A amizade entre animais é uma das coisas mais belas do mundo

A amizade entre os animais

Os melhores estudos realizados sobre a suposta amizade entre animais da mesma espécie e de espécies diferentes, nos lembram que, embora os encontros entre animais de espécies diferentes não costumem acabar bem, e sim justamente o contrário, é possível que se formem, sob parâmetros determinados, uma amizade entre eles.

As pessoas têm especial interesse e curiosidade pelos vídeos onde veem relações com muita dose de simpatia entre animais, com grandes demonstrações de felicidade. Os seres humanos têm certa propensão a ver a felicidade na natureza, a observar nela exemplos de animais felizes, e interagindo entre eles.

Sejam da espécie que forem, os animais não são rancorosos, nem vingativos, nem soberbos, nem julgam antecipadamente. Portanto, podem estar propensos a relações amistosas entre eles com certa cordialidade. Tudo o que fazem, realizam com naturalidade.

Todos já vimos casos de casais muito diferentes entre si, e nos surpreendeu a naturalidade com que interagiam entre eles.

A natureza surpreendente

Cão e gato abraçados

A amizade entre animais de espécies diferentes é pouco frequente, mas ocorre. O mundo natural está acostumado a nos surpreender com amizades que, a princípio, seriam impensáveis: elefantes que ajudam a cães doentes, tartarugas com bebês de hipopótamos, etc.

As demonstrações mais usuais de amizade entre animais de espécies diferentes costumam vir de animais em cativeiro, que estiveram sempre juntos ao longo de suas vidas. Conheceram-se quando eram filhotes, e o próprio cativeiro e o contato constante tornou possível o surgimento dessa amizade.

Segundo esta ideia de cativeiro, a explicação à suposta amizade entre animais de espécies diferentes é a busca de consolo entre eles. Com o passar do tempo e a convivência, os animais vão aprendendo a brincar juntos e vão ganhando um carinho especial uns com os outros, procurando uma forma de se comunicarem, embora isso seja só para aliviar a sensação de solidão e cárcere.

Necessidade de socialização

Assim como ocorre com as pessoas, os animais também têm uma necessidade de relação social. Se um urso estiver sozinho em uma jaula, seja do tamanho que for, a carência de interagir com outro ser vivo que não seja um humano levará o urso a acolher de uma forma positiva a qualquer animal que tenha ao seu lado. As mesmas carências afetivas que pode ter uma pessoa, as espécies do mundo animal também manifestam.

Teorias sobre a amizade entre espécies

Outras teorias sobre estas questões nos falam que as relações entre espécies diferentes são mais propensas que entre animais da mesma espécie. Por exemplo, um leão não faz especial questão de uma amizade com outro.

Os animais são especialmente seletivos com os indivíduos que se aproximam deles, e resistentes a outros exemplares da mesma espécie e do mesmo sexo que eles.

Entre as espécies mais propensas a terem uma amizade com outros indivíduos diferentes deles estão os cães, os leões e os elefantes.

Casos de amizade entre animais

Elefantes

São muitos os vídeos que circulam na internet sobre animais de espécies diferentes. Entre eles está o caso do elefante Bubbles e da cadela labradora Bela, que formaram uma amizade duradoura depois do resgate do elefante das garras de caçadores; ou casos ainda mais incríveis, como a relação amistosa entre uma girafa e um avestruz, que convivem em uma área de mais de 65 hectares, onde não teriam por que se encontrarem se não quisessem e, entretanto, escolheram viver juntos.

Como dizíamos, os cães são especialmente propensos à amizade com indivíduos de outras espécies. O cão Tinni convive com uma raposa selvagem, se tornaram amigos ao se conhecerem nos bosques da Noruega. Neste caso não há cativeiro, os dois animais se encontram e brincam de uma forma totalmente voluntária.

O cão Torque fez amizade… com uma coruja! Quando era muito pequeno. E o labrador Fred acolheu a um patinho quando este ficou órfão. Fred já contava com uma experiência prévia, pois tinha adotado a um bebê de veado antes.

A natureza nos surpreende, e, como acontece em muitos casos, a realidade está acostumada a superar a ficção. Deveríamos aprender muito com o que os animais nos mostram, no ambiente hostil em que nós os humanos estamos acostumados a viver.