Como saber o sexo de um pássaro

· dezembro 11, 2017

Saber o sexo de um pássaro pode ser uma tarefa complicada. Olhos experientes e até veterinários, em alguns momentos, podem ter dúvidas.

A maioria das aves não apresenta detalhes evidentes a esse respeito. Não são raros os casos de pintinhos que recebem nomes de machos e, quando crescem, se revelam fêmeas.

Análises de laboratório: o método infalível

É claro que há muitos mais cães e gatos que outras espécies de animais domésticos no mercado. Por isso, encontrar um veterinário cuja especialidade seja as aves pode ser uma tarefa difícil.

Muitos especialistas, diante das dúvidas que podem ter eventualmente na hora de saber o sexo de um pássaro, optam pela opção mais segura: o exame de laboratório.

A análise pode ser realizada de três maneiras diferentes:

  • Exame de sangue: é a mais comum, mesmo que seja preciso certa habilidade para extrair a amostra das patas do animal sem machucá-lo.
  • Exame de fezes: conseguir a amostra é muito mais simples. Mas há um limite importante: só é possível com animais adultos.
  • Análise das plumas: tem tanta exatidão quanto as opções acima, 100%. O problema é que muitos laboratórios não são capazes de realizar esta análise.
Pássaro na mão de um homem

Através da observação (e de outros sentidos)

Algumas aves apresentam características facilmente identificáveis, que permitem estabelecer o sexo sem complicações. O pavão real e os galos são os casos mais emblemáticos. O rabo comprido e cheio de penas coloridas dos primeiros, feitas para atrair as fêmeas, ressaltam-se em um simples olhar. Enquanto isso, a crista do segundo (além de seu canto potente) não deixa dúvidas.

Com respeito aos periquitos, uma das espécies mais populares, as cores da zona acima do bico servem como identificação. Nos machos, é azul ou rosa, enquanto nas fêmeas é marrom ou branco.

Em algumas variações de papagaios, o verde das penas é mais intenso e mais vívido nos machos.

Canários e outras espécies

O canário é outra ave muito popular adaptada à vida doméstica. Os machos são os que permanecem cantando constantemente na jaula. Essa é sua chamada para acasalamento. No entanto, esta não é uma consideração exata. As mudanças hormonais nos períodos do cio podem fazer as fêmeas cantarem.

No caso dos canários e de outras espécies, o tamanho geral dos animais, assim como de algumas partes do corpo, são sinais. Com isso, é possível responder à pergunta de como saber o sexo de um pássaro.

Os machos são mais esbeltos e atléticos. Complementam sua presença com uma postura totalmente erguida. Também se destacam as dimensões e a forma do bico (maior e mais vistoso). As patas também são maiores e ficam mais juntas entre si.

As fêmeas, por outro lado, além de serem menores, apresentam uma figura que tende a ser mais arredondada.

Outro método para saber o sexo de um pássaro pelo olhar é observar a zona traseira do animal, na área próxima ao ânus, na parte posterior do corpo. Nos machos, poderá se notar uma pequena protuberância.

Apalpar a zona com os dedos é uma opção, caso persistam as dúvidas. Mas essa ação tem riscos de causar lesões, inclusive graves, no animal.

Questão de atitude

Na maioria das espécies de aves domésticas, a fêmea geralmente é mais sociável, inclusive com os donos. O macho, ao contrário, é mais frio e busca a todo momento impor sua presença.

Casal de pássaros numa árvore

As fêmeas deixam de ser tão dóceis depois do período do acasalamento, e também quando estão prontas para chocar ou cuidar de seus filhotes. Nesses momentos, elas defendem o ninho de forma mais categórica e com mais determinação até que os machos.

Quando as criar levantam voo para fora do ninho, as fêmeas recuperam a doçura de seu caráter. O mesmo acontece se elas são levadas a uma nova jaula.

Por que é importante saber o sexo de um pássaro?

Saber o sexo de um pássaro é um fator chave para criá-los e cuidar deles adequadamente.

Os machos não devem compartilhar a jaula, já que sempre estarão em uma luta contínua para dominar o território. Já as fêmeas podem precisar de proteção na época de acasalamento.

Fonte da imagem principal: Juan Tello