Conheça as chaves da alimentação dos filhotes

· junho 2, 2017

Um cão adulto saudável é aquele que teve uma boa educação quando filhote e conta com uma dieta equilibrada, com a ingestão correta de proteínas e nutrientes. A alimentação dos filhotes depende de sua idade e do tempo que já se passou desde o nascimento. Nos primeiros 45 dias, o alimento mais adequado é o leite materno. Uma vez superada essa etapa, começa o desmame, e já podemos oferecer outros tipos de alimentos.

É importante lembrar que os cães crescem muito depressa. Teremos que prever as mudanças com bastante antecedência.

A alimentação dos filhotes é diferente da nossa

cão latidor

Todos os veterinários concordam que os filhotes e os cães em geral não podem comer o mesmo que as pessoas. Lembre-se de que alguns de nossos alimentos podem fazer mal a eles.

Junto do tipo de comida que iremos dar aos filhotes, é preciso levar em conta outros aspectos, como a quantidade e a frequência das refeições, algo que vai variar de acordo com o crescimento do animal. Durante os primeiros quatro meses de vida, os filhotes podem se alimentar quatro ou cinco vezes por dia. Pouco a pouco, esse número pode ser reduzido para três e, finalmente, são recomendadas duas refeições diárias para os cães adultos.

O leite materno para os filhotes

Como vimos, o leite materno é fundamental durante os primeiros dias de vida dos filhotes. Os pequeninos devem estar junto da mãe nos primeiros 45 dias de lactância e ingerir um leite que proporcione todos os nutrientes que o animalzinho recém-nascido precisa nesta fase.

Se, por alguma razão, não é possível que os filhotes tomem o leite materno, será preciso comprar leites especializados em pet shops. De qualquer forma, o melhor é sempre consultar um veterinário para saber qual a forma adequada de agir.

Conselhos par a alimentação dos filhotes

  • Como vimos, a comida caseira não é ideal para as necessidades nutricionais dos filhotes. Seu uso contínuo pode ocasionar deficiências ou excessos de certos nutrientes, o que pode comprometer a qualidade de vida do animal.
  • Lembre-se de que alguns alimentos para humanos podem ser tóxicos para os filhotes e animais em geral.
  • Os alimentos especiais para filhotes são a melhor opção para alimentar os cães quando abandonam o leite materno. Eles contêm a quantidade adequada de vitaminas, fibras e proteínas que os filhotes necessitam para viver felizes e saudáveis em todas as etapas da vida.
  • A ração para filhotes é a mais adequada à sua idade. Leve em consideração que a alimentação dos cãezinhos varia à medida que seu corpo amadurece. Por isso, é essencial escolher alimentos que tenham probióticos e vitaminas em sua composição, já que essas substâncias fortalecem o sistema imunológico e protegem a flora do sistema digestivo do animal.
  • Ao completar seis meses de idade, os cães já não são mais filhotes e se transformam em cachorros jovens, quase adultos. Nessa fase, necessitam de muito fósforo e cálcio. Embora muito desenvolvidos, ainda estão em crescimento e precisam de ossos fortes e flexíveis.
  • A hidratação é outro aspecto fundamental. Os filhotes precisam se hidratar constantemente para permanecerem saudáveis. Sua tigela sempre deve ter água fresca e limpa. Lembre-se de cuidar da higiene dos recipientes e do lugar onde eles se alimentam.

A quantidade ideal de comida

Não é preciso empanturrar os filhotes de comida. Entre outras coisas, comer demais pode causar danos em seu sistema digestivo e exercer muita pressão sobre o esqueleto do animalzinho. Ganhar muito peso em pouco tempo não será benéfico para nosso bicho de estimação.

O ponto de partida para conhecer a quantidade de comida ideal que daremos aos nossos pequenos amigos é considerar as instruções do fabricante do alimento.

Não existe uma porção de comida padrão para todos os animais. Ela dependerá da idade do filhotinho, da sua raça, da atividade física que ele pratica, etc. É importante pesar o cão regularmente para conferir se ele tem o peso adequado para sua idade, raça e tamanho.

Alimentação e exercício

Não alimente o filhote imediatamente antes ou depois de realizar exercícios físicos. O melhor é esperar uma hora entre a atividade e a alimentação. É um bom costume deixar o animal descansar um pouco antes de comer. Assim, evitamos problemas digestivos, alguns até mais graves.