Doenças virais nos gatos

· dezembro 20, 2017

As doenças virais nos gatos podem afetar os animais domésticos e de rua de todas as raças, e também os mestiços.

Os felinos se destacam pela nobreza de seu porte e pela independência de sua personalidade. Mas é um erro achar que sua autonomia significa que precisem de menos cuidados ou de menor dedicação. Como todos os seres vivos, os gatos também podem adoecer e sua saúde também merece atenção.

Quais as doenças virais nos gatos?

1.Leucemia felina

É uma doença viral que acomete mais frequentemente gatos jovens. Principalmente os que convivem com muitos felinos. Por sua facilidade de transmissão e alta letalidade, é considerada uma das doenças virais mais severas.

O Vírus da Leucemia Felina (FeLV) é um tipo de oncovírus transmitido a partir do contato direto com fluidos corporais. A replicação do agente patogênico no organismo leva a um processo cancerígeno.

A principal forma de contágio é o contato com gatos doentes. A leucemia felina pode ser transmitida através da urina, das fezes, do espirro e da saliva de animais infectados.

Uma vez no organismo, o vírus pode ficar incubado por aproximadamente 3 anos. Por isso, o período de incubação da leucemia felina pode ser muito variado, desde algumas semanas por até mais de 30 meses.

Gato branco e preto se lambendo

Os sintomas mais frequentes da leucemia felina são:

  • Perda de apetite
  • Cansaço ou letargia
  • Gânglios aumentados
  • Desnutrição e/ou desidratação
  • Anemia severa
  • Pequenas úlceras na boca e nas mucosas

A melhor forma de proteger o seu animal de estimação é respeitar o calendário de vacinação e evitar o contato com os gatos doentes.

2.Rinotraqueíte viral

Esta doença é facilitada pelo vírus da herpes felina. Cerca de 50% das doenças virais nos gatos que afetam o sistema respiratório são ocasionadas por este vírus.

forma de transmissão mais comum é o contato com saliva, secreções nasais e outros fluidos de animais infectados. Os gatos jovens de até 1 ano são especialmente vulneráveis. Por isso, é fundamental vaciná-los durante as primeiras semanas de vida.

Os principais sintomas da Rinotraqueíte viral são:

  • Febre
  • Perda de apetite
  • Corrimento nasalri
  • Espirros
  • Conjuntivite
  • Lacrimejo
  • Feridas ulcerosas na córnea

3.Panleucopenia felina

A Panleucopenia também é conhecida como cinomose felina ou gastroenterite infecciosa. Seu agente causador é o parvovírus, que está relacionado também ao parvovírus canino.  É uma doença com altíssima taxa de mortalidade, podendo degenerar a saúde de um animal em poucos dias.

A principal forma de contágio é através do contato direto com os fluidos corporais dos animais infectados. Afeta principal e mais gravemente os gatos jovens, com até 1 ano de vida. A vacinação precoce é a melhor forma de prevenir o avanço desta doença e de proteger o seu animal de estimação.

Os principais sintomas da Panleucopenia felina são:

  • Febre (superior a 40ºC)
  • Hipotermia
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Desnutrição e desidratação
  • Debilidade e sonolência excessiva
  • Anorexia
  • Diminuição severa da quantidade de leucócitos na corrente sanguínea

O diagnóstico precoce é fundamental para assegurar a efetividade do tratamento. Por isso, é indispensável recorrer imediatamente ao veterinário ao observar qualquer destes sintomas.

4.Calicivírus felino

Esta doença, também conhecida como Calicivirose felina, é causada por um picornavírus.

Gato tigrado com coleira com guizos

Cerca do 40% das infecções do trato respiratório em gatos são causadas por diferentes tipos de picornavírus. O Calicivírus causa uma das doenças com maior taxa de letalidade entre os felinos. A sintomatologia específica do Calcivírus felino inclui:

  • Febre
  • Salivação excessiva
  • Espirros
  • Bolhas e feridas ulcerosas na língua e na boca
  • Perda de apetite
  • Letargia
  • Desnutrição

A principal forma de contágio é o contato com as fezes, com a saliva e com as secreções nasais de gatos infectados. E, uma vez mais, a melhor forma de prevenção é a vacinação.

5.Imunodeficiência felina

Popularmente conhecida como AIDS felina, esta doença é causada pelo lentivírus.

A forma de contágio mais frequente é o contato com o sangue de animais infectados. A maioria dos gatos se contagia durante uma briga ou quando cruzam. Por isso, afeta mais comumente os felinos em idade reprodutiva que não foram esterilizados.

A manifestação desta doença ocasiona uma depressão severa do sistema imunológico. Essa é a porta de entrada para doenças secundárias que podem levar o animal à morte.

Por isso, a forma de prevenção consiste na esterilização do animal ainda jovem e evitar o contato com gatos infectados.

Muitas das doenças virais nos gatos desenvolvem-se silenciosamente. Estar atento as mudanças de comportamento e cumprir com as medidas preventivas são fundamentais para cuidar de seu animal de estimação.

Fonte da imagem principal: Julimux