O anjo da guarda dos cães abandonados

· maio 30, 2017

Esta é uma das histórias que adoramos contar. É dessas que nos emocionam e nos tocam o coração. Infelizmente, o abandono ainda é muito comum, mas nos alegra ver como existem pessoas dispostas a colaborar com essa luta. Hoje falaremos do anjo da guarda dos cães abandonados.

Seu nome é Lee Asher. Há muito tempo ele tem um “hobby”, quer cantar e ajudar os outros. Quer conhecer um pouco de sua história? Nós contamos para você!

Um anjo da guarda com amor animal

Ele vive em Los Angeles, na Califórnia. Sempre amou os animais com intensidade desde pequeno. Ajudá-los e cuidar daqueles que mais necessitam sempre foi uma de suas maiores vocações.

Quando era criança, passava horas e horas em um abrigo próximo de sua casa. Lá ele aprendeu muito sobre o resgate e os cuidados com os animais, assim como o papel que as pessoas que se dedicam a isso devem cumprir.

Ele mesmo reconhece que “sempre soube que quando crescesse teria uma casa cheia de animais que eu mesmo teria resgatado. Por isso estar onde estou não é uma surpresa para aqueles que me conhecem”.

Asher e sua família peculiar

Hoje, este homem, este anjo da guarda, vive com sete cães e dois gatos. Todos foram resgatados por ele e estão muito bem adaptados ao seu ambiente e cuidados.

Os sentimentos que o resgate de animais desperta nele é de que “não apenas está salvando uma vida, mas também permite que outros animais que estavam abandonados possam ser adotados”.

Asher chegou a resgatar um total de 16 animais, embora hoje viva com “apenas” nove bichos de estimação. Os outros foram adotados por outras famílias que os amam e os tratam como verdadeiramente merecem.

Ficamos felizes em conhecer histórias de pessoas como Asher, dispostos a dar sua energia, tempo e recursos a uma obra tão solidária como o resgate de animais.

Outros anjos da guarda

É muito bom saber que Asher não é a única pessoa que demonstra abnegação e sacrifício em prol dos animais. Nós já contamos em Meus Animais diversas histórias que nos enchem de esperança e nos movem o coração.

Relembre alguns desses casos:

  • A mulher que lia para os cães. Há algum tempo, contamos a história de uma mulher que passava pelo menos duas horas por dia em um abrigo para visitar os cães. No começo a intenção era ler para eles, algo que os fazia se sentir bem. Com o tempo, conversava com os cães, brincava com eles, levava alguns petiscos. Os trabalhadores do centro afiram que o ânimo dos animais melhorou.
  • O milionário perdeu tudo. Este homem de negócios com uma grande carreira e uma fortuna imensa, abandonou tudo para se dedicar a resgatar e cuidar de animais abandonados. Infelizmente, ele gastou tudo o que tinha e buscava novas formas de ajudar.
  • A senhora que criou um abrigo. Uma senhora, dessa vez de um país escandinavo, dedica toda a sua pensão mensal a cuidar e alimentar mais de 50 cães que ela resgatou. Ela conta com a ajuda voluntária e desinteressada dos vizinhos, que contribuem com muita boa vontade.

Como eles, existem centenas de histórias ao redor do mundo que nos fazem ter um pouco de esperança de que ainda há pessoas de bom coração. Esperamos que com o tempo apareçam muitas mais.

O abandono de animais parece um problema impossível de erradicar, mas se cada um fizer a sua parte, podemos conseguir. O que você pode fazer para ajudar?