Dicas para evitar uma insolação em gatos

· outubro 31, 2018
Os felinos são os mais vulneráveis ao aumento de temperatura, porque eles só conseguem transpirar através das almofadinhas das patas, e não através da pele.

Com a chegada do verão, nossos animais de estimação podem ter dificuldades com as altas temperaturas, especialmente se tivermos um animal com muitos pelos ou que se cansa facilmente

Com estas dicas para evitar uma insolação em gatos, você poderá proteger seu animal de estimação durante o verão.

Sinais de alerta para evitar uma insolação em gatos

Os gatos são animais que não toleram altas temperaturas, já que só transpiram através das almofadinhas das patas. Portanto, só podem regular a temperatura do corpo até certo ponto.

Se você não levar isso em conta, é provável que seu animal de estimação acabe sofrendo uma insolação com possíveis sequelas a longo prazo, que podem pôr em risco a vida de seu bichano.

Gato dormindo

Se a temperatura de seu corpo se elevar acima da recomendada, seu animal de estimação começará a experimentar certos sintomas que soarão como alarme. Entre eles, preste atenção aos seguintes:

  • Comportamento nervoso e agitado. Depois que o animal começa a sentir o calor, seu primeiro instinto será procurar um local fresco, onde você possa baixar sua temperatura corporal.
  • Além disso, o corpo do seu gato começará a ativar uma série de mecanismos. Entre eles, é normal que ele comece a babar, suando excessivamente em suas patas e lambendo-se repetidamente.
  • Outro sintoma que os gatos experimentam é o aumento da temperatura retal.
  • Vômitos
  • Comportamento letárgico e tendência a cambalear ou tropeçar.
  • Olhar vítreo
gato dormindo

Insolação em gatos e atendimento médico imediato

As estratégias que você colocará em prática quando perceber que seu gato sofre uma insolação serão essenciais para evitar sequelas a longo prazo.

  • No caso de você encontrar seu gato inconsciente em um ambiente excessivamente quente, molhe-o com água fresca e não fria demais (para evitar um choque térmico) e tente manter a água longe de seu trato respiratório.
  • Se o seu gato está consciente, mas começa a apresentar os sintomas descritos acima, leve-o imediatamente a um local com sombra a uma temperatura ambiente de cerca de 20 °C, onde ele deverá beber muita água e ser molhado com água fresca.
  • Se você perceber que seu gato está em uma sala exposta ao sol e com pouca ventilação, tente mudá-lo para outro local com sombra e uma fonte de água nas proximidades, para evitar futuros sustos.

No caso de estarmos enfrentando uma insolação em gatos particularmente grave, o veterinário irá colocar uma via intravenosa que irá fornecer ao seu animal de estimação os fluidos de que ele necessita.

Com isso, ele não só conseguirá baixar a temperatura do animal, mas também ajudará a minimizar o risco de danos aos seus órgãos.

Finalmente, para evitar danos aos órgãos e cerebrais, seu animal de estimação permanecerá sob observação até que o veterinário determine que a temperatura voltou ao normal.