A limpeza do cão sem precisar de banho

setembro 10, 2017

Todos os bichos de estimação precisam seguir rígidas rotinas de higiene e de limpeza para serem capazes de ter uma vida plena e de qualidade. Tão importante quanto manter hábitos alimentares saudáveis, o asseio do cachorro é essencial para seu pet ser feliz.

Hoje em dia, o método tradicional de usar água e sabão para dar banho não continua apenas sendo o mais utilizado como também, realmente, é o mais eficaz.

No entanto, quando não se tiver tempo o suficiente, se as condições climáticas forem adversas, ou quando se tratarem de motivos de “força maior”, existem algumas alternativas para o método tradicional de asseio. Pode-se recorrer a essas opções de vez em quando, para não deixar de lado a higiene e a saúde dos cães domésticos.

Passar a escova nos pelos dos cães é tão importante quanto usar a água

Escovar os pelos dos cães periodicamente não é apenas uma estratégia de asseio fundamental como também é uma das melhores formas de fortalecer o vínculo afetivo entre o animal e o seu dono.

De acordo com as características apresentadas por cada espécime, a frequência pode variar. As raças de pelo curto podem ser escovadas apenas duas vezes por semana, usando para isso uma escova com cerdas macias e um pente de dentes finos.

Os cães com pelo de tamanho médio, precisam ser escovados pelo menos quatro vezes por semana, utilizando uma escova mais forte e um pente de dentes largos.

Os cães com pelo longo e espesso devem ser submetidos a essa rotina todos os dias. Para isso, você deve ter à disposição uma escova com cerdas macias e um pente com dentes largos. Vale a pena ter utensílios projetados para desenrolar emaranhados de pelos.

Os benefícios da limpeza do cachorro

No caso da limpeza do cachorro, essa ação remove não só pelos mortos, permitindo o nascimento de pelos novos, como também traz benefícios e também diminui a sujeira e a formação de caspa.

Ao mesmo tempo em que é um mecanismo que permite observar o estado da pele do cachorro e perceber a presença de qualquer anomalia nela.

Em linhas gerais, é ilimitado o número de vezes que você pode escovar o pelo do seu cachorro. Se você tiver tempo e vontade de fazer isso, pode escovar todos os dias os pelos dos cães de pelo curto ou médio, se for o caso do seu pet.

Para que o bicho de estimação se sinta mais confortável, durante a escovação do pelo, e também para que seja mais prático para seu dono, deve-se reservar uma mesa, onde o cão possa ficar posicionado para ser escovado. Além disso, esse ato vai abrir um precedente positivo: os cães vão associar subir na mesa com um momento prazeroso que passa junto com o seu dono. Ao adquirir esse hábito, quando o cão tiver que ir ao veterinário, ele não apresentará resistência para ficar na maca.

Um benefício adicional: pentear os cães melhora a circulação sanguínea do animal.

O banho seco

A opção de utilizar produtos para o asseio do cachorro sem ter que molhá-lo também é perfeitamente válida.

No mercado de produtos para bichos de estimação existe um bom número de xampus para banhos secos muito eficazes. Sua aplicação é relativamente simples: primeiro, você deve pentear o pelo do cão e desenrolar a pelagem dele. Em cima de uma toalha de algodão úmida esfregue o líquido (muitos vêm na forma de spray) e aplique no animal. Você deve começar pelo dorso, em seguida, pelas patas, rabo e, por último, o rosto dele.

Em seguida, com uma toalha úmida, você deve remover todo o xampu.

Essa ação pode ser repetida quantas vezes for necessária. Para finalizar, outra sessão de escovação dos pelos do cachorro.

Somente podem ser usados produtos voltados exclusivamente para cães. Em nenhuma hipótese pode ser aplicado xampu ou cremes fabricados para uso humano.

Papel da alimentação na limpeza do cachorro

O bom estado de saúde dos bichos de estimação, em grande parte, depende da boa alimentação que eles têm. Uma dieta balanceada, pela qual eles obtêm todas as vitaminas e minerais necessários para uma vida plena, traz benefícios a curto, médio e longo prazos.

O grau de limpeza dos cães, o estado de sua pele e pelagem, assim como os odores que ele exala, são consequência em boa parte do que ele come.

Alguns donos de cães podem chegar a reclamar do fedor dos seus animais. Muitas vezes, podem até não acreditar nisso ou afirmar que ele penteia os pelos do animal ou dá banho nele regularmente.

Muitas vezes, o problema se encontra na ingestão de alimentos baratos e de má qualidade. Por um lado, eles oferecem todos os nutrientes que o animal precisa, por outro lado, provocam nele problemas digestivos. As consequências podem se expressar não só na forma de flatulências frequentes, como também pelo odor que ele exala de sua pele.