Os 5 problemas veterinários mais comuns

Vacinas, controle de rotina e desparasitação. Se pudéssemos, só trataríamos desses assuntos quando levamos os nossos bichinhos de estimação no consultório veterinário. No entanto, os animais de estimação também ficam doentes. Neste artigo, iremos tratar dos problemas veterinários mais comuns que os profissionais de medicina veterinária precisam resolver todos os dias.

1. Problemas gastrointestinais

É muito comum ver cães e gatos sendo levados para uma consulta no veterinário apresentando vômito ou diarreia. Apesar das causas que podem desencadear essas situações poderem ser bastante variadas, no geral, elas costumam ocorrer devido a bactérias, parasitas, fungos ou protozoários que os animais adquirem por via oral.

Isso porque os animais de estimação, como você bem deve saber, levam qualquer coisa à boca, dentro e fora de casa. Por isso, é importante não permitir, na medida do possível, que o animal entre em contato com coisas que possam acabar provocando um episódio gastrointestinal.

Saiba quais são os problemas veterinários mais comuns. E, lembre-se de que, quando se trata dos nossos animais de estimação, é sempre melhor prevenir do que remediar. 

cão se coçando

2. Doenças de pele

Outra ocorrência veterinária muito comum são os problemas na pele dos animais de estimação. 

É comum que o animal chegue ao consultório porque está padecendo de:

  • Dermatite
  • Alopecia
  • Coceira

Nesses casos, os motivos também podem ser diversos, entre eles se encontram:

  • Fungos
  • Bactérias
  • Ácaros
  • Deficiência na nutrição
  • Desequilíbrio hormonal
  • Alergia a alguns produtos utilizados na higiene dos animais

3. Claudicações também estão entre os problemas veterinários mais comuns

É muito comum que os donos levem os seus animais de estimação para a consulta porque estão com algumas das suas extremidades imobilizadas devido à dor que sentem. Um animal pode mancar por diversos motivos:

  • Batidas
  • Traumas
  • Articulações inflamadas
  • Degeneração dos ligamentos

Lembre que, além dos acidentes que o seu bichinho pode sofrer tanto fora quanto dentro de casa, o sobrepeso também contribui para causar incômodos nas patas. 

4. Desequilíbrios hormonais

Quando o animal está sofrendo com algum transtorno endócrino, o mais provável é que ele esteja bem gordo ou muito magro, apesar de estar seguindo uma dieta adequada. 

Entre os problemas veterinários mais comuns relacionados ao sistema endócrino, encontram-se:

  • Hipotireoidismo
  • Diabetes
  • Síndrome da insuficiência suprarrenal

Além disso, se o animal for idoso, poderá apresentar deterioração no fígados e nos rins.

5. Doenças zoonóticas

As doenças que podem ser transmitidas entre seres humanos e animais também ocupam os primeiros lugares nas consultas ao veterinário. Algumas delas são:

  • Brucelose
  • Toxoplasmose
  • Leptospirose
  • Leshimaniose
  • Hidatidose

Uma boa alimentação do seu animal de estimação contribui para cuidar da saúde dele

Como sempre é melhor prevenir do que remediar, o ideal é que você siga os conselhos do veterinário para evitar que o seu bichinho fique doente. Mas, além das vacinas, da desparasitação e do controle periódico que já mencionamos anteriormente, a alimentação também tem um papel fundamental na vida dos animais.

Seja ela industrializada ou caseira, a comida do seu pet deve ser de qualidade e cumprir com os requisitos nutricionais, de acordo com as características do bichinho. Isso significa que devemos levar em consideração a idade, o tamanho, a atividade física que ele pratica, etc.

Além disso, você também precisa levar em consideração que deve evitar alimentar seu cão ou seu gato em excesso. A obesidade pode causar no bichinho, cedo ou tarde, diversos problemas de saúde, como já tratamos neste artigo. Por isso, certifique-se de oferecer a quantidade correta de alimento, pois também não é nada bom proporcionar-lhe uma ração insuficiente. Dessa forma, preste muita atenção nesse assunto.

cão e gato no veterináro

Outras consultas comuns no consultório veterinário

É muito comum que os problemas de comportamento dos animais de estimação também façam parte da agenda do médico veterinário. Ansiedade, diversos objetos quebrados, latidos ou miados excessivos…

Esses problemas podem variar de menor a maior grau. Nos casos mais complicados, o veterinário poderá recomendar um especialista em comportamento animal.

Além disso, não deixe de perguntar sobre um assunto fundamental para o seu amigo de quatro patas: a castração. Se não quiser que o seu animalzinho tenha filhotes, uma decisão responsável é evitar que venham ao mundo ninhadas indesejadas.

Recomendados para você