Existem cachorros que são capazes de detectar câncer de mama

Existem duas coisas que quase não se admite nas discussões sobre os cães. Uma é que eles são os melhores amigos do homem. E a outra é que têm um olfato, muitas vezes, prodigioso. Mas também é verdade que existem cachorros que são capazes de detectar o câncer de mama.

O olfato dos cães a serviço do homem

O formidável focinho dos bichinhos possibilitou que, com o devido adestramento, consigam descobrir inúmeras coisas, inclusive, aquelas relacionadas com a saúde das pessoas.

Há um tempo, tomamos conhecimento de notícias de cachorros que eram capazes de detectar diferentes tipos de câncer.

Por esse motivo, o Instituto Curie, de Paris, vem apoiando uma pesquisa que tem o foco no câncer de mama. Parte-se da premissa de que os cães conseguem perceber o odor que diferentes células cancerígenas exalam.

Na França, está sendo levado adiante um projeto para que, graças ao grande olfato deles, os cães possam detectar o câncer de mama. Trata-se de um método simples, nada invasivo, indolor e de baixo-custo.

Um método simples e econômico para detectar câncer de mama

(Cães que sabem detectar o câncer de mama)

Depois de arrecadar os fundos necessários para levar adiante o Projeto Kdog, conduzido por uma equipe multidisciplinar de médicos, patologistas, químicos e especialistas em adestramento, foi possível pôr mãos à obra para que o olfato canino esteja a serviço do progresso da Medicina.

O objetivo é que os cães sejam capazes de detectar o câncer de mama precocemente e com um método:

  • Confiável
  • Simples
  • Não invasivo
  • Indolor
  • De baixo custo

A ideia é que essa metodologia possa ser empregada para todos os tipos de câncer. Mas, além disso, que ela possa se adequar e ser reproduzida nos países emergentes. Uma iniciativa mais que louvável.

Detalhes sobre o projeto Kdog

Em um primeiro momento, os clínicos e patologistas se encarregaram de tirar amostras de tumores.

Em uma segunda etapa, as amostras são obtidas diretamente de compressas colocadas sobre a pele dos pacientes. Dessa maneira, busca-se conseguir uma detecção “transcutânea”, não invasiva e indolor.

Para conseguir isso, os cães – Thor e Nykios – receberam treinamento intensivo para que aprendessem a identificar o odor das células cancerosas.

Trata-se de dois espécimes de Pastor Belga Malinois, que estavam sob responsabilidade do adestrador Jacky Experton.

Como são adestrados Thor e Nykios

Os animais são adestrados diariamente. Por exemplo, eles têm que farejar dois grupos de toalhas. Um deles pertence a mulheres que sofrem de câncer de mama. Mas o outro grupo não. Os cães devem identificar as amostras nas quais farejem células cancerígenas. E assim, obtêm uma recompensa.

É que a forma de aprender desses cães é através do que os outros consideram um jogo. E o mais divertido de tudo é que sempre conseguem um prêmio.

Neste vídeo, você pode assistir a algumas imagens do treinamento de Thor.

Um método que parece estar destinado a ser um sucesso, graças ao olfato dos cães

De acordo com o que nos explica Isabelle Fromatin, médica especializada em cicatrizes que os tumores cancerígenos deixam, a ideia nasceu a partir da descoberta do fato de que algumas dessas feridas têm mau cheiro.

“Nos experimentos, percebemos que alguns dos compostos voláteis fedorentos não estavam ligados a fenômenos infecciosos ou ao metabolismo da pessoa, mas sim que eram emitidos pelo próprio tumor”, explicou a pesquisadora do Instituto Curie.

Os cientistas se mostram entusiasmados. E, nos EUA, uma experiência semelhante, mas para detectar o câncer de próstata, conseguiu uma percentagem de êxito superior a 90%.

Outros dados sobre a pesquisa francesa

Fonte: KDOG Cancer Detect Group

Ofereceram um kit para os pacientes que participam dos estudos levarem para a casa, que continha:

  • Gel de ducha inodoro
  • Toalhas
  • Pote esterilizado

As mulheres participantes precisam colocar essas toalhas sobre o seio durante a noite toda.

Essas amostram viajam, em seguida, até a região de Haute-Vienne, no centro da França, momento em que entram em ação Thor e Nykios, duas espécimes caninas que nos lembram tudo de bom que eles fazem a nós, humanos, diariamente.

Fonte das fotos: Facebook Kdog Cancer Detect Group