Como escolher um cavalo?

maio 20, 2018

Sem dúvida, comprar um cavalo exige uma grande responsabilidade. Não só requer dinheiro suficiente, mas também tempo e dedicação à longo prazo. Por isso, na hora de escolher um cavalo, é fundamental observar vários pontos para tomar a melhor decisão. Mas, o que é importante levar em consideração na hora de escolher um cavalo adequado?

Passo a passo essencial na hora de escolher um cavalo

Etapa prévia: estar seguro da decisão

Em primeiro lugar, e, embora pareça uma questão de lógica, é preciso estar convencido e disposto a comprar um cavalo. Isso porque o cavalo é um animal que vive, em média, 25-30 anos e que necessita de tempo. Para mantê-lo em boas condições, você precisa colocá-lo para se exercitar e deve interagir com ele. Também, é importante estabelecer um vínculo de confiança com ele.

boa saúde do seu cavalo

É preciso saber responder às questões a seguir:

  • Para que se adquire: para esporte, competição ou para lazer. De acordo com a preferência, isso vai indicar o tipo de animal mais adequado.
  • Disponibilidade de tempo.
  • Recurso financeiro: para encarar o custo de manutenção (alimentos e suplementos), custos de aulas, consultas com o veterinário e compra de medicamentos, custo de ferraduras e complementos (arreios, sela para montar).
  • Existência de espaço próprio ou um estábulo onde abrigá-lo.
  • Disponibilidade humana: veterinário e professor a quem recorrer para escolher um cavalo.

Grau de mínimo de preparação

Na hora de comprar um cavalo, o ideal é dominar as técnicas básicas de trato. Seja no campo ou na pista, como a colocação dos equipamentos e o asseio do animal. Estar pelo menos familiarizado com tudo o que esta relacionado ou ligado a ele.

Em seguida, busca de uma assessoria

Tanto na fase anterior à escolha do cavalo (para saber qual raça é a mais adequada) quanto na hora da seleção, é importante contar com uma opinião qualificada. Para isso, procurar um professor de confiança ou um especialista e um veterinário é o melhor a se fazer.

Que tipo de cavalo

  • Raça: Pesquise sobre as características das raças antes de se decidi. Procure saber sobre o temperamento, se o animal é tranquilo ou nervoso, etc. O ideal a ser feito na primeira aquisição do cavalo é buscar uma raça versátil. Alguma que não limite as possibilidades de avançar em diversas disciplinas. As raças esportivas podem ser as mais adequadas.

No caso de o cavalo ser escolhido para uma vida no campo, o ideal é que o animal seja nacional. 

  • Sexo: as éguas ou os cavalos castrados são mais tranquilos que os machos não castrados. São ideais para a monta e passeio, exercitar a doma e atividades que não exijam desgaste excessivo.
  • Idade: levar em consideração qual vai ser a finalidade do animal. Se for a primeira experiência com um cavalo, é recomendável que seja um cavalo de pelo menos oito anos de idade, que já tenha sido domado. Nunca um potro, já que ele precisa ser domado por alguém com experiência. Se o que se quer é um cavalo para competição, é preciso levar em consideração que a partir dos cinco anos, o animal é considerado maduro. A partir daí, ele pode ser utilizado em competições.

Processo de seleção

Uma vez conhecidas as definições básicas, é importante se informar com alguém sobre o processo de compra e venda. Além disso, pesquisar os lugares onde comprar e os animais que existem no mercado.

Consultar para isso um especialista. Talvez ele tenha contatos ou informação a respeito de quem vende e onde. Em geral, são centros hípicos, criadouros (verificar a reputação do lugar), feiras e particulares. Nesses últimos casos, é melhor ir acompanhado de um profissional que possa responder às suas perguntas.

O que observar na hora de escolher um cavalo

Selecionados os animais que preencham os requisitos, é importante se aproximar do local onde eles vivem e observá-los em diferentes situações. Nesse caso, levar em consideração principalmente:

escolher o cavalo a dedo

  • Seu aspecto físico: observar se é saudável, olhar suas patas, olhos, focinho e orelhas. Perguntar ao dono e submetê-lo a uma revisão por um veterinário de confiança.
  • Sua personalidade: atender ao seu caráter e temperamento. Sempre é preferível que seja um animal calmo e inteligente.
  • Que não se mostre nervoso: se em situações conhecidas, ele fica nervoso, morde ou mostra certas manias, é melhor não se comprometer, porque vai ser complicado dominá-lo.
  • Que disponha dos documentos que o identifiquem.
  • Desconfiar das ofertas muito baratas ou das opções que se afastam do padrão geral.

Testar o animal antes de definir

Combinar com o vendedor ou criador a permissão de um período que seja possível levar o animal e testá-lo em um novo ambiente, isto é, pagar para ver.

Revisão veterinária

Assim que já tiver sido selecionado o cavalo, e antes de acertar a compra, submeter o animal a um check-up.

Fonte da imagem principal: Daniela Aguilar.