Por que os gatos têm o costume de arranhar?

Conviver com animais de estimação tem inúmeros benefícios e pode produzir uma grande quantidade de bons momentos. É por isso que escolhemos compartilhar nossa vida com os animais. Embora nada nem ninguém seja perfeito, há detalhes que podem chegar a perturbar durante o cotidiano e a convivência.

Uma das coisas que pode produzir bastante estresse é quando um gato arranha as unhas sobre os móveis, o estofamento do sofá ou outros elementos da casa. Mas, por que fazem isso?

Por que os gatos têm o costume de arranhar objetos?

Gatinho

As unhas são de vital importância para seu felino. Eles as utilizam para trepar, defender-se e para caçar. Por esse motivo, é normal que queiram mantê-las em ótimo estado.

Os felinos têm garras retráteis, que ficam escondidas ou encravadas quando não as utilizam. O crescimento é constante e é em camadas. Essa é a explicação fundamental para eles arranharem tudo que o veem pela frente. Estão removendo as unhas velhas e mantendo as novas em bom estado.

Sabemos que a higiene nos gatos envolve todo um ritual. Os bichanos dedicam grande parte do dia à higiene; ou seja, manter unhas em forma é parte desse ritual.

Num ambiente natural, os gatos afiam suas garras, em geral, em troncos de árvores. O problema é que dentro de casa não crescem árvores…. E aí, no lugar de reprimir uma atitude normal do seu animal de estimação, ofereça-lhe elementos para que arranhe as unhas e, assim, pouco a pouco (não esqueça que é um animal de hábitos) ele deixará de arranhar os móveis.

Então, se você não tem uma árvore perto, deve comprar um arranhador num petshop ou fazer um você mesmo. Você também pode conseguir um pedaço de tronco ou poste.

Se você decidir e tiver tempo livre, construa uma árvore artificial para que possa seu bichinho trepar, arranhar, se esconder e dormir. O ideal é que, com ou sem árvore artificial, deixe um canto de sua casa para seu felino brincar, onde ele se sinta seguro e se diverta tranquilo com brinquedos e arranhadores.

Tenha em conta que o objeto que proporciona o arranhar deve ficar bem fixo ao chão, para que seu gato possa fazer esta atividade sem problemas. Se o objeto se mexer, é possível que o felino não o utilize.

Outras razões para que os gatos arranhem

Gatinho dormindo

Cuidar das unhas não é a única causa para arranhar as superfícies que nossos amigos felinos adoram. Também podem o fazer para:

  • Marcar território

Os gatos têm, nas suas patas, glândulas pequenas que, quando eles arranham os objetos, deixam uma marcação olfativa que os humanos não podemos perceber. Tenha em conta que marcar o território é uma ação social.

Dessa maneira os felinos deixam o sinal por duas razões, visual e olfativa, em lugares que considerem estratégicos, sobretudo se forem áreas verticais. É uma forma de se sentirem seguros em seu espaço.

Para os gatos, é muito importante que o entorno lhes proporcione segurança, que não seja ameaçador. Por isso, marcam o território como um símbolo de domínio diante de outros felinos. Este tipo de marcação pode piorar se eles decidem praticar também com a urina. Mas, esse é um tema para outro artigo.

  • Relaxar

Quando os felinos arranham as unhas, em geral, estiram todo o corpo. Esta ação permite-lhes liberar o estresse e se sentir relaxados e felizes.

Você já sabe que deve ter um pouco de tolerância com seu gato enquanto ele arranhar seus móveis enquanto se acostuma a usar o raspador. Lembre-se que manter as unhas em bom estado é uma coisa de vital importância no universo felino.

Por esse motivo, esqueça qualquer impulso de querer remover as unhas do seu animal para preservar os objetos da casa. Se alguém te aconselhar a fazer isto, não leve em conta. Isso não vai trazer nenhum benefício para seu animal de estimação.

Pelo contrário, engordará o bolso de quem realiza a operação e seu gato sofrerá um dano irreversível.

Esta prática, conhecida como desungulação, implica em cortar parte do osso para poder extrair as garras. E é uma verdadeira crueldade para o animal, visto que, uma ferramenta fundamental para sua vida cotidiana está sendo removida, deixando em grave risco o equilíbrio mental e emocional do animal.