Bolas de pelo na barriga do coelho: o que fazer?

O aparecimento de bolas de pelo no estômago de coelhos pode causar um sério problema de saúde. Convidamos você a descobrir o que pode ser feito para ajudar esses animais contra os tricobezoares.
Bolas de pelo na barriga do coelho: o que fazer?

Última atualização: 11 Outubro, 2021

Os coelhos são animais muito caprichados e a rotina de higiene que realizam lhes permite manter o pelo limpo. No entanto, isso também tem suas desvantagens, como a formação de bolas de pelo no estômago do coelho após repetidas higienizações.

Como acontece com os felinos, esses animais passam muito tempo se higienizando todos os dias. Por esse motivo, é bastante comum que esse animal engula muitos pelos soltos. Prevenir ou ajudar a eliminar essas bolas é fundamental para a saúde dos coelhos, e aqui vamos mostrar como fazer isso.

O que são as bolas de pelo no estômago de um coelho?

As bolas de pelo, também conhecidas como tricobezoares, são massas sólidas compostas por pelos que se instalam em qualquer parte do sistema digestivo do animal. Esse acúmulo é produzido pelo próprio coelho, porque em seu hábito de catação ele engole involuntariamente os pelos soltos do seu corpo.

As bolas de pelo no estômago do coelho são um problema potencialmente sério. Isso ocorre porque essa formação pode se acumular no trato intestinal e no estômago, causando uma obstrução. O problema se agrava se for levado em consideração que os coelhos não são capazes de vomitar.

Os gatos têm um pouco mais de facilidade quando se trata de expelir bolas de pelo, pois conseguem vomitar.

No entanto, os especialistas lembram que os tricobezoares não devem ser confundidos com a estase gastrointestinal. A estase gastrointestinal causa uma desaceleração dos alimentos através do trato digestivo, mas não é provocada por uma obstrução física, como as bolas de pelo. Seu aparecimento é causado por uma alteração nas bactérias gastrointestinais do animal.

Em muitos casos, a maior parte do pelo que os coelhos engolem viaja pelo trato intestinal e é expelido nas fezes. Para que esse equilíbrio seja mantido, é fundamental que esses animais tenham uma dieta rica em feno e outros alimentos que lhes forneçam fibras.

Caso contrário, bolas de pelo se formarão no estômago do coelho, e, como tutores do animal, teremos que tomar medidas. Para isso, o principal é estar atento aos sintomas. Confira mais informações nas linhas a seguir.

Um coelho na maca de um veterinário.

Sintomas de bolas de pelo em coelhos

Alguns dos sinais que podem indicar que o seu coelho está bolas de pelo no estômago são os seguintes:

  • Perda o apetite e deixa de comer.
  • Não defeca regularmente, pode até parar por dias.
  • Está com o abdômen inchado.
  • Os excrementos têm pelos presos.
  • Está apático.
  • Recusa-se a se mover.
  • Mostra sinais de dor abdominal.

Caso perceba algum desses sintomas, você deve levar seu coelho a um centro veterinário imediatamente, sendo aconselhável a escolha de um profissional especializado em animais exóticos. Os tricobezoares podem não ser o motivo final, mas qualquer um desses sinais é uma indicação de que algo não está bem com a saúde do coelho.

Como prevenir as bolas de pelo em coelhos

As bolas de pelo no estômago do coelho podem ser evitadas seguindo algumas dicas. Confira quais são elas abaixo.

Comida e água

Se você deseja evitar a formação de tricobezoares em coelhos, uma dieta correta é fundamental. A dieta desse animal deve ser rica em fibras e pobre em carboidratos.

O feno será a base principal da sua alimentação, mas você também deve incluir vegetais e frutas frescas em sua vida diária. Dentro do grupo das frutas, deve-se destacar que nesses casos o abacaxi e o mamão são muito benéficos, desde que sejam dados em pedaços pequenos 1 a 2 vezes por semana.

Além disso, manter o coelho bem hidratado é fundamental. Tudo isso beneficia o seu trato intestinal e facilita a movimentação e expulsão das bolas de pelo, pois ao estarem mais úmidas são eliminadas com mais facilidade.

Escovação regular

Escovar os pelos do seu animal regularmente ajudará a remover os pelos mortos que, consequentemente, não serão ingeridos. As escovas a serem utilizadas vão depender do tipo de pelagem do coelho, embora as cerdas metálicas sejam geralmente as mais eficazes na hora de retirar a pelagem solta.

Durante os períodos de queda, a escovação deve ser feita com mais frequência do que o normal. Isso porque a queda será mais abundante, e haverá uma chance maior de o animal engolir pelos ao se lamber.

Exercício e jogos

A atividade física favorece a motilidade gastrointestinal, assim como a digestão do animal. Tirar o coelho da gaiola todos os dias durante várias horas e permitir que ele corra em um espaço amplo o ajudará nesse aspecto, assim como em sua saúde geral. Da mesma forma, fornecer brinquedos apropriados enriquecerá sua atividade diária.

Ambiente tranquilo e saudável

O estresse em coelhos pode levar à perda de pelo de animais de estimação. Portanto, proporcionar ao animal um ambiente calmo e saudável o ajudará a se equilibrar emocionalmente.

O animal deve ter um local de descanso tranquilo na casa, longe de ruídos e possíveis predadores (outros animais de estimação). Além disso, a temperatura ambiente deve ser adequada e sua gaiola deve ser mantida limpa o tempo todo.

O que fazer com bolas de pelo no estômago do coelho

Os métodos de prevenção mencionados também são úteis se for detectado ou percebido que o coelho está com bolas de pelo no estômago. Contudo, é fundamental que o veterinário seja consultado, pois se ocorrer uma obstrução grave, o animal provavelmente terá que se submeter a uma cirurgia.

Além de tudo o que foi dito, existe um suplemento alimentar muito eficaz no tratamento dos tricobezoares. Trata-se do malte para coelhos, e para encerrar o espaço vamos contar para você no que isso consiste.

O que é o malte para coelhos?

O malte para coelhos é uma pasta espessa à base de plantas que você pode comprar em lojas de animais. É vendido em formato de bisnaga, como se fosse uma pasta de dentes, o que facilita a sua dosagem.

O malte é frequentemente usado em coelhos adultos. Para fornecê-lo, o ideal é consultar um veterinário ou seguir as recomendações do fabricante. Contudo, o usual é administrá-lo de 1 a 2 vezes por semana em épocas normais e aumentar para 3 ou 4 vezes nas fases de troca de pelos.

Lembre-se de que seu sabor não costuma ser muito agradável para os coelhos. Polvilhar um pouco de malte em cima da comida não é uma boa ideia, pois o animal pode começar a rejeitar a comida. O que geralmente se aconselha é espalhar um pouco de malte na pata do coelho. Quando ele sentir o seu toque, vai querer se livrar dele e não terá escolha a não ser lamber as patas.

Bolas de pelo no estômago do coelho são muito prejudiciais.

Os coelhos afetados por um grande número de tricobezoares ou qualquer outro elemento que obstrua o trato intestinal terão suas vidas seriamente prejudicadas se medidas não forem tomadas a tempo. Colocar a sua saúde nas mãos de um profissional será fundamental para evitar que isso aconteça, por isso não demore para procurar o veterinário se detectar no seu bichinho algum dos sinais acima mencionados.

Pode interessar a você...
10 curiosidades sobre nossos amigos coelhos
Meus Animais
Leia em Meus Animais
10 curiosidades sobre nossos amigos coelhos

Os coelhos se tornaram, nos últimos anos, um dos nossos animais de estimação favoritos, devido ao seu tamanho e por não necessitarem de muitos cuid...