Esportes com cães: conheça o canicross

dezembro 14, 2017

canicross pode ser a atividade ideal para quem gosta de se exercitar com seu animal de estimação. Certamente, a prática regular de exercícios físicos traz inúmeros benefícios para a saúde dos seres humanos e de seus mascotes.

Os esportes ajudam a controlar o peso, combatem a obesidade e regulam os níveis de frequência cardíaca e respiração. Além disso, reduzem os níveis de açúcar no sangue e colesterol, melhoram a resistência e fortalecem músculos, ossos e articulações.

Se você ainda não conhece o canicross, vamos te contar um pouco mais sobre ele.

Com o exercício, não só o corpo agradece. Exercícios físicos também trazem melhorias para a mente. Proporcionam distração através do entretenimento e conseguem elevar a autoestima, ajudando a liberar a tensão e a desconectar do que não esteja no presente. Dessa forma, o exercício ajuda a melhorar a atenção. Em outras palavras, o exercício físico ajuda a otimizar o nosso estado mental e a nos fortalecer, o que, evidentemente, traz muitos benefícios.

Animais de estimação também precisam otimizar o estado mental. Lembre-se de que, por natureza, os cães precisam de exercício diário para satisfazerem as necessidades mais básicas e liberar a tensão.

Muitas pessoas já se tornaram adeptas de esportes com seus animais de estimação, seja para diversão ou para trabalharem em conjunto na saúde. Para saber mais sobre o canicross, resumimos as principais características dessa modalidade.

pessoas praticando canicross

O que é canicross ?

O canicross é um esporte que consiste basicamente na prática de corridas com o cão. Obviamente, existem regras e parâmetros padronizados para treinos oficiais desse esporte. Cada vez mais aumenta o número de adeptos ao redor do mundo pelo grau de integração que ele proporciona. Ele permite a otimização do tempo dos donos com os animais e o contato com a natureza e com nossos melhores amigos.

Esse esporte tem uma adesão significativa na Europa. Há uma federação europeia dedicada exclusivamente à regulação do canicross. Ela é responsável pela realização de campeonatos oficiais dessa modalidade, alguns deles com nível competitivo muito alto.

Na Espanha, o canicross é praticado oficialmente desde o ano 2000. O esporte é controlado em nível federal pela Federação de Desportos de Inverno e tem competições regulares.

Quais são os requisitos para a prática de Canicross?

O cão deve ser amarrado à cintura de seu proprietário por um cinto e uma corda ligada à arnês do animal. Quase sempre é praticado em chão de terra no verão, com circuitos naturais ou artificiais ou até mesmo na neve, quando é incorporado aos esportes de inverno. Em alguns países, a corrida sobre a neve é feita com raquetes de neve em vez de tênis.

Em relação ao custo, o investimento é essencialmente adquirir o arnês específico para o cão, a corda e o cinto para se ligar ao animal. O uso de arneses comuns de passeio não é permitido. Eles seriam desconfortáveis por serem curtos, entre outras questões. A corda deve ter amortecedor e o cinto tem que ser largo para proteger a coluna do corredor.

Definitivamente, o maior investimento está no adestramento e preparação física, tanto do cão quanto do proprietário. É muito importante que o animal e o corredor estejam igualados em treinamento e força. Caso contrário, há o risco de um prejudicar ou ferir o outro por querer impor uma intensidade que o companheiro não consegue acompanhar fisicamente.

As etapas anteriores

Antes de iniciar o canicross, é essencial que o dono e o cão passem por exames médicos a fim de garantir que estão aptos para o exercício.

Deve ser respeitado o tempo de treinamento. Como um ser humano não deve começar a correr por uma maratona, o cão precisa se adaptar ao exercício para que ele não cause danos ao seu corpo.

O ideal é começar com caminhadas e intercalar pequenas corridas de 15 a 20 minutos. Em algumas semanas, o cão já estará melhor preparado e pedirá um ritmo mais intenso no exercício. ATENÇÃO! O aumento da velocidade e intensidade devem ser feitos de forma gradual para que não causem dores ou danos musculares. No exercício, uma das chaves é paciência e perseverança, nada é alcançado da noite para o dia. Muito menos forçando as coisas.

Mulher com cão correndo: canicross

Outro aspecto a considerar antes de correr com o cão é o clima. Os cães são mais sensíveis ao calor; e superfícies quentes podem causar queimaduras em suas patas. Portanto, é aconselhável correr na terra ou na areia, evitando o asfalto. A temperatura ideal deve ser igual ou inferior a 20° C.

O cão precisa de características especiais?

A resposta é sim… e não.

Em princípio, todos os cães estão aptos a praticar o canicross. Independentemente de raça, sexo ou idade. Mas devemos compreender e respeitar as limitações de cada raça, capacidade física e idade do cão.

Para competir oficialmente no canicross, o cão deve ter pelo menos um ano de idade. Geralmente, cães médios ou de grande porte são mais aptos, com peso entre 20 e 35 kg. A altura e a forma física dessas raças permite maior conforto e melhor aproveitamento para o ser humano que deve correr puxado pela cintura.

Independentemente de ganhar ou perder, o canicross é uma oportunidade perfeita para curtir com seu cão ao ar livre.