5 legumes permitidos para os gatos

· junho 21, 2015

Quando se trata da alimentação dos gatos, especialistas recomendam uma dieta feita exclusivamente de alimentos específicos para eles (rações).

Recomendam também misturar a ração sólida com a úmida e alternar os sabores, para que o animal não enjoe.

Entretanto, alguns donos optam por variar a dieta do animal com alimentos caseiros, seja de maneira parcial ou total. Neste artigo, falaremos sobre os legumes permitidos para os gatos.

Afinal, alimentar o seu gato pode se tornar uma verdadeira dor de cabeça, sobretudo porque são animais com um paladar exigente.

Na natureza, eles se alimentariam de outros animais menores, em geral de passarinhos, roedores, insetos e alguns répteis.

Entretanto, complementariam sua dieta consumindo algumas plantas e flores, pois ajudam a regular o sistema digestivo.

Apesar disso, gatos são quase que exclusivamente carnívoros e seu organismo não foi feito para processar vegetais.

Sobretudo porque têm um intestino muito curto e, se demorarem muito para metabolizar alguns alimentos, sua saúde fica prejudicada.

Isso não quer dizer que todos vegetais façam mal; na verdade, alguns terminam sendo muito benéficos. Apresentaremos alguns aqui:

Cenoura

A cenoura, além de saborosa, é rica em vitamina A. O que é extremamente benéfico para os olhos.

Normalmente, os animais com carência de vitamina A terminam desenvolvendo distúrbios visuais em idades mais precoces do que aqueles que consomem esse vegetal com regularidade.

Esta vitamina também faz bem para o cabelo, melhora a qualidade da pele e da pelagem, e também beneficia o funcionamento de alguns órgãos.

A cenoura também é uma boa opção para gatos com excesso de peso e, apesar de ser doce, sua glicose é metabolizada mais rápido do que a de outros vegetais.

Abobrinha está entre os legumes permitidos para os gatos

Gato comendo grama

Abobrinhas são hortaliças ricas em água, fósforo, ferro e cálcio, que ajudarão a o animal a manter as articulações, a musculatura e os ossos saudáveis.

Ela também contribui com vitamina A e vitamina C em altas quantidades, o que melhora a qualidade da pele, do pelo, dos ossos, previne o envelhecimento precoce e melhora o processo de cicatrização.

Além disso, sua alta concentração de fósforo beneficia a saúde do cérebro, melhorando o audição e, de passagem, o equilíbrio, que é fundamental para os felinos.

Acelga

A acelga é um vegetal extremamente nutritivo. Como a cenoura, também  é rica em vitamina A, que beneficia a visão, a pelagem e fortalece o sistema imunológico.

Por ter propriedades antioxidantes, seu consumo frequente protege o organismo de infecções e retarda o avanço de enfermidades degenerativas.

Além disso, a acelga também possui muita água, proporcionando mais hidratação para o corpo.

Os gatos nem sempre gostam de tomar água, chegando inclusive a precisar ser monitorados, para garantir que estejam ingerindo a quantidade suficiente de líquido.

Assim, através do consumo da acelga, garante-se um pouco mais de hidratação.

Beterraba é um dos melhores legumes permitidos para os gatos

A beterraba não lhes fará mal, desde que seja consumida de forma moderada. Isso por causa de seu alto teor de glicose.

Apesar de ser saudável, pode ser tóxica se consumida em grande quantidade, e é melhor não correr riscos.

Recomendamos dar beterraba ao seu gato uma vez por semana, pois os benefícios que este tubérculo oferece são enormes.

A beterraba ajuda a regular a pressão sanguínea e faz bem para felinos com problemas cardíacos ou arteriais.

Da mesma forma, ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e a relaxar os músculos. Precisamente por essa propriedade, é recomendada para ajudar a diminuir as inflamações.

A beterraba também protege os órgãos internos, melhorando seu funcionamento, por isso, pode prevenir uma grande quantidade de doenças crônicas.

Ervilhas são permitidas para os gatos

Gato e cachorro observando mesa

As ervilhas são um complemento ideal para a carne, por seus altos níveis de vitamina C e vitamina A.

Do mesmo modo, elas  contribuem com muita fibra, que será ideal para regular o aparelho digestivo e melhorar o funcionamento dos intestinos de seu gato.

Além disso, as ervilhas têm propriedades que ajudam a limpar o açúcar do sangue e a reduzir a presença de colesterol.

Essa é uma qualidade extremamente valiosa, já que os gatos não contam com enzimas suficientes para processar os açúcares.