Filhotes que são usados e descartados, não abandone!

Filhotes que são usados e descartados

Quem de nós em alguma ocasião já não parou em uma loja de animais para ver os cachorrinhos que eles vendem? Não são lindos? Um cãozinho, sem importar a raça a qual pertence, sempre é algo bonito de se admirar. Esta beleza leva a muitos a comprar de maneira impulsiva sem pensar na responsabilidade que implica a posse de um ser vivo. Isso pode dar lugar à insustentável situação dos filhotes que são usados e descartados.

Esta compra compulsiva nos leva a um mal que continua enraizado na sociedade: o abandono. E esta é apenas uma das trágicas consequências de comprar animais de estimação em lojas. E sobretudo, de fazer isso de forma impulsiva sem pensar em tudo o que isso implica.

Por isso, se começou a falar de uma das formas de abandono como a dos filhotes que são usados e descartados. Por que? Porque há quem se apaixone por um filhote em uma loja, o compra e quando este cresce, ou por não ser tão bonito, por crescer além do esperado ou por ter uma personalidade que não agrada a seus donos, ele é abandonado.

O que está acontecendo na nossa sociedade? Não dizem que o homem é o melhor amigo do cão? Eles já provaram ser os nossos melhores amigos, e nós? O que fazemos para demonstrar isso?

O perigo de comprar filhotes em lojas

adotar-filhotes

Deixando de lado o abandono, falemos sobre o que implica comprar cachorrinhos em lojas. É certo que os cães de raça são muito bonitos, e os olhos são sempre o primeiro órgão através do qual temos contato e nos “apaixonamos” por algo ou por alguém.

Quando alguém quer um cão de raça e tem dinheiro para isso, se esquece de que há centenas de filhotes em associações protetoras, canis e demais locais que estão procurando um lar. Possivelmente não sejam de raça, mas são tão ou mais belos do que os que têm pedigree.

Comprar um filhote em uma loja nos faz colaborar de maneira involuntária com os criadouros de animais. Nesses locais eles utilizam às fêmeas simplesmente para parir, e o fazem dezenas de vezes em sua vida. Quando chega o momento que já não podem mais servir a esse propósito, elas são sacrificadas, sem importar a idade que têm.

Os filhotes que elas tiveram são submetidos a um processo de seleção. Os que não são “perfeitos” são sacrificados ou abandonados a própria sorte, já que nas lojas eles apenas expões os mais bonitos. Lembre-se que tudo entra primeiro pelos olhos…

Quando então são escolhidos os que irão às lojas, estes são levados em um caminhão em condições insalubres, trancados em jaulas junto a dezenas de outros filhotes, sem espaço vital e muito menos espaço para se moverem, tendo que fazer todas as suas necessidades lá mesmo, sem água e sem comida. Na verdade, nestas viagens apenas sobrevive a metade desses filhotes.

Entretanto, lá estão muitas pessoas, olhando as vitrines e pensando em qual será o filhote que levarão para casa, sem importar o quanto ele irá custar.

Filhotes que são usados e descartados

filhotes

E uma vez com o filhote em casa, o que acontece? Bem, tudo é ilusão a princípio, um companheiro, alguém que fica feliz quando você chega em casa, mas…. Também estão lá os xixis e as fezes por todo o lar, que depois de certo tempo começam a incomodar.

As vacinas, o chip, custa caro ter um filhote! Levá-lo para passear 3 vezes ao dia, não poder sair aos finais de semana por não ter com quem deixá-lo e uma infinidade de outras responsabilidades que parecem não pensar aqueles que compram impulsivamente um cão.

O que acontece então? Como os filhotes implicam em se ter responsabilidade e como já estão crescendo, já não são tão belos e fofinhos como antes, eles são abandonados. Se tornam então os filhotes que são usados e descartados.

Por favor, se você está pensando em adotar um filhote, medite bem nas responsabilidades que terá, não colabore com os criadouros de animais comprando em lojas e, é óbvio, por favor, por favor, não abandone!