O que fazer para ser um lar temporário para animais?

· fevereiro 13, 2019
Logicamente, devemos nos comprometer com os cuidados necessários que os animais de estimação requerem, e com o compromisso de receber possíveis adotantes. Você também tem que aceitar que o animal irá partir no final e você terá que estar preparado para dizer-lhe adeus.

Devido ao grande número de animais abandonados, a falta de espaço nos abrigos de animais é grande. Para ajudar um pouco esses peludos, surgiram os lares temporários, também conhecidos por “LT”. Você sabe o que são? Você gostaria ser um lar temporário?

O que é um lar temporário (LT)?

Os lares temporários são simplesmente casas particulares que atendem a uma série de requisitos para poder abrigar, por um tempo, um dos animais abandonados que estão procurando proteção, alimentação e carinho.

Muitos animais são sacrificados quando, depois de um tempo razoável, não são adotados. Parece cruel, mas infelizmente é a realidade.

Para evitar sacrifícios de animais, ou pelo menos diminuir a quantidade deles, a iniciativa foi criada para dar oportunidade às pessoas que amam os animais de os ajudarem: com a adoção temporária de um animal até que ele encontre um lar.

Às vezes, esses peludos podem ficar permanentemente com os donos da casa de acolhimento, embora isso não seja o mais comum. Na maioria das ocasiões, o animal encontra outra casa onde morar.

Mulher com livro e cachorro

Pode ser doloroso quando, depois que você acolheu um animal temporariamente em sua casa, após alguns meses cuidando dele, após apegar-se a ele, ter que se despedir, às vezes, para sempre.

Esta é uma desvantagem para você, e é um risco que você tem que assumir se você quiser ser um lar temporário para animais de estimação.

Se, mesmo sabendo disso, você está disposto a assumir o risco, nós diremos tudo o que você precisa saber e fazer para transformar sua casa em um lar temporário.

O que eu tenho que fazer para ser um LT?

É verdade que é triste pensar em ter que dizer adeus a um animal de estimação que ficou conosco por um tempo, mas se olharmos para isso a partir da perspectiva de que você ajudou a salvar uma vida, tudo muda, certo?

E não se esqueça de que, se desejar, você poderá adotar o animal para sempre, depois desse período de convivência.

Seja qual for a maneira como você encara isso, os lares temporários de animais são muito vantajosos para os pets abandonados, e nos permitem fazer a nossa parte contra o abandono. O que você tem que fazer para ajudar?

Vá à uma associação protetora ou abrigo

Este é o primeiro passo: entrar em contato com uma entidade protetora ou abrigo. Ofereça-se como voluntário para ser um lar temporário por um tempo. 

Faça todas as perguntas que vierem à sua mente enquanto fornece as informações, como o compromisso que você terá que ter quando um adotante em potencial deseja ir à sua casa para ver o cachorro.

Conheça suas obrigações

Adotar um animal para sempre não é o mesmo que abrigá-lo temporariamente em casa. Por exemplo, no abrigo, eles explicarão a você quais alimentos, acessórios, vacinas e consultas veterinárias serão pagos por você.

cão abandonado

No entanto, você terá outras responsabilidades, como oferecer um lar limpo e espaçoso para o animal, levá-lo para passear, dar-lhe a comida que ele precisa e, claro, o amor que ele requer.

Colabore com as perguntas 

Eles pedirão uma determinada documentação, como sua identificação, número de telefone, endereço e uma declaração, que deverá ser assinada, de que você aceita esta responsabilidade

Além disso, você provavelmente terá sua casa visitada por alguém da instituição, para que eles se certifiquem que você oferece condições saudáveis para o animal e em um ambiente não hostil.

Também, se você mora com mais pessoas, eles podem fazer algumas perguntas pessoais sobre eles, como a personalidade de cada um ou se eles têm alguma doença mental. Pense que toda essa informação é para garantir o bem-estar dos animais.

Não é difícil ser um lar temporário para animais, desde que você colabore com a instituição e esteja disposto a cumprir com suas responsabilidades. 

Tenha em mente que é um ato generoso que contribui com um grão de areia na luta contra o mal que mais acomete os animais: o abandono.