Albert, o cão cientista

A época de usar macacos para experimentos científicos de inteligência já passou. Os diversos estudos ao longo dos anos demonstram que os cães são seres muito inteligentes capazes de resolver situações difíceis. E, por isso, hoje vamos tratar de um cão muito especial: Albert, o cão cientista. 

Albert, o cão cientista e YouTube

Filhote de labrador

Autor: Hessyz

Como esse cão inteligente ficou conhecido? A resposta é: o YouTube. DogScientist.com é um canal que foi criado no YouTube em novembro de 2015 e que possui 8 vídeos desse cão inteligente realizando diversos testes e superando-os!

Quando eu vi alguns dos vídeos, de verdade, pensei em muitas pessoas que teriam que pensar por mais tempo que ele para poderem resolver os problemas.

Albert, o cão cientista e o Princípio de Arquimedes

Você conhece o Princípio de Arquimedes? Se não, nós iremos te explicar. Ele consiste na certeza de que um corpo submergido em liquído empurre para fora o liquído, ou para baixo, da mesma dimensão que o peso ou tamanho do objeto em questão. Para que serve isso? Eu não consigo pensar em nada mais prático do que serviu para Albert.

Antes de mostrarmos o vídeo, iremos te explicar um pouco. Em um tubo tapado, obviamente (porque senão que graça teria), verteram uma deliciosa canja de galinha que permitiram que Albert, o cão cientista cheirasse. Mas coitadinho! A sua língua não alcançava a sopa, isso sim, eles haviam deixado recursos que se ele soubesse como utilizar, conseguiria resolver o problema, ou pelo menos saciaria a sua fome.

Esses recursos eram umas bolas que cabiam perfeitamente no tubo e que podiam empurrar a sopa para cima ao alcance da sua língua. Isso soa complicado? Bem, Albert, o cão cientista, entendeu tudo desde o primeiro instante. Observe:

Isso não é incrível? Você entende agora por que esse belo Labrador é conhecido por Albert, o cão cientista? Compartilhando o nome com o seu colega de ofício, Albert Einstein, e não é para menos, pois a sua inteligência merece um prêmio Nobel canino.

Talvez muitos achem que Albert, o cão cientista tenha sido treinado durante muitos anos ou que esse fato tenha ocorrido por pura casualidade.

Como vocês poderão observar, no canal do YouTube que te dissemos anteriormente tem pelo menos 8 vídeos de Albert, o cão cientista resolvendo diversos problemas e se saindo bem em diversas situações.

Mais vídeos de Albert, o cão cientista

Um dos vídeos que mais me impressionou foi o chamado “Dog wants ball, dog gets ball” (o cão quer a bola, o cão pega a bola). E dentro de uma espécie de caixa retangular transparente com três alavancas de três cores diferentes (amarelo, vermelho e azul) havia uma linda e atraente bola amarela.

Essa bola sairia através da lateral esquerda se ele fosse empurrando as alavancas uma a uma. Cada alavanca levaria a bola até a seguinte, e a última para fora.

Primeiro, Albert, o cão cientista, estava nervoso. Ele metia o focinho e quase destruiu a caixa na tentativa de tirar a bola, fato que conseguiu consumar, embora não tenha sido da forma mais elegante nem da mais inteligente.

Depois, mostraram a Albert o gráfico que explicava como tirar a bola empurrando as alavancas. Ele voltou para a caixa e, dessa vez, sem esforço e sem parar para pensar, tirou a bola de primeira usando o método das alavancas que estava descrito no gráfico.

Esses são só alguns dos exemplos de que tudo que Albert, o cão cientista foi capaz de fazer. Isso mostra que os cães são animais inteligentes, isso é um fato que ninguém pode duvidar. Se você dedicar um tempo para treinar o seu cão, quem sabe, talvez ele chegue a ser o Newton dos cães, porque o Einstein dos cães já existe.