Roupa para animais de estimação: sim ou não?

Talvez poucas coisas sejam tão engraçadas como ver um animal com roupinha ou acessórios. Muitos dizem que os cães, por exemplo, precisam disso; que não é simplesmente um capricho. Será correto vestir os animais de estimação com roupa?

É verdade que muitas raças avançaram e mudaram tanto que já não é possível para eles se adaptarem a um habitat natural como antigamente. Acostumaram-se a serem animais de estimação; a se sentirem aquecidos quando faz frio e a se refrescarem nos dias mais quentes.

Os animais de estimação precisam de roupa?

Como muitos diriam, essa é a pergunta decisiva. Pois bem, é certo que existem cães que são mais friorentos que outros. Cada um deve conhecer seu próprio animal de estimação e observar se ele sempre busca um lugar quentinho, onde ele possa se abrigar, ou se fica colado no aquecedor.

Por outro lado, as mudanças de temperatura lhes afetam. Imagine um dia de inverno em que vocês estão em casa juntos, perto do aquecedor. Mas chega a hora de sair e vocês tem que ir à rua para resolver algumas coisas. Então, passar do calor para o frio, em questão de segundos, pode criar um choque térmico no seu corpo. Nesse caso, vesti-lo com uma roupinha que o agasalhe é o mais certo a se fazer.

É verdade que os animais têm os pelos, que os protegem do calor e do frio, mas existem momentos específicos em que devemos ceder.

Além disso, existem cãezinhos, como os Yorkshire, que sofrem mais frio, pois eles têm pouca massa corporal. Se você cobri-lo com uma mantinha em casa e puser nele um casaquinho ao sair à rua, com certeza, ele agradecerá.

Grupos de risco

E, para concluir, está o último grupo, que é provável que precise de casaco: os cães idosos e os filhotes. Os primeiros precisam porque, na idade deles, os músculos estão fracos e seus sistemas de defesa já não funcionam como antes, dessa forma, uma mudança brusca de temperatura poderia fazer com que ficassem doentes.

Os filhotes acabam de chegar ao mundo depois de ficarem várias semanas na barriguinha da mamãe, quentinhos e rodeados de seus irmãozinhos. Chegar a um mundo frio pode ser um choque para eles, e, por isso, muitos ficam o tempo todo tremendo. Cobri-los com uma mantinha e dar-lhes um calorzinho com as nossas mãos ou abraços será o melhor para fazê-los se sentirem bem.

Para cobrir com roupa um cão de forma correta, a roupa deverá ir até a base do rabo. A parte lombar traseira, talvez, por ter menos gordura, é uma das partes que mais sofre com o frio, portanto, esses modelos que deixam descoberto essa área, apenas estão na moda e não são projetados para a necessidade do animal.

Moda canina, o outro lado da moeda da roupa para animais de estimação

Como dissemos, os animais podem, em situações especiais, precisar de roupa feita para animais de estimação. No entanto, existe o outro lado da moeda: a moda canina, quer dizer, colocar roupa em animais por causa de gosto; sim ou não?

A resposta depende de vários fatores. São esses:

  • Materiais confortáveis para animais de estimação. Os tecidos devem ser adaptados para eles e não lhes causar coceira ou incômodo.
  • Que não limite seus movimentos
  • Seu gosto pessoal. Não é proibido vestir uma roupinha em nossos animais de estimação, por isso, é você quem decide se faz isso ou não.

Mesmo que a decisão seja sua, lembre-se sempre de que você deve velar pelo bem de seu animal de estimação. Se ele se sente confortável, se quer tirá-la, se lhe dá coceira ou incomoda; o melhor é deixar de lado a ideia de vestir o seu animal de estimação.

Entretanto, se o animal de estimação se sente à vontade e o material confeccionado é de boa qualidade; vai em frente! Sobre gostos, não existe nada definido.