Cadela agressiva após o parto: causas e soluções

Encontrar uma cadela agressiva após o parto costuma ser motivo de preocupação, pois até agora ela certamente não se comportava assim. Aqui você pode descobrir por que isso acontece e como resolver a situação.
Cadela agressiva após o parto: causas e soluções

Última atualização: 20 Agosto, 2021

A chegada de filhotes em casa é tão avassaladora quanto alegre. No entanto, o desejo de segurar os pequeninos e dar atenção a eles pode fazer com que a cadela fique agressiva após o parto. A maioria das pessoas pode se perguntar mas por que se eu não quero machucá-los e ela sempre confiou em mim?

O parto não é apenas um momento especial para a família: a cadela passa por uma fase extremamente dolorosa e enfrenta uma série de mudanças hormonais que modificam seu comportamento. Ficar agressiva é completamente natural, então nós, humanos, é quem devemos nos adaptar. Aqui você poderá descobrir como.

Por que a cadela fica agressiva após o parto?

Pode ser surpreendente – e até assustador – quando uma cadela geralmente calma e amorosa se torna agressiva após o parto. É fácil adivinhar que o instinto que a move é a proteção dos filhotes, já que comportamentos agressivos aparecem quando alguém se aproxima deles.

Durante a gravidez, os níveis de progesterona no sangue da fêmea canina ficam elevados, pois é o hormônio que é secretado para o processo de gestação. Quando chega a hora do parto, a pressão de um filhote contra o colo do útero cria um aumento na oxitocina, o hormônio responsável pelas contrações.

Nesse momento, a progesterona cai e a oxitocina permanece alta durante o trabalho de parto e a amamentação. Além dos processos de parto e segregação do leite, esse hormônio favorece a criação de vínculos maternofiliais, o que por sua vez explica o comportamento protetor da fêmea com seus filhos.

 

Uma cadela amamentando seus filhotes.

Estresse em cadelas após o parto

Uma cadela agressiva após o parto não está agressiva apenas por causa da mudança hormonal: ela pode estar sob estresse. Para cuidar dos seus filhotes recém-nascidos, a paz de espírito é essencial para ela.

Se a fêmea não se sentir confortável, você a verá esconder os filhotes ou movê-los para outro local. Também é comum notá-la inquieta ou, é claro, agressiva com outros membros da família.

Ansiedade na cadela agressiva após o parto

É relativamente normal observar algum comportamento ansioso em cadelas após o parto, especialmente se forem mães de primeira viagem. Você pode ouvir a mãe gemendo, sacudindo ou cuidando excessivamente dos filhotes. Mais do que agressiva, também é possível que ela fique com medo ao ver alguém se aproximar da ninhada, mas isso depende da personalidade da cadela.

Se você a perceber insegura ao cuidar dos filhotes, pode ajudá-la reforçando com boas palavras e gestos cada ação de cuidado por parte dela. Se, por outro lado, seu cuidado for excessivo, tente distraí-la com estímulos positivos chamativos.

Por outro lado, se a cadela estiver especialmente inquieta e tremendo constantemente, pode não ser ansiedade, e sim um problema clínico, como a eclâmpsia. No caso de algum sintoma atípico persistente, você deve levá-la imediatamente à clínica.

O que devo fazer no caso de uma cadela agressiva após o parto?

O mais importante é garantir que a cadela fique calma, principalmente durante a primeira semana após o parto. Para fazer isso, você pode:

  1. Não tocar nos filhotes além do estritamente necessário.
  2. Manter distância de sua área de parto, você e também outros humanos ou animais que possam viver na casa.
  3. Evitar assustar a mãe. Você pode falar com ela antes de entrar na sala, sempre com uma voz calma e se aproximando lentamente.

Comportamento pós-parto em cadelas

Existem outros comportamentos ligados a distúrbios pós-parto da cadela. Mesmo que não se trate de agressividade, você deve ter atenção ao menor sinal de doença, pois pode ser uma emergência veterinária. Vejamos alguns exemplos.

Comportamento letárgico

Algumas cadelas se adaptam facilmente a cuidar de seus filhotes e não mostram sinais de estresse ou ansiedade, mas o excesso de inatividade pode ser preocupante. A letargia difere da tranquilidade quando os movimentos da mãe são lentos e os filhotes ficam negligenciados.

Essa letargia pode ser causada por mastite, uma infecção dos seios, ou outras doenças. Nesse caso, deve-se levar o animal ao veterinário, mas não sem antes proteger os filhotes em um local aquecido e tranquilo.

Escavação fora do local de parto

A mãe tentará criar um local confortável para ela e seus filhotes, por isso é normal vê-la “bagunçar” o local de parto, arranhando o chão ou movendo cobertores e almofadas. No entanto, quando o comportamento de cavar ocorre fora do ninho, pode se tratar de ansiedade.

Esse comportamento indica que a cadela não se sente segura no local atual, então ela tenta expandir ou movimentar o cercado de parto. Ele procurará um lugar isolado, como armários, cantos, etc., e tentará levar os filhotes para lá. Se isso acontecer, encontre um lugar mais tranquilo e seguro para ela.

Comportamento canibal

Esse é um comportamento muito difícil de ver e geralmente se deve ao fato de a cadela sentir que os filhotes colocam ela e o resto da ninhada em perigo de possíveis predadores. Antes que todos os descendentes ou a fêmea morram, algumas mães no reino animal exibem um instinto de canibalismo que lhes permite garantir o sucesso futuro na geração de descendentes.

Testemunhar algo assim é realmente perturbador, mas não perca a calma. Primeiramente, remova os filhotes sobreviventes e mantenha-os em um local aquecido e silencioso. Em seguida, coloque-os com a mãe para períodos supervisionados para ver se ela os aceita, caso contrário, você terá que criá-los separadamente.

Se você conseguir fazer os filhotes mamarem durante esses períodos, lembre-se de incentivá-los a urinar e defecar, pois geralmente é a mãe que faz isso ao limpá-los.

Excrementos nos lugares errados

A mãe sempre se aliviará fora do local de parto, pois ela se preocupa em manter o espaço limpo para os filhotes. Você também pode vê-la, por exemplo, comendo suas fezes. No entanto, após o parto, ela pode se sentir muito cansada para sair e acabar urinando ou defecando em seu local de descanso.

Se esse comportamento se estender ao longo do tempo, pode ser um sinal de que algo está errado. A cadela pode estar se sentindo muito insegura em deixar os filhotes sozinhos ou pode até estar com uma infecção urinária por causa do parto.

Se isso acontecer, espalhe panos e outros materiais descartáveis ao redor do ninho para limpá-lo periodicamente. Se for uma questão de ansiedade, você pode reforçar aos poucos os progressos que ela fizer para sair do local de parto, mas é muito importante descartar doenças físicas.

 

Uma cadela.

Levar bem uma gravidez e o pós-parto de um canídeo é muito difícil. Embora o melhor para o animal sempre seja a esterilização, você pode se encontrar na situação de acolher uma cadela prenhe, então o principal conselho será sempre contar com a ajuda e o acompanhamento de um veterinário. A cadela vai agradecer mais do que ninguém.

Pode interessar a você...
A alimentação de uma cadela após o parto
Meus Animais
Leia em Meus Animais
A alimentação de uma cadela após o parto

A alimentação de uma cadela após o parto deve ser especial, pois consumirá até 4 vezes mais energia do que o normal. Saiba mais aqui!



  • Angulo, S. M. (2006). El parto de la perra. Profesión veterinaria16(63), 34-38.
  • Pinedo, A., & Orderique, L. (2001). Complicaciones maternoperinatales de la preeclampsia-eclampsia. Revista Peruana de Ginecología y Obstetricia47(1), 41-46.