Diferenças entre pastor-alemão e pastor-belga

As diferenças entre o pastor alemão e o pastor belga estão em seu tamanho, peso e número de variedades. Nós vamos te contar tudo neste artigo.
Diferenças entre pastor-alemão e pastor-belga

Última atualização: 30 Setembro, 2021

Para algumas pessoas, a grande diferença entre o pastor-alemão e pastor-belga é seu país de origem. Embora isso seja verdade, existem outras diferenças muito mais marcantes sobre as quais falaremos neste artigo. Você verá que, ao fazer a comparação essas duas raças, apesar de serem muito semelhantes, elas apresentam grandes diferenciais em termos de anatomia.

Além de listar as disparidades entre ambos os tipos de cães, contaremos mais sobre as características de cada um deles. Da mesma forma, lembramos quais são as variedades do pastor-belga porque, ao contrário do alemão, essa raça possui 4 variedades.

Características do pastor-alemão

Segundo a Federation Cynologique Internationale (FCI), o pastor-alemão é considerado um cão de tamanho médio que se caracteriza por ter um corpo longo e musculoso. A altura da cernelha varia entre 60 e 65 centímetros nos machos e 55 a 60 centímetros nas fêmeas.

Existem duas variedades reconhecidas em relação à sua pelagem, o pastor-alemão de pelo curto e o pastor-alemão de pelo comprido. Ambos têm uma cor de pelo semelhante que mistura preto, cinza e castanho,um padrão para ambas as raças, embora haja variações.

Quanto ao caráter, esses cães são conhecidos por serem corajosos e autoconfiantes, mas muito pacíficos. Isso significa que não se tornam agressivos sem serem provocados. Pelo contrário, são mansos e complacentes com seu mestre. É por isso que são classificados como cães de companhia, guardiões e protetores.

Uma das raças de cães com pior cheiro.

Características do pastor-belga

A FCI destaca que o pastor-belga é um cão elegante e poderoso, cujo corpo é harmoniosamente proporcional. Também é de tamanho médio e tem uma condição física que lhe permite desfrutar da vida ao ar livre durante as variações climáticas típicas da Bélgica.

Sua estrutura óssea e muscular lhe confere uma forma quadrada ao corpo, em que o tórax desce até os cotovelos. Os canídeos dessa raça destacam-se por serem ativos e vigilantes, além de terem grande vitalidade. Seu espírito defensivo e tenaz os tornou reconhecidos como um dos melhores cães de guarda do mundo.

Variedades de pastor-belga

Dentro da classificação pastor-belga são reconhecidas 4 variedades, todas com características muito diferentes, mas com atitudes comuns. São as seguintes:

  • Pastor-belga malinois: é o que mais se assemelha ao pastor-alemão de pelo curto, embora tenha a cabeça comprida e a pelagem carbonizada.
  • Pastor-belga tervueren: semelhante ao pastor-alemão de pelo comprido, tem uma pelagem cor de areia ou carvão. Além disso, tem orelhas pontudas e um focinho bastante longo.
  • Pastor-belga laekenois: destaca-se por sua pelagem exuberante (conhecida como “pelagem dobrada”), característica que o torna mais resistente ao frio. Também é carbonado, mas o avermelhado ou amarelo se destaca entre seu tom de base.
  • Pastor-belga groenendael: é o mais diferente entre as variedades do pastor belga, pois é totalmente preto e com pelos longos.
Um pastor belga negro.

Diferenças entre pastor-alemão e pastor-belga

Agora que você conhece as características gerais do pastor-alemão e pastor-belga, é hora de falar sobre as diferenças específicas entre as duas raças. Não perca.

País de origem e ano de surgimento

Por mais óbvia que seja essa diferença entre o pastor-alemão e pastor-belga, ela precisa ser revista. Ambas as raças vêm de países diferentes: o alemão vem da Alemanha, enquanto o belga é da Bélgica e suas variedades têm o nome dos povos de onde são originários.

Em relação ao ano de aparecimento, o FCI indica que a criação planejada do pastor-alemão começou em 1899 e foi obtida de raças de cães pastores que viveram entre o centro e o sul da Alemanha. Por sua vez, o pastor-belga foi oficialmente reconhecido como raça alguns anos antes, entre 1891 e 1897.

Tamanho e peso

Embora os cães de ambas as raças sejam reconhecidos como médios, há uma diferença de tamanho. O pastor-alemão tem uma altura que varia entre 60 e 65 centímetros, enquanto o belga tem 62 centímetros de altura, sendo alguns centímetros maior.

Em termos de peso, o pastor-alemão é muito mais pesado, pois o padrão indica que o peso ideal nessa raça é de 30 a 40 quilos. Já o pastor-belga tem um padrão de 25 a 30 quilos. Portanto, embora o belga seja mais alto, ele também é mais magro que o alemão.

Orelhas

As orelhas do pastor-alemão são pontudas, longas, de tamanho médio e geralmente estão sempre eretas e alinhadas. Por outro lado, as orelhas do pastor-belga são pequenas e de formato triangular, embora também as mantenham eretas em todas as suas variedades.

Olhos

Os olhos do pastor-alemão são médios, amendoados e não proeminentes, sempre de tom escuro para preservar a expressão da raça. Os do pastor-belga também são médios, amendoados e de cor acastanhada com pálpebras pretas.

Mordida e focinho

O pastor-alemão tem uma “mordedura em tesoura” em que os incisivos superiores se sobrepõem aos dentes inferiores. Em vez disso, a mordida do pastor-belga tem duas formas: “tesoura” e “pinça” nos cães condutores de ovelhas e gado.

Nos belgas ambas as mordidas são aceitas, enquanto nos alemães a pinça é considerada uma falha na avaliação desse aspecto.

Curva do quadril

O pastor-alemão tem uma curva de quadril bastante pronunciada, fazendo com que seus quadris fiquem baixos, enquanto o pastor-belga tem um quadril muito mais reto.

Pele

O pastor-alemão de pelo curto tem uma pelagem dupla e densa, mas dura e rente ao corpo. É curta na cabeça, nas orelhas e na parte anterior das extremidades e um pouco mais comprida e densa no pescoço. A variedade de pelo comprido também tem uma pelagem dupla, mas macia, com tufos nas orelhas e nas pernas. Seu pescoço possui pelos longos e densos, com aspecto de juba.

Já o pastor-belga tem uma pelagem abundante e lanosa, mas é preciso dizer que o FCI indica que cada uma das variedades é analisada separadamente. O malinois tem pelo mais curto, enquanto o do laekenois é lanoso, e o groenendael e tervueren têm pelo comprido.

Cor

O pastor-alemão possui algumas variedades de cores que são aceitas em 11 tons padrão, incluindo preto com manchas marrom avermelhadas, marrom, amarelo e cinza-claro, bem como preto total com sombreamento cinza-escuro, manto e máscara pretos. O nariz deve ser sempre preta.

Em vez disso, o pastor-belga tem uma cor de cabelo muito diversa com 5 cores padrão dependendo de suas variedades. O groenendael é preto sólido, o malinois é carbonado, o tervueren também é carbonado com maior presença de preto e o laekenois se distingue por ter um carbonado avermelhado ou amarelo.

Cuidados com o pastor-alemão e o pastor-belga

Embora as diferenças entre o pastor-alemão e o pastor-belga sejam grandes, o cuidado em ambas as raças é muito importante. Esses dois cães requerem uma dieta de qualidade focada em atender às necessidades de cães grandes e ativos.

Da mesma forma, esses cães exigirão muito interesse e tempo de seu tutor. Considerando que estão acostumados a realizar trabalhos como pastor e guarda, é fácil imaginar que precisarão ser estimulados física e mentalmente com muita frequência.

O pastor-alemão tem um bom estado de saúde, mas geralmente sofre de problemas esqueléticos, como displasia de quadril e cotovelo, por isso requer monitoramento para tratá-lo em tempo hábil. Por outro lado, o pastor-belga caracteriza-se por ser um cão bastante saudável, embora também seja afetado por algumas das patologias típicas dos cães de raças grandes.

Um pastor belga correndo.

Os pastores-alemães e os pastores-belgas diferem em muitos aspectos, mas ambos são excelentes cães como animais de estimação. Seja qual for a sua escolha, garantimos que você vai acertar.

Pode interessar a você...
Pastor alemão preto: tudo o que você ainda não sabia sobre essa raça
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Pastor alemão preto: tudo o que você ainda não sabia sobre essa raça

Vamos falar sobre uma variação de uma das raças mais conhecidas atualmente: o pastor alemão preto, cuja pelagem escura se deve a um gene recessivo.