Quanto tempo eu tenho para procurar pelo meu cachorro desaparecido?

Cão perdido correndo

Uma das situações mais angustiantes da vida, sem dúvida alguma, é quando nosso bichinho de estimação se perde. No começo, nutrimos a esperança de que ele vai retornar por conta própria, mas, com o passar dos dias, nossa fé diminui. Neste artigo, vamos tratar de responder à pergunta: quanto tempo tenho para procurar por um cachorro desaparecido?

Procurar um cachorro desaparecido: passo a passo

Não restam dúvidas de que a perda de nosso bichinho de estimação é realmente angustiante e assustadora. É fundamental manter a calma e seguir uma série de passos que vão ajudar você a reencontrar o seu melhor amigo. Siga estas dicas na hora de procurar por um cachorro desaparecido:

1. Procure no entorno da casa

Às vezes, os cães, quando estão brincando ou farejando algo, alguma coisa chama a sua atenção, e pode fazê-los entrar em lugares completamente inimagináveis. Dê uma olhada nesses lugares, onde ele pode ter entrado e de onde não conseguiu escapar ou sair por conta própria, até mesmo na máquina de lavar, atrás do móvel, dentro da cuba do lavabo, debaixo de algum vaso do jardim, etc.

Cão deitado dormindo na calçada

2. Comece a busca o mais rápido possível

Assim que você perceber que o seu bichinho não está em casa, terá que sair à sua procura. Estima-se que as primeiras 12 horas são cruciais. Uma vez passado esse tempo, as possibilidades de encontrá-lo diminuem drasticamente. Não perca tempo, cada minuto conta.

3. Grite o nome dele

Ou fale da forma pela qual ele está acostumado a ser chamado. Ele pode responder, se você chamá-lo pelo nome ou apelido. Você pode alternar o uso de ambos os nomes. Grite o mais forte que puder e espere alguns instantes para ser capaz de ouvir se o animal responde ao chamado. Parece lógico, mas nem sempre pensamos nisso na hora de procurar por um cachorro desaparecido.

4. Leve consigo comida na busca

Vale a pena dizer que os animais têm o olfato bastante desenvolvido. Se farejam sua comida favorita, eles não vão hesitar em correr na sua direção. Agite a sacola enquanto você caminha e grita pelo nome dele. Por exemplo, diga: quem quer um biscoitinho? Mesmo que seu cachorro esteja preso ou ferido, ele vai fazer o possível para sair dali em busca do seu prêmio.

5. Fique em silêncio

Embora o chamado seja fundamental para atrair a atenção do bichinho, é importante que você fique em silêncio depois de gritar pelo nome dele. Assim, você vai poder identificar algum barulho estranho que possa alertar de que ele se encontra preso, ferido ou escondido em algum lugar.

6. Procure por pegadas

Analise se as marcas deixadas no piso são do seu cachorro, ou então, se as fezes pelo caminho são dele. Dê uma olhada nos lugares altos ou baixos, use uma lanterna se já for à noite. Observe atrás e debaixo de arbustos, na varanda e até no teto.

7. Saia de carro à procura do cachorro

Você sabia que um cachorro pode caminhar muitos quilômetros em uma hora? Em questão de dias, ele pode chegar bem longe. Por isso, saia de carro para ampliar o raio de busca em 20 ou, até mesmo, 40 km.

8. Não deixe de fazer a busca ao anoitecer

Embora se torne mais complicado e a escuridão atrapalhe a busca, leve em consideração que os cães que escapam ou se perdem ficam muito assustados quando vão parar em lugares repletos de pessoas. Quando chega a noite e o barulho diminui, eles vão sair para se esconder em seu esconderijo e vai ser mais fácil encontrá-lo.

9. Avise aos amigos e às autoridades

Se mesmo assim ele não aparecer, faça um cartaz com a foto do animal e cole-o em diferentes pontos do bairro. Fale com os canis ou abrigos para animais da área. Não desconsidere os lugares que estão a 60 km de sua casa, sobretudo, se já se passou um dia desde o desaparecimento do cachorro. Você pode também colocar um anúncio em um jornal da área ou na rádio local.

Cão perdido ou vira-lata atravessando a rua

Muita gente, além disso, faz uma postagem sobre o seu cachorro desaparecido nas redes sociais. Os usuários se solidarizam bastante e compartilham a história com todos os seus contatos. Não se esqueça de colocar o número telefônico para contato na foto do animal, assim as pessoas poderão entrar em contato com você de qualquer forma.

Quanto tempo devo procurar por um cachorro desaparecido?

Essa é uma pergunta muito comum, e nem sempre existe uma reposta específica para ela. A verdade é que tudo depende dos donos e das ações que se desenvolvem. Se você tiver esgotado todas as possibilidades de busca e já não sabe mais o que fazer, quem sabe, esteja se sentindo sem forças ou esperança de continuar procurando pelo cachorro.

Os especialistas recomendam que se faça uma “intensa” busca no primeiro dia, e que, depois, é só questão de esperar que os cartazes e anúncios façam a sua parte.