Recomendações para deixar os gatos sozinhos em casa

· novembro 10, 2018
Alguns dos fatores que devem ser levados em conta para deixar os gatos sozinhos em casa são aqueles relacionados à alimentação, hidratação, entretenimento, higiene e segurança, bem como uma certa companhia de vez em quando.

As mudanças de ambiente podem deixar nossos gatos muito estressados. Por isso, ao sair de férias ou fazer um passeio de mais de uma semana, é melhor não levá-los. 

Essas recomendações para deixar os gatos sozinhos em casa facilitarão as coisas para o dono e seu animal de estimação.

Nossos bichanos são independentes e autossuficientes. Por isso, deixar os gatos sozinhos em casa é possível, desde que tomemos certas precauções.

Um felino dificilmente se adaptará à mudanças de ambiente de maneira fácil, mesmo que seja por pouco tempo. Neste caso, é preferível que ele fique em casa, mas não se trata de fechar a porta e sair.

O que é necessário para deixar os gatos sozinhos em casa

É preciso que uma pessoa de confiança acompanhe o animal de estimação durante esse período.

Além de garantir comida, bebida, segurança e higiene, fará companhia para o gato, mesmo que seja a cada três dias. Deve ser alguém que o felino reconheça para que sua presença não o intimide.

Comer e beber

A primeira coisa é comida. Dependerá da duração das férias a quantidade de comida que teremos que deixar para o nosso gato. Duas tigelas de sua comida favorita e duas tigelas de água durarão por até três dias.

Felizmente, os gatos não comem de uma vez só. Eles são seres previsíveis e muito inteligentes. Se eles se virem sós e verem a quantidade certa de comida, eles comerão somente o necessário para o momento.

Petiscos e brinquedos para gatos também são boas opções. O hábito de deixar alguns em diferentes lugares da casa para que eles possam apreciá-los fará com que se sintam bem.

Gatinho dormindo, com bola e travesseiro

O acesso a esses recipientes com alimentos e líquidos deve ser garantido. Se uma porta se fechar e impedir o acesso à comida, o gato terá sérios problemas. 

Portanto, é importante certificar-se de que as portas internas permaneçam abertas quando você estiver longe de casa.

Depois de três dias, é essencial que alguém de nossa confiança visite periodicamente a casa para lhe fornecer comida e bebida. 

Também é essencial deixar comida extra, como uma prevenção a possíveis inconvenientes no momento do retorno.

Diversão doméstica

Se deixarmos os brinquedos favoritos do nosso gatinho em alguns lugares da casa, isso permitirá que ele se divirta.

Se ele estiver distraído, o tempo passará mais rápido e a ansiedade pela ausência de seu dono diminuirá.

O arranhador também é indispensável; com ele nosso felino ficará entretido, desfrutando de uma das coisas das quais ele mais gosta.

Além disso, impedirá que ele decida afiar suas unhas em móveis, um dos maiores medos dos donos de gatos.

Tudo limpo

Gatos são limpos por natureza; seu banheiro é algo que eles não negligenciam. Quando não está limpo, muitas vezes eles passam por maus momentos, porque sentem que há desordem em seu ambiente.

É importante que tenhamos certeza de que a caixa esteja completamente limpa. Não se limite a uma, porque quando ela estiver suja ele não a usará.

Duas ou três caixas de areia garantem mais dias de tranquilidade para o nosso animal de estimação.

Gato entrando na caixa de areia

Também é conveniente deixar tudo preparado para a pessoa de confiança que visitará nosso gato. A pá, os sacos de lixo e a areia devem estar à sua disposição para que, toda vez que ela for à casa, possa limpar a caixa e deixá-la como nova.

Casa fechada

Para evitar as fugas, é importante verificar se as portas e janelas estão bem fechadas.

É natural que o animal de estimação decida explorar os arredores se conseguir sair de casa. Porém, existe o risco de ele se perder ou de sofrer um acidente.

Por segurança, também é conveniente deixar produtos tóxicos e medicamentos fora de seu alcance. O gato pode ter contato com eles e ficar doente ou até mesmo morrer intoxicado. Não se esqueça de que são muito curiosos.

Uma boa companhia

É muito conveniente a visita daquelas pessoas de confiança para brincarem com o gato, acariciá-lo e acompanhá-lo por um tempo. Assim, os dias de solidão se tornarão mais curtos e reduzirão a ansiedade e o estresse.

Outras opções

Se a ideia de deixar os gatos sozinhos em casa não parece ser a mais adequada, outras opções podem ser avaliadas. 

Uma delas é levá-lo para a casa de um amigo, com o risco de que o gato não se adapte e tente escapar. Ele também poderá danificar os pertences da pessoa que o abriga.

Embora sejam caros, os hotéis para gatos são outra opção. É necessário avaliar aspectos como a presença de outros animais que poderiam deixá-lo desconfortável.

O fato de estar em outro ambiente, fora de casa… tudo isso pode gerar ansiedade e muito estresse.

Essas recomendações para deixar os gatos sozinhos em casa beneficiarão o animal de estimação e seu dono. Segui-las garantirá melhores férias para ambos.