Os segredos da amizade verdadeira entre o cão e o homem

Quantas vezes você já ouviu dizer que o cão é o melhor amigo do homem? Você sabe como essa expressão surgiu? Neste artigo, contaremos os segredos da amizade verdadeira entre o cão e o homem.

Cães e homens, amigos há milhares de anos

cachorro-protege-mulher

Cientistas de diversos países já investigaram o início da estreita relação que une humanos e cães. Acredita-se que eles foram os primeiros animais domesticados pelo homem, há pelo menos 15 mil anos. Entretanto, não sabemos muito bem como fizemos para transformar um lobo selvagem em um amável peludo.

Segundo Greger Larson, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, esse é um enigma que está longe de ser resolvido. A domesticação não foi um evento específico, mas uma mudança geracional que levou vários anos. Os cães não se transformaram nos melhores amigos dos homens da noite para o dia.

Uma das teorias mais recentes indica que as primeiras tentativas de domesticação de lobos selvagens aconteceram na Ásia. Para chegar a essa conclusão, foram analisados fósseis caninos, comparados em seguida com amostras de DNA dos animais modernos. Embora os lobos domesticados tenham começado a ser mais sociáveis, nesse primeiro momento foram usados para trabalhar e não como mascotes.

Os segredos da amizade entre o cão e o homem

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Azabu, no Japão, conta a história da amizade verdadeira entre o cão e o homem. Segundo o estudo, ambos temos um hormônio que é ativado quando vemos nossos filhos ou pais. Depois de analisar 30 pessoas brincando com cães por meia hora, o experimento mostrou que tanto os peludos como os donos apresentaram um aumento no nível de oxitocina. Esse hormônio é segregado durante o parto e a lactação e quando a mãe e o bebê se olham nos olhos.

Quando o estudo foi repetido entre homens e lobos, os animais afastavam o olhar e os níveis de oxitocina não se alteravam. Os pesquisadores concluíram que a longa convivência entre pessoas e cães permitiu um desenvolvimento hormonal entre ambos. É por esse motivo que os cachorros são tão fieis aos seus donos e os amam incondicionalmente.

Esse hormônio nos dá uma sensação de felicidade e influencia muito a nossa vida social. Sem essa substância, ninguém poderia ser altruísta, afetuoso e confiante. É por isso que se acredita que o cão tem uma quantidade de oxitocina no organismo maior que os homens.

Essa descoberta também tem permitido pensar na grande utilidade dos peludos no tratamento de pessoas com autismo ou que sofrem de estresse pós-traumático. Os cães também podem ser o melhor remédio contra a solidão, a depressão e outros transtornos psicológicos.

A vida entre cães e homens

cachorro e família

O canal de televisão por assinatura Animal Planet, dedicado totalmente aos animais, lançou uma série que conta a história da relação mais importante que temos: nossa amizade com os cães. Essa produção aborda fatos que explicam por que os cães contribuem para o avanço das sociedades (que saíram da caça e desenvolveram a agricultura) e na vida pessoal do ser humano.

A lealdade, o afeto e a interação com esses animais foram responsáveis por convertê-los, sem dúvida, em nossos melhores amigos. Os cachorros, no entanto, nem sempre foram tão simpáticos quanto o são hoje em dia. A história começa quando ainda eram lobos selvagens. Aos poucos, vão desenvolvendo uma relação de confiança e companheirismo com as pessoas.

O programa ainda estuda a biologia de cada raça canina (como os cães de trabalho ou de companhia) e compara as mudanças físicas e psicológicas necessárias para que esta espécie se transformasse no que hoje conhecemos como cão.