Bichos de estimação e decoração

· fevereiro 25, 2018

Ter um bicho de estimação não significa que devamos viver numa casa suja e bagunçada. Integrar, organizar e planejar são as palavras-chave na hora de criar as condições para que eles e nós possamos viver em perfeita harmonia. Bichos de estimação e decoração podem coexistir.

Além disso, as casas dos donos de bichos de estimação devem contar com determinadas especificações e adaptações de acordo com o espécime que tenham adotado. A seguir, vamos apresentar algumas ideias para superar esse desafio e não morrer na praia.

Eles devem ter seu próprio espaço

Espécies como os cães e os gatos tendem a ser muito territoriais. Isso torna mais fácil entender que precisamos dedicar um espaço físico onde possam dormir, comer e fazer suas necessidades. Na verdade, adestramento e território são dois elementos que andam lado a lado.

gatos adoram jogar as coisas

Por fim, gerenciar o seu adestramento e comportamento em casa vai depender do lugar que reservarmos para ele ficar, que, por sua vez, também deve se adaptar ao nosso estilo de vida. Além disso, temos que arrumar a casa de tal maneira que fique fácil limpar os espaços reservados a eles.

Isso não tem nada a ver com o fato de sacrificar um quarto ou uma área da casa que vai cheirar mal e parecer desorganizado o tempo todo. Com asseio e organização, os donos são capazes de integrar esse espaço ao restante da decoração e do conceito de lar.

É preciso definir alguns pontos desde o início

Tamanho e raça são aspectos centrais a considerar quando adotamos um bicho de estimação para viver conosco. Nosso novo animal de companhia dever ter características que lhes permitam adaptar-se ao nosso lar.

Um erro comum é colocar um Golden retriever, ou um husky siberiano em um espaço tipo um kitinete. Enquanto forem pequenos, os prejuízos serão menores. No entanto, com o passar do tempo, tanto o animal quanto o dono poderão se sentir sufocados.

Da mesma forma, a raça de nosso bicho de estimação deve estar de acordo com o clima em que vivemos e dentro do nosso lar. Devem ser criadas condições que favoreçam a facilidade de convivência.

Bichos de estimação e decoração: como criar seu próprio espaço

Os lugares que destinaremos para que eles comam ou façam suas necessidades devem ser bem arejados. Caso contrário, o espaço vai ficar impregnado de um fedor característico e isso vai tirar nossa motivação na hora de redecorar ou limpar o local.

Além disso, se formos ter bichos de estimação com garras, o melhor é utilizar móveis que tenham na base materiais duros, como a madeira. A ideia é evitar que nosso pequeno amiguinho rasgue o tecido e outros produtos leves.

Outro ponto importante é fazer com que os objetos que possam quebrar fiquem longe do alcance de suas patas e caninos. Tapetes pequenos, armários resistentes e um aspirador de pó vão possibilitar a vida em conjunto mais agradável, limpa e saudável.

Uma decoração de acordo com nosso bicho de estimação

Depois de encontrar o nosso inquilino de quatro patas, poderemos empreender algumas reformas em função dele. Estamos nos referindo a se concentrar nos detalhes-chave do design de interiores em relação ao aspecto do bicho de estimação. 

Por exemplo: pintar paredes da mesma cor da sua pelagem, utilizar objetos decorativos com o formato das suas manchas. Além disso, colocar alguns objetos que façam alusão à sua espécie são algumas das tendências mais eficazes.

O que que vai acontecer: o cão ou o gato vão estar de acordo com o estilo de nossa sala de estar, cozinha e demais cômodos. Tudo estará em harmonia, e, além disso, vai se tornar a temática principal do lar. Bichos de estimação e decoração pode ser a combinação perfeita.

Cachorro ao lado de vaso de planta

Design de interiores para animais domésticos

Existem designers e linhas inteiras de mobília dedicadas a atender o mercado inovador formado por quem ama os animais. As casas de cães e as caixas de areia já não são rudimentares.

Um pequeno móvel para gato, uma casa para cão estilizada, ou um criado-mudo que, por dentro, se torna uma cama para bicho de estimação pequeno. Essas são só algumas das ideias que podemos encontrar com a ajuda das redes sociais.

Falamos de profissionais, marcas e iniciativas que buscam mudar a forma como convivemos com espécies domesticadas. A partir desse ponto de vista, bichos de estimação e decoração de qualidade andam juntas.

Em suma, ter um animal de companhia e um lar cheio de estilo é possível se planejarmos bem desde o início. O asseio, a determinação, e certo investimento financeiro vão ser mais do que suficientes, mas vão ter que ser constantes…

Bichos de estimação e decoração? Só resta pôr mãos à obra.