Como cumprimentar um cachorro pela primeira vez

Quando vamos visitar uma casa, nos encontrarmos com um amigo na rua ou inclusive quando estamos a ponto de adotar um novo integrante para a família, é preciso tomar certas medidas. Por isso, neste artigo, vamos ensinar como cumprimentar um cão pela primeira vez, para evitar acidentes ou problemas.

Analise a personalidade do cachorro antes de cumprimentá-lo

Aproximar-se de um animal de estimação ou de um animal na rua pode ser uma situação muito comum. Entretanto, devemos tomar certas precauções. Tal como acontece com as pessoas, também deveríamos “nos apresentar” diante dos animais para evitar inconvenientes.

Em primeiro lugar, deveríamos saber que cada cão tem uma personalidade diferente (sim, como os humanos). Portanto, existem alguns que gostam mais de contato que outros. Também depende muito da socialização e do treinamento que tenha sido dado ao animal desde pequeno.

Inclusive o passado do animal pode refletir na sua reação diante de certos movimentos. Por exemplo, se batiam nele com as mãos, é provável que não lhe agrade ser tocado, nem acariciado. O estado de ânimo do animal é muito importante também no momento de ser cumprimentado. Por isso, devemos prestar atenção nos movimentos do rabo, das orelhas ou da boca.

Ao menor sinal de incômodo, evitar o contato físico é a solução. Se não notarmos, ele tentará demonstrar seu descontentamento de outras formas: grunhindo, mostrando os dentes, latindo, olhando fixamente, levantando as orelhas, levantando-se, etc…

Também existem cães que nem sequer “avisam” que estão descontentes: dão uma mordidinha sem sequer pestanejar. Por esse motivo, devemos ser muito respeitosos com os animais e fazer com que o contato seja lento e suave.

Truques para cumprimentar um cão pela primeira vez

É um risco se aproximar ou cumprimentar um cão de maneira incorreta. É fundamental levar em conta como atuar diante dessa situação. Preste atenção nos seguintes conselhos:

1. Cumprimente primeiro o dono

Imagine que você está caminhando pela rua e se encontra com um amigo que saiu para passear com seu cachorro. Em vez de começar cumprimentando o animal, é conveniente começar primeiro pela pessoa. Por quê? Porque o animal se dará conta de que “você vem em paz” e que seu dono confia em você.

Não se esqueça de que os cães focam no bem estar emocional de seu proprietário, analisando a linguagem corporal. Se “estão de acordo” com o tratamento recebido pelo humano, eles não terão problemas em interagir.

2. Peça permissão ao dono

É uma questão de respeito e de educação, sobretudo se não temos demasiada confiança com o proprietário do animal. Antes de cumprimentar um cão, pergunte se tem permissão. O dono poderá lhe dizer, por exemplo, como é o temperamento do pet, que coisas ele gosta e quais não gosta, se é um bom momento ou não, suas reações diante do contato com estranhos, etc…

3. Não olhe nos olhos dele

As pessoas costumam olhar diretamente nos olhos do cão quando cumprimentam. Porém, para os cachorros, isso não é o mais comum. Eles têm seu código “pessoal”: olhar para eles diretamente nos olhos é visto como uma tentativa de dominação. Por isso, trate de não ser tão direto em seu olhar quando o cumprimentar pela primeira vez.

4. Não tenha medo

Os cães sabem quando uma pessoa tem medo. Isso, ao invés de ser positivo para os humanos, pode ser contraproducente. Por quê? Porque o animal aumentará seus mecanismos de defesa ao considerar que está frente a um agressor. Não se aproxime com as mãos tremendo nem demonstrando seu medo, já que ele poderá “sentir o cheiro” e talvez parta para o ataque.

5. Evite se aproximar de frente ou inclinado

Para cumprimentar um cão pela primeira vez, seria bom que você se posicionasse ao seu lado, para demonstrar que não é uma ameaça: desde a perspectiva do animal, ficar na frente dele pode sugerir um perigo.

Por outro lado, é melhor que fiquemos agachados para estar na altura dele, mas sem se incilinar sobre o animal, já que ele pode se assustar ou sentir se ameaçado.

Recomendados para você