Tratamento de infecções urinarias em seu cão

Não são somente os humanos quem sofrem com as alterações no trato urinário. O número de animais de estimação que apresentam infecções urinárias é crescente. Por isso, é importante conhecer melhor esses problemas para proteger a saúde de seu cão.

É verdade que amor e a dedicação são essenciais para a saúde de um animal de estimação. No entanto, estes não são os únicos aspectos que devemos atender durante a criação de nossos pets. É fundamental garantir que seu corpo e sua mente estejam em equilíbrio.

Visitas periódicas ao veterinário são indispensáveis para sua saúde. Manter a vacinação e o tratamento antiparasitário em dia também. Para reconhecer se seu cão apresenta sintomas de infecções urinárias, analise os sintomas.

O que são infecções urinárias e o que as provocam?

O sistema urinário atua como um filtro em nosso corpo. Separa os componentes daninhos ou indesejáveis para purificar o sangue circulante.

Cachorro correndo na grama

Sua principal função é permitir que o organismo elimine as substâncias tóxicas ou descartáveis que foram ingeridas, ou que penetraram no corpo por meio da urina.

Os órgãos do trato urinário são: rins, bexiga, ureteres e uretra. A bexiga é um órgão auxiliar de retenção. Os rins são os grandes filtros. Os ureteres são os motoristas. A urina é alojada na bexiga até ser eliminada. E a uretra é a via final de eliminação da urina.

As infecções urinárias podem surgir em qualquer um destes órgãos, mas é mais frequente na parte inferior. A bexiga e a uretra encontram-se mais expostas ao meio externo.

A maioria das infecções urinárias são provocadas pela entrada de um microrganismo (geralmente bactérias) através da uretra. Elas costumam se alojar na bexiga ou na própria uretra. O risco está no fato de que ela pode subir pelo trato urinário, provocando complicações na saúde do animal.

Como um cão pode adquirir infecções urinárias?

Nenhum cão está livre de adquirir uma infecção urinária. Entre outras coisas, porque as bactérias costumam estar presentes em todos os ambientes. Mas há cães mais expostos, ou que são mais suscetíveis ao desenvolvimento do problema.

Maiores riscos nas infecções urinárias

  • Cães que cruzam com animais de procedência desconhecida. Isso não tem a ver com a raça ou com a ausência de raça definida. Cruzar seu cão com um animal desconhecido pode expô-lo a diversas doenças.
  • Presença de outras doenças, como o aumento da próstata, cálculos renais, tumores, incontinência urinaria ou alterações hormonais.
  • Exposição a ambientes sujos, onde as bactérias se multiplicam facilmente.
  • As fêmeas têm maiores riscos de sofrer com infecções urinárias, já que elas se agacham para urinar. Dessa forma, a vagina fica mais exposta.
  • Cães imunodeprimidos por doenças, maus-tratos ou alimentação desequilibrada/insuficiente.

Quanto maior for a exposição do cão a ambientes externos, mais elevada é a probabilidade de entrar em contato com microrganismos. Mas não é necessário suspender os passeios com seu animal de estimação. Manter seu sistema imunológico forte lhe permitirá combater qualquer microrganismo externo.

Quais são os sintomas das infecções urinárias?

No caso das infecções urinárias, é importantíssimo manter um controle periódico junto ao veterinário. Muitas vezes, elas apresentam desenvolvimento silencioso e os sintomas só aparecem em etapas mais avançadas.

Os principais sintomas das infecções urinárias em cães são:

  • Urinar com mais frequência e pouca quantidade de urina por vez
  • Esforço e dor ao urinar
  • Urina turva e/ou com mau cheiro
  • Sangue na urina
  • O cão urina em lugares onde não o fazia
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Cansaço ou letargia
  • Corrimento vaginal (fêmeas)
  • Irritação ao redor dos órgãos genitais externos
  • Lamber frequentemente a vulva ou pênis

Como prevenir as infecções urinárias?

A melhor forma de prevenir qualquer infecção é fortalecer o sistema imunológico do cão. Isso só é possível através de uma vida saudável, que inclui uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios físicos de forma regular.

É fundamental proporcionar a hidratação adequada para o organismo do cão. Água fresca e limpa. A água é fundamental para permitir a formação da urina e a eliminação de substâncias tóxicas.

Como é o tratamento das infecções urinárias?

A principal forma de tratar as infecções urinárias é por meio da administração de antibióticos. Geralmente, utilizam-se antibióticos de amplo espectro para as infecções bacterianas.

Veterinária examinando um pastor alemão

Mas, se a infecção for causada por fungos ou parasitas, os antibióticos têm pouco efeito.  Neste caso, são utilizados fungicidas ou antiparasitários específicos.

O veterinário também recomendará uma dieta especial para restaurar o pH normal da urina e melhorar o sistema imunológico do cão.

Por isso, se seu cão apresenta algum sintoma de infecção urinaria, é indispensável levá-lo imediatamente ao veterinário. O diagnóstico precoce pode salvar e melhorar a qualidade de vida de seu cão.

Fonte da imagem principal: eltpics

Recomendados para você