. Um dia, apareceu uma gatinha e não sabíamos de onde ela tinha vindo. Embora aqui seja muito grande, nos demos conta de que vários trabalhadores a viam quase todos os dias, ela tinha começado a viver aqui!

Algum tempo depois, apareceu um gato. Talvez um amor impossível da gatinha, hahaha. Quando nos demos conta, a gatinha já estava prenha. Desde então, não pararam de aparecer gatinhos de todas as partes. E nem todos são de algum bando, já que alguns aparecem de repente e já são mais velhos.

Cuidamos dos gatinhos

A princípio, tínhamos uma pessoa encarregada de alimentar e dar água para os felinos. Porém, algum tempo depois, nos demos conta de que a maioria dos turistas adoravam os bichinhos e sempre davam alguma comida para eles. Sendo assim, a água que encontram nas diversas fontes que existe no local é mais do que suficiente.

Todos os trabalhadores têm consciência da presença desses bichinhos. Eles têm a obrigação de avisar a algum responsável, caso vejam algum gatinho doente, para que receba o auxílio de um veterinário adequado e que trabalha para nossa empresa.

cidade-dos-gatos

Quando há filhotinhos, garantimos que não falte abrigo e um lugar confortável para que possam ficar junto com a sua mãe. O inverno aqui é muito frio, e é a época do ano que mais precisam da nossa ajuda, por isso, nós os ajudamos.

Além disso, o monumento é cheio de câmeras que sempre são vigiadas pelos guardas de segurança. Se alguém tenta perturbar algum dos gatos ou pior, fazer algum mal, será alertado e, inclusive, dependendo da gravidade da ação, pode ser processado”.

Os maravilhosos gatos de Alambra

Nós ficamos perplexos e muito satisfeitos de saber que existem pessoas que velam pelo bem-estar dos animais dessa forma. É um verdadeiro exemplo de bom coração e de humanidade que deveríamos seguir. 

Os gatos de Alambra agora já se tornaram mais uma atração turística. E são uma ótima forma de atrair a atenção do público. Sem dúvida, se esse belo monumento já era algo digno de se visitar, hoje em dia, se tornou um protetor dos gatinhos em diversos níveis. Adoramos isso!

Se você for à Granada, não se esqueça de visitar o monumento. Ele faz parte, inclusive, das Sete Maravilhas do Mundo. Por isso, você também terá a oportunidade de desfrutar da companhia de gatinhos protegidos e bem cuidados.

Fonte da imagem principal: www.elbolardo.com

Recomendados para você