Como proteger as almofadas do cão

· fevereiro 9, 2016

Algo que muitas vezes fica evidente no cuidado de nossos animais de estimação são as almofadas, ou coxins. As almofadas são muito importantes, principalmente durante o passeio, pois protegem as delicadas patas dos animais. Neste artigo, você encontrará dicas para proteger os coxins de seu cão.

As almofadas são essa parte macia que, nos humanos, equivale à palma dos pés e das mãos. Elas são importantes pois ajudam seu cão a manter o equilíbrio e funcionam como amortecedores para suportar o peso de seu corpo e o impacto durante corridas e caminhadas.

Apesar de a área necessitar de cuidado, são poucos os que se encarregam de prestar atenção a ela. Como consequência, a pele da região acaba rachando, desenvolvendo calos ou sangramentos persistentes.

Para que servem as almofadas das patas?

Como mencionamos acima, as almofadinhas ajudam o cachorro a amortecer e suportar seu peso. Isso é muito importante, pois evita grande parte do impacto dos movimentos ao correr e caminhar, prevenindo possíveis fraturas, danos musculares e nas articulações etc.

No entanto, essa região é muito sensível e se machuca com muita facilidade se não são tomadas as precauções necessárias para sua proteção. Devemos ter em conta aspectos como o lugar onde o cão vive, o tipo de solo, entre outros.

passear com seu cachorro

O que fazer para proteger as almofadas do cão?

O melhor que você pode fazer para proteger os coxins de seu cão é fortalecê-las e endurecê-las, para que possa suportar as condições tanto do asfalto como de áreas verdes. Ter um piso pele resistente, preparada para entrar em contato com o sol, é o passo inicial para que as almofadas não sofram ferimentos ou chagas.

Tenha em mente que os cães que vivem em cidades estão muito mais expostos a condições que possam danificar suas patas, em especialmente porque o asfalto, durante os passeios, é um dos elementos que mais facilmente agride a pele de seu cão.

Para evitar isso, o melhor é revezar áreas de asfalto com as de grama, de maneira que o cão ira se acostumar e dará tempo para que a pele das almofadinhas endureça sem chegar a ficar ferida.

Você também deve levar o calor em consideração, pois as almofadinhas se queimam em contato com certos materiais que tenham sido expostos ao sol durante um tempo prolongado, causando feridas e dor. Durante o verão, considere cobrir as patas de seu animal com calçados especiais.

Caso não tenha um calçado para seu animal de estimação, o melhor é passear com seu cachorro em dias em que não haja muito sol, seja no início da manhã ou à noite, após o pôr do sol.

Ao passearem pela cidade, inspecione o terreno antes que seu cão pise. Dessa forma, você poderá se assegurar que a área está livre de objetos cortantes, como pregos, metal enferrujado ou vidro.

Da mesma forma, verifique a pata de seu pet quando chegar em casa, prestando atenção aos detalhes, como calos ou sangramentos.

Preparação para as caminhadas

O asfalto não é a única superfície que tem algum tipo de contato com sue cão. Durante os passeios, os animais estão expostos a terrenos arenosos, rochosos ou irregulares. Assim, em um só passeio o seu animal de estimação pode ter contato com vários tipos de terreno.

Não é prudente submeter um cão pouco acostumado a caminhadas. Essa acaba sendo a principal causa de lesões nas almofadinhas. Para começar a treinar o seu animal, o melhor é que inicie por áreas úmidas ou macias, como terrenos cobertos de grama, por exemplo.

Para fazer com que os coxins endureçam sem formar calosidades, deve submeter seu animal de estimação a exposição contínua, porém em intervalos, pois isso permitirá que ele se acostume gradualmente, se adaptando aos diversos tipos de solo.

praia para cachorros

Tipos de superfície que agridem as almofadas

  • Asfalto
  • Areia, quando está muito quente
  • Gelo
  • Rochas irregulares ou afiadas

Cremes ou sapatos

A moda canina tem resolvido esse problema com o uso de calçados para os cães, que podem ser úteis para as almofadinhas de seus cães. Entretanto, sapatos e botas podem causar desconforto caso o cão não esteja habituado.

O ideal é comprar cremes ou pomadas especiais para a região, pois são uma boa forma de manter as almofadas hidratadas (já que evita a principal causa de rachaduras, deixando-as menos propensas a cortes). O mesmo vale para a limpeza. Ao retirar resíduos das patas de seu cão, você evita que eles se encrustem na pele e, posteriormente, gerem lesões.