“Guau! Qué perros”, o novo aplicativo que estimula a adoção

Você já sabe que, nós, do blog Meus Animais, somos partidários da adoção, pois são muitos os animais sacrificados a cada ano e, com essa prática, poderíamos salvar muitos deles. É por isso que nós adoramos informar vocês sobre novas alternativas que estimulam a adoção, como por exemplo, o Guau! Qué perros, um novo aplicativo que “promove” a adoção.

É claro que você deve estar um pouco surpreso. Por isso, se você quiser saber mais sobre esse novo aplicativo, não deixe de ler este artigo. Acreditamos que a melhor forma de tratar dessa novidade é entrevistando o criador dessa grande iniciativa.

Tudo sobre Guau! Qué perros, contado por seu inventor

aplicativo para encontrar cães perdidos

Para saber mais sobre esse aplicativo, transcrevemos as respostas de Darío López Pardial, um jovem de 25 anos, natural de Granada, na Espanha, que foi o criador dessa iniciativa.

Pergunta: Por que você acha que esse aplicativo é necessário?

Resposta: Claro que ele é necessário. Se você acessar qualquer rede social, verá que os abrigos e associações protetoras dos animais estão sobrecarregados de trabalho. Guau! Qué perros permite que, com um apenas um clique, eles possam “divulgar” seus cãezinhos de forma mais fácil.

Pergunta: Como funciona o aplicativo?

Resposta: Ele é um aplicativo que poderá ser usado pelas associações protetoras de animais e pelos usuários. As associações protetoras poderão postar fotos de seus cãezinhos e classificá-los em três categorias: perdidos, abandonados ou encontrados. Logo, os usuários poderão fazer a adoção, buscando e filtrando o tipo de cachorro, a cor, a cidade, a zona, etc.

Pergunta: Está bem, ele parece genial, mas como isso poderá divulgado?

Resposta: Toda vez que um cachorro for adicionado ao aplicativo, ele irá aparecer automaticamente nas páginas do Twitter e Facebook de Guau! Qué perros. Além disso, será possível compartilhar quantas vezes quiser e, assim, a divulgação poderá ser ainda maior.

Na verdade, quando eu inventei esse aplicativo, não achei que teria tantos downloads diários e que fosse ser tão bem recebido pelos usuários. É provável que se continuar assim, logo será possível incluir gatos e outros animais de estimação.

Pergunta: Como você sente depois de criar um aplicativo que ajuda os animais?

Resposta: Eu me sinto bem, embora eu nunca saiba com certeza se o animal foi adotado ou não graças ao meu aplicativo. Contudo, recebo cartas e e-mails, nos quais me agradecem pelo meu trabalho e esforço dedicado. Isso sim me anima muito!

Pergunta: Por que você acha que, principalmente, na Espanha, é necessário haver mais adoções de animais?

Resposta: Embora me deixe triste dizer isso, já que é o meu país, a Espanha é um dos países europeus onde mais acontece o abandono de animais. E isso não é algo impossível de ser combatido. Por exemplo, na Holanda não há cachorros de rua nem denúncias de abandono. Acho que o Guau! Qué perros pode ser um grãozinho de areia nesse projeto de erradicação desse mal tão comum.

Pergunta: Você conseguiu alcançar o que queria com este aplicativo?

Cães adotados no exterior

Resposta: Essa é uma pergunta difícil, pois não dá para saber como irá se dar o uso de um aplicativo que chega a qualquer parte do mundo e que pode ser usado por qualquer um. O mais difícil é conseguir com que todos entendam para que ele serve e que saibam usá-lo corretamente. Embora não haja muitas associações de animais que levem esse aplicativo a sério, parece que pouco a pouco esse número vai aumentando. Temos que esperar.

Pergunta: Ele só funciona em Android ou também em iOS?

Resposta: No momento, ele só funciona em Android. A Apple continua sem facilitar as coisas para os desenvolvedores de aplicativos e os obrigam a usar os seus produtos e a pagar para manter o aplicativo. Isso não significa que não faremos um aplicativo para a Apple, mas teremos que esperar para ver a sua aceitação.

Bom, o caso de Darío nos mostra que querer é poder, e que embora o abandono ainda seja um grande mal, cada um de nós pode fazer a sua parte para evitá-lo e para ajudar a estimular a adoção. E você? Já tem o Guau! Qué perros? Baixe agora mesmo esse aplicativo!

Fonte da imagem principal: www.diariomascota.com