Um cão tornou-se professor da Universidade do Sul da Califórnia

Que os cães têm muito para ensinar aos humanos é algo que ninguém mais duvida. Outra coisa é ler que um cachorro tornou-se um professor universitário. Saiba mais sobre esta história impressionante.

Beau, o peludo que integra a equipe de uma universidade californiana

O professor Beauregard Tirebiter, ou Beau para os amigos, é o novo integrante do corpo docente da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos. Um pequeno detalhe: Beau não é uma pessoa, mas um cão!

 

cachorro-se-transforma-em-professor-2

Beau é um exemplar de Goldendoodle, resultado do cruzamento entre Golden Retriever e Caniche, de 2 anos e pelos negros. E, segundo dizem, sua pelagem é hipoalérgica. O animalzinho cumpre a função de “cão de bem-estar”, algo similar aos cães de terapia, mas voltado para um universo mais amplo. Beau foi treinado para trabalhar com um grande número de pessoas de forma natural.

De forma resumida, a função do peludo é contribuir para que os estudantes reduzam o nível de estresse e possam melhorar o rendimento acadêmico.

Durante a primeira etapa do projeto, o cão conta com seu próprio lugar na Oficina para a Promoção da Saúde e Bem-Estar da USC, com horários determinados para receber os alunos. A ideia é que ele possa interagir com eles nos diferentes espaços da universidade.

“Você sabia que um cão se transformou em professor universitário? Na verdade, Beauregard Tirebiter, Beau para os amigos, é um “cão de bem-estar” que ajuda os estudantes da Universidade do Sul da Califórnia a diminuírem os níveis de estresse e melhorarem o rendimento acadêmico. Sem dúvida, o animalzinho tem muito para ensinar e merece o título que ganhou.”

Saiba como um cão se transformou em professor universitário

Como explica a professora Olga Solomon, membro da universidade norte-americana, as interações positivas com cães em geral produzem sensações de bem-estar e tranquilidade. Isso ocorre porque acariciar ou brincar com um peludo pode aumentar os níveis de terminados hormônios e substâncias químicas. Dessa forma, as pessoas se sentem mais felizes e diminuem o estresse.

A ideia é que Beau também contribua para gerar uma sensação de comunidade na universidade, além de ajudar a eliminar as barreiras que impedem alguns estudantes de acessar certos recursos da instituição.

Amanda Vanni, a treinadora do peludo, trabalha diariamente com Beau para que ele consiga cumprir sua função de forma eficaz.  E, como uma forma de chegar a mais alunos, o cãozinho tem contas em redes sociais como Twitter, Instagram e Snapchat.

Interagir com bichos de estimação diminuem os níveis de estresse

Muitas vezes o estresse acaba fazendo com que os estudantes abandonem suas carreiras ou tenham baixo rendimento. Por isso, muitas universidades têm como objetivo desenvolver políticas para resolver esse problema. A decisão de incorporar Beau entre a equipe de professores é uma delas.

Diversos estudos já comprovaram que interagir com mascotes aumenta os níveis de substâncias que estimulam a sensação de felicidade e bem-estar. Entre elas:

  • Serotonina. Atua como um neurotransmissor responsável por manter em equilíbrio o estado de humor. Sua deficiência pode causar depressão.
  • Betaendorfina. É produzida no sistema nervoso central e atua, principalmente, como moderador da dor. É um hormônio e neurotransmissor endógeno e opiáceo.
  • Oxitocina. Esse hormônio é responsável, entre outras coisas, por nos fazer amar, sermos fieis, compassivos e amáveis.

Além disso, acariciar ou brincar com o seu peludo diminui a quantidade de cortisol, um hormônio esteroide produzido pela glândula suprarrenal e liberado como resposta ao estresse.

Os animais têm muito a ensinar

cachorro-se-transforma-em-professor

A essa altura já não há dúvidas de que os cães têm muito para nos oferecer em diversos níveis.

E já não parece uma ideia tão estranha um cão trabalhar como professor em uma universidade norte-americana.

Não há dúvidas de que Beau será capaz, à sua maneira, de ensinar muitas cosias aos estudantes que concorrem a uma vaga nessa instituição de ensino de Los Angeles, Califórnia.

Recomendados para você