Cemitérios para bichos de estimação

· maio 25, 2018
Dar adeus aos nossos leais companheiros pode acabar sendo algo difícil de suportar, deixa em muitas pessoas, até mesmo uma marca na trajetória de vida.

Os animais de estimação deixaram de ser simples acessórios decorativos ou da moda. Para muitas famílias são membros plenos, e isso inclui, dentre outras coisas, os rituais de despedida quando falecem.

Por essas razões, existem cada vez mais cemitérios para bichos de estimação; cemitérios destinados exclusivamente a oferecer o último local de descanso a esses companheiros incondicionais.

Famílias ou matilhas

Adotar um bicho de estimação exige alguns sacrifícios e muita responsabilidade. Quem assume como seu um cão, gato, papagaio, coelho ou o animal que for, deve entender que esta é uma tarefa que vai muito além de dar alimento e um lugar para eles dormirem.

Cães e felinos domésticos são os mais populares, e tanto cães quanto gatos desenvolveram uma grande empatia com os seres humanos. Uma relação de amor recíproca que nem sempre é assim, pois encontramos a falha da parte do ser humano na maioria das vezes.

A cumplicidade que alguns desses espécimes são capazes de desenvolver com os seres humanos de suas famílias-matilhas chega a ser realmente surpreendente.

Por isso, dar adeus aos bichos de estimação pode acabar sendo uma decisão realmente difícil, que em muitas pessoas deixa, até mesmo, uma marca na sua trajetória de vida.

Às vezes, algumas famílias se preparam para a morte dos integrantes mais longevos do clã. No entanto, ninguém parece se dar conta de que o ciclo de vida da maioria dos animais é muito menor em comparação com a média de vida humana.

lápide para animais

Se pararmos para analisar por espécies, apenas os papagaios e as tartarugas são capazes de superar gerações de homens e mulheres.

Serviços que as funerárias e cemitérios para bichos de estimação oferecem

Hoje em dia, os velórios, diversas salas de cremação e cemitérios para bichos de estimação contam com os mesmos serviços destinados a “clientes” humanos. Na verdade, a premissa é a mesma: oferecer uma despedida digna e proporcionar ao corpo do falecido um destino que vá além do simples enterro.

Como vemos, para muitas famílias a morte dos animais de companhia pode acabar sendo um episódio realmente traumático. No entanto, além do choque emocional, as dificuldades, às vezes, têm a ver com o que fazer com o corpo do bichinho de estimação depois do óbito.

Além disso, existem pessoas que nunca se prepararam para esse tipo de situação, e que tiveram que improvisar, infelizmente, jogando os cadáveres em lixões. E para muitos, essa atitude leva a um sofrimento maior e a uma grande carga de culpa.

Para evitar esses problemas, entre os serviços oferecidos por algumas empresas também está o de lidar com os corpos, assim como o preparo adequado para os velórios e despedidas finais.

Um negócio em expansão

A “moda” dos cemitérios para bichos de estimação começou em meados da década de 90. Os primeiros cemitérios dedicados apenas a animais foram inaugurados nos Estados Unidos, e, em muito pouco tempo, a experiência se reproduziu em outras partes do mundo.

No Brasil, várias empresas organizam os rituais de despedida para animais de companhia e, de novo, as opções são semelhantes às que se encontram à disposição nos casos de morte de humanos. Além dos velórios e sepultamentos, também existem serviços de cremação.

Para aqueles que preferem deixar os corpos em uma cova perfeitamente identificada, os preços variam em uma faixa bastante ampla. Tudo depende dos pacotes que são escolhidos.

Exemplos de orçamento

Para sepulturas individuais localizadas nas melhores áreas da cidade, que também disponham de lápides de mármore ou granito com inscrições esculpidas sobre a pedra, o custo final pode alcançar até alguns milhares de reais. 

Para os que não dispõem desse capital, ou, simplesmente, não estejam dispostos a ter essa despesa, também existem opções muito mais em conta.

cemitério para animais

Para aqueles que preferirem a cremação, algumas empresas oferecem cremações coletivas, cujo custo fica em torno de 100 reais. Nas cremações individuais, nas quais o corpo é incinerado em um forno destinado a um único bicho de estimação, o orçamento pode ser bem maior.

Um mundo desequilibrado?

Com bichos de estimação recebendo mais atenção, cuidado e carinho que muitos seres humanos, há quem se pergunte sobre o caminho que a humanidade está seguindo. 

Alguns podem até se indignar por causa da quantidade de dinheiro que famílias destinam para os seus animais de estimação. De qualquer forma, o fato de existirem ou não cemitérios para bichos de estimação não influi nos maiores problemas enfrentados pelo nosso planeta.