Por que os cães choram?

julho 19, 2017

Poucas coisas causam tanta tristeza quanto ver nosso cão chorar. No entanto, às vezes, ele chora sem causa aparente. Estava tão calmo e de repente começa a chorar. Quais são as razões que levam os cães a isso?

Talvez, elas variem conforme a idade, mas acreditamos que existem 5 razões principais que os fazem chorar. É doloroso para nós ouvir o choro de nosso amigo peludo, porque acreditamos que estamos agindo da forma errada. Mas esse pensamento está fora da realidade.

Para sua tranquilidade, e como fonte de informação, vamos contar o porquê desse comportamento apresentado pelos cães.

Os 5 motivos para o choro nos cães

É normal entendermos de maneira equivocada os comportamentos apresentados pelos cães, porque tentamos compará-los conosco. O que o ser humano faz quando não está se sentido bem ou quando sente dor? Chora. Mas isso não significa que essas também sejam as razões que causam o choro dos cães.

Eles, diferentemente de nós, não lacrimejam, não se lamentam e nem soluçam quando estão se sentindo tristes ou quando algo os aflige. Do mesmo modo que os latidos, o choro dos cães é um modo de comunicação utilizado por eles.

O que eles dispõem verdadeiramente é de uma grande capacidade de associação. Por isso, é possível que, se seu cão chora com muita frequência, relaciona o fato de chorar como uma forma de conseguir uma resposta do dono as suas necessidades ou de receber carinho por parte do dono, e continue fazendo isso para chamar atenção.

Estas são as razões principais que causam choro nos cães:

Sentem falta de sua família

Os filhotes são os reis do drama. Um dos principais motivos é que querem ficar junto à família deles. Quando um filhote nasce, há um processo chamado imprinting que obriga os tratadores a deixá-lo permanecer os dois primeiros meses com sua mãe e seus irmãos para ir adquirindo a habilidade da socialização.

Por isso, é provável que um pequeno filhotinho passe a noite toda chorando. Existem três coisas que podemos fazer.

  1. Se você percebeu como dormem os cãezinhos com sua mamãe e irmãos, notará que ficam recostados um no outro, de forma aconchegante. Então, se o filhote não vir nada que o faça  sentir uma proteção ao redor do corpo dele, vai chorar. Coloque uma pequena manta onde ela possa se deitar encostado e, se você aceitar, leve-o para dormir em seu quarto.
  2. Procure um bicho de pelúcia grande, maior que o cão, e coloque-o na cama dele para que sinta que está acolhido e no qual ele possa se recostar.

Sentem medo

Existem muitas coisas que podem despertar o medo nos cães. Por exemplo, se mudar para um outro lugar, os barulhos do exterior, deixá-lo nas férias em outro lugar, o veterinário ou ficar sozinho.

Normalmente, isso passa, à medida que o cão vai percebendo que está em um processo de integração à família ou quando o dono volta para buscá-lo.

Sentem fome

Cada cão tem uma forma de se comunicar com seus donos. Por exemplo, quando sentem fome, muitos optam por ir ao comedouro e mexer nele com a pata para fazer barulho e transmitir aos donos a ideia de que sentem fome ou sede.

Por outro lado, outros optam por chorar. Embora, geralmente, chorem perto do seu local de comida.

Sentem dor ou mal-estar

Se um cão não se sente bem, pode transmiti-lo aos demais através do choro e de gemidos. Nesse caso, o melhor a se fazer seria levá-lo ao veterinário, ainda mais se você perceber que ele está abatido. Acima de tudo, a consulta ao veterinário se torna indispensável se você tiver a certeza de que não houve nenhuma mudança na sua vida que pudesse motivar o choro.

Às vezes, eles recorrem à manipulação

Como dissemos antes, os cães se utilizam das associações. Se desde pequeno você o acostumou a acalmar o choro com brincadeiras e carinho, o animal sabe disso, e, agora, recorre ao choro para chamar a sua atenção.

A única forma de acabar com isso será através do adestramento profissional.

Ninguém melhor do que você conhece o seu cão a ponto de conseguir diferenciar as causas que estão por trás do choro dele.

Recomendados para você