Como saber se o seu cão sofre de artrite

Quando os cães alcançam uma idade avançada, sofrem muitas dores, assim como acontece conosco. Uma delas é a artrite, que também pode afetar os animais que têm sobrepeso. Vejamos a seguir em que consiste, como afeta o nosso cão e como identificar a artrite no nosso pet. 

O que é a artrite canina?

enfermidades

Autor: LuAnn Snawder Photography

A artrite canina é muito semelhante à humana. É uma doença degenerativa das articulações e considera-se que alguém tem artrite quando uma ou mais articulações são afetadas. Ela causa inflamação ou degeneração articular e produz rigidez, coxeadura e dor. Isso fará com que o movimento do animal fique limitado.

Ela pode afetar qualquer cão, independente da sua idade.

Porém, o mais normal é que ocorra em cães:

  • Maiores de 8 anos. Considera-se que depois dos 8 anos o cão já entrou na velhice. Com ela, aparecem as doenças causadas pela idade. Entre elas, a artrite. É comum que, com o passar do tempo e do uso, as articulações se desgastem e sofram, e é então que apresentam degeneração e inflamações.
  • Grande porte. Os cães de grande porte suportam muito peso nas suas articulações durante toda a sua vida, o que favorece seu desgaste e o aparecimento de artrite.
  • Além desses casos, existem duas raças propensas a sofrer de artrite: o labrador retriever e o pastor alemão. Os animais que passaram por alguma cirurgia nas articulações também podem sofrer de artrite.

Como saber se o seu cão tem artrite

Após sabermos o que é a artrite e os cães mais propensos a desenvolvê-la, a pergunta que podemos fazer é: como posso saber se o meu cão tem artrite, já que ela pode afetar qualquer animal.

Os sintomas mais comuns da artrite são os seguintes:

cao-doente1

  • Coxeadura. Se o seu cão está caminhando de uma forma diferente, coxeando um pouco, é provável que ele esteja sentindo dor em alguma das suas articulações. Certifique-se de que a coxeadura não seja ocasionada por algo que tenha espetado, cravado ou batido no animal. Após descartar essas opções, leve o seu cão a um veterinário para que ele indique o estágio da artrite e o tratamento a ser seguido.
  • Se o seu cão tiver uma rigidez quando acordar, pode ser um sintoma de artrite. Dependendo da gravidade da doença, o nível de rigidez será maior ou menor.
  • Dor crônica. Se você perceber que o seu cão sente dor ao caminhar e isso faz com que a sua postura fique estranha, não há dúvidas, ele tem artrite. Para detectar isso, devemos observar e estar atentos à conduta do nosso animal. Essa dor irá limitar os seus movimentos e diminuir a intensidade do exercício, além dos seus passos.

Outros casos de artrite

  1. Apalpe o seu animal. Se você apalpar com certa firmeza, mas com cuidado para não machucá-lo, e perceber que se queixa quando você toca em algumas articulações, é muito provável que o seu cão tenha artrite.
  2. Desânimo. A dor pode fazer com que o seu animal de estimação não tenha vontade de fazer nada e que pareça mais caído e, inclusive, deprimido. O seu corpo, assim como o dos seres humanos, se autodefende do que faz mal. O animal relaciona caminhar com dor e, assim, prefere não se mover, a menos que seja extremamente necessário.
  3. Perda de apetite. Esse é um sintoma comum em qualquer doença que cause dor. É aquilo que costumamos dizer: “embrulho no estômago espanta a fome”, e é exatamente isso que acontece com os cães.
  4. Leve o seu cão ao veterinário se perceber algum desses sintomas, já que a artrite, embora não tenha cura, pode ser tratada para que seja menos dolorosa.
Recomendados para você