A artrose em cães

janeiro 25, 2018

A artrose em cães é uma doença que afeta as articulações e causa uma perda progressiva da capacidade motora. Costuma gerar muita dor e pode se desenvolver sem sintomas. Por isso, é necessário estar atento a pequenos sinais que nosso animal demonstra.

Composição das articulações

As articulações são estruturas de cartilagens delicadas e muito flexíveis que se encontram na união dos ossos. Sua função é dar mobilidade à rígida estrutura óssea. Um esqueleto sem articulações se romperia facilmente ao se deslocar e acabaria tendo sua capacidade motora interrompida.

Em um organismo jovem e saudável, as cartilagens são grossas, flexíveis e estão muito bem lubrificadas pelo líquido sinovial. Este fluido serve para proteger os ossos e articulações do desgaste produzido pelo atrito contínuo durante os movimentos.

Cachorro creme

Com o passar dos anos ou por algum transtorno orgânico, essas estruturas se desgastam e perdem flexibilidade. Umas das alterações mais frequentes nas cartilagens articulares é a artrose, que pode afetar humanos e cães.

Reconhecer os sintomas da artrose em cães cedo pode garantir uma vida mais ativa e saudável para nosso animal.

O que é a artrose em cães?

Denomina-se artrose as mudanças degenerativas que afetam as cartilagens articulares. É uma doença muito comum no mundo inteiro e afeta muitos mamíferos, domésticos e selvagens.

A artrose em cães possui diferentes intensidades e geralmente é uma doença progressiva, de longa duração. Isso quer dizer que o animal que sofre de artrose terá que conviver com o processo degenerativo por toda sua vida.

Ainda que não seja considerada uma doença letal, provoca muita dor e dificuldade de realizar atividades cotidianas, como caminhar ou brincar. A perda de flexibilidade e dificuldade motora podem causar transtornos físicos e psicológicos. Com frequência, a artrose ameaça a saúde e bem-estar do animal. Um cão que não pode se exercitar e se divertir acaba se tornando sedentário. Por consequência, pode desenvolver obesidade, depressão e complicações cardíacas e/ou respiratórias.

Quais as causas da artrose em cães?

A maior causa da artrose em cães é o envelhecimento. O desgaste natural da cartilagem articular é o principal agente de degeneração. Por isso, é mais comum diagnosticar a artrose em cães de idade avançada.

O processo degenerativo das articulações pode se potencializar devido às displasias de quadril e de cotovelo. Essas doenças apresentam um importante fator hereditário. Considera-se que a herança genética é uma das principais causas da artrose em cães.

O sobrepeso é um importante fator de risco. O corpo está preparado para suportar e amortecer um determinado limite de peso. Quando há obesidade, as articulações precisam trabalhar mais para não danificar a estrutura óssea. Isso gera uma aceleração no processo de desgaste da cartilagem.

É verdade que algumas raças têm mais predisposição à artrose?

Os estudos demonstram que as raças grandes, como o Pastor Alemão, o Rottweiler e o Labrador, têm mais tendência a desenvolver artrose e displasias. O desenvolvimento acelerado desses cães é a principal justificativa para essa predisposição.

Por isso, é tão importante a atividade física e a alimentação adequada ao animal. É preciso ter muito cuidado com os suplementos na dieta. Os excessos calóricos na dieta podem levar a um crescimento desproporcional e ao risco de artrose e displasias.

Quais os sintomas da artrose em cães?

Os sintomas característicos da artrose em cães aparecem por meio de alterações motoras. O caminhar costuma se tornar mais rígido e o animal geralmente apresenta uma postura encurvada.

Com o desenvolvimento da doença, as dores se tornam mais frequentes. O animal tende a deixar de realizar movimentos simples e atividades cotidianas. É comum que se neguem a subir e descer escadas ou que não tenham mais vontade de brincar ou passear.

Cão doente com idoso lendo um livro

Em casos mais avançados, a dor pode ser tão forte que o animal sofre falta de apetite, cansaço excessivo e letargia. Alguns cães podem apresentar condutas agressivas de autodefesa.

É indispensável procurar o veterinário ao perceber os primeiros sintomas. O tratamento adequado pode aliviar as dores e melhorar a disposição do animal.

Existe tratamento para a artrose em cães?

Não existe uma cura exata para a artrose em cães. Como todos os processos degenerativos, o tratamento consiste em frear o avanço da doença e aliviar as dores. O veterinários são os únicos profissionais capacitados para receitar um tratamento adequado para cada animal.

Também é recomendável adotar condutas simples para melhorar a qualidade de vida do cão. Fazer compressas de calor nas zonas afetadas, massagear cuidadosamente e preferir exercícios físicos de pouco impacto.