Como agir em caso de envenenamento em gatos

· junho 29, 2017

Os animais que passam muito tempo na rua estão mais expostos a certos tipos de situação, como consumir ou encontrar plantas venenosas, alimentos alterados quimicamente etc. Hoje, vamos conhecer um pouco mais sobre o envenenamento em gatos.

Alguns casos de envenenamento podem ser produzidos quando os animais são induzidos a ingerir determinadas substâncias de propósito por algumas pessoas que querem se desfazer deles . Eles também podem se envenenar por acaso, especialmente se estão há muito tempo na rua, com algo contaminado com produtos tóxicos.

Envenenamento em gatos, mais frequente do que gostaríamos

Estatisticamente, os gatos são os animais que mais sofrem com casos de envenenamento. Graças a sua agilidade e curiosidade, podem passar muito tempo nas ruas, vasculhando objetos ou alimentos. Assim, estão mais expostos a perigos que outros animais.

Tipos de veneno e seus riscos

Entre as substâncias perigosas que podem causar envenenamento em gatos, estão: inseticidas, medicamentos para humanos, plantas venenosas e alimentos que os felinos não são capazes de digerir.

Como vimos, os venenos que citamos podem estar em qualquer lugar. É muito importante ter cuidado com a manipulação de medicamentos e substâncias químicas. Quando mais vigiarmos nosso bicho, mais riscos serão evitados.

Em caso de suspeita de envenenamento, a primeira atitude a ser tomada é fazer com que o animal beba água em grande quantidade. Essa é uma das melhores formas de ajudar o organismo a expulsar o tóxico ingerido.

Sintomas de envenenamento em gatos

  • Pupilas dilatadas
  • Aumento da salivação
  • Tosse e espirros
  • Presença de espuma na boca
  • Dificuldade respiratória
  • Vômitos e diarreias frequentes
  • Apresenta humor mais deprimido
  • Convulsões e tremores

A substância ingerida

Uma vez detectado o envenenamento em gatos, o segundo passo é identificar a substância ingerida pelo animal de estimação. Em seguida, é necessário levar o animal para um local afastado e ventilado, onde ele não possa se esconder. Isso ajudará a manter o felino vigiado em casa, facilitando a observação dos sintomas.

Depois de descobrir qual substância causou o problema e tendo em mente que estamos diante de uma situação delicada, como é o envenenamento de nosso bichinho, devemos ficar calmos para não deixar o gato agitado.

Não é recomendado medicar o animal sem instruções do veterinário, já que alguns medicamentos podem piorar a situação.

De modo geral, não é necessário fazer com que o gato vomite, já que alguns remédios podem causar mais danos se vomitados, como os derivados de petróleo (gasolina e querosene), detergentes e óxidos caseiros. Só faça o gato vomitar quando o veneno foi ingerido há mais de 2 horas, se o felino está acordado e é capaz de engolir a substância que o fará vomitar, e quando você está muito seguro de que ele ingeriu um produto tóxico.

Examinar o gato

Não se esqueça de examinar a pele do gato após iniciar o tratamento que o veterinário recomendou, já que assim poderemos nos certificar de que o veneno foi eliminado do organismo de nosso felino.

Tipos de envenenamento em gatos

  • Arsênico

O arsênico pode ser ingerido pelos animais através de pesticidas, venenos para roedores, inseticidas etc. Os sintomas do envenenamento por essa substância incluem diarreia, humor deprimido, excesso de sono, debilidade etc.

Em casos assim, os tratamentos procuram proteger e fortalecer o sistema digestivo.

  • Sabonetes e detergentes

Os sintomas não costumam ser graves. Vômitos, enjoos e diarreia costumam ser os mais frequentes. O tratamento consiste na ingestão de muito líquido, principalmente leite  água.

  • Cloro

O cloro está presente em diversos produtos, como no caso de limpadores industriais, água de piscinas, produtos de limpeza doméstica etc. Os sintomas são muito parecidos com a intoxicação por detergentes. O tratamento mais eficaz também é tomar muito leite, embora seja misturado com água, neste caso. Também é exigido um jejum de no mínimo doze horas.

  • Cianeto

O cianeto pode ser encontrado em diversos fertilizantes e venenos. O mais comum é que os gatos sejam contaminados ao comer plantas como eucalipto, milho, linho etc. Uma visita ao veterinário é obrigatória e urgente.

  • Chocolate

Este pode ser um dos maiores erros caseiros. Nosso gato não pode ingerir cafeína, nem outras substâncias presentes no chocolate. A razão para isso é que o seu organismo não absorve bem esses componentes.