As glândulas anais do seu cão

julho 16, 2018
As glândulas anais do seu cão são dois pequenos sacos localizados no ânus desses animais e que emitem uma substância oleosa que tem cheiro. Assim, outros congêneres distinguem, no caso deles, se um animal está com medo ou quer brincar.

As glândulas anais do seu cão são uma parte muito importante de seu corpo, porque elas têm uma função valorosa, que lhe diremos a seguir. Embora essa seja uma parte que tendemos a negligenciar, vamos lhe dizer o porquê você deve cuidar delas e como fazer isso.

O que são as glândulas anais e onde elas estão

As glândulas anais do seu cão são duas pequenas bolsas que estão localizadas no ânus de seu animal. Sua função é liberar uma substancia oleosa e que tem um cheiro muito semelhante às fezes de seu cachorro. Também se trata de um dejeto do corpo de seu cão, portanto essas glândulas devem estar sempre vazias.

Elas servem como um modo de linguagem sensorial e corporal para a comunicação com outros congêneres. Por exemplo, o cheiro que elas emitem pode indicar a outro cão se este se sente assustado, com vontade de brincar ou em época de acasalamento.

Às vezes, pode acontecer de elas estarem cheias dessa substância e que o animal, por qualquer problema digestivo, por menor que seja, não possa eliminá-la. Bem, isso irá causar dor na área do abdômen de seu animal e ele poderá ficar doente, com febre, parar de comer ou perder o interesse em tudo.

Cão labrador

Como vemos, apesar de pequenas, as glândulas anais do seu cão podem causar sérios problemas. Portanto, é importante conhecê-las e saber como cuidar delas.

O que pode trazer problemas

Quando as glândulas anais do seu cão estão cheias, é porque o animal perdeu a capacidade natural de esvaziá-las. Então, você começará a notar que seu cão está arrastando sua bunda no chão e tentando pressionar a área para evitar dor.

Ele também poderá lamber seu ânus repetitivamente e intensamente, ou perseguir sua cauda obsessivamente. O único propósito de todos esses movimentos é aliviar a dor e tentar esvaziá-las naturalmente.

Estes problemas nas glândulas anais do seu cão podem ser causados ​​por má nutrição ou por uma dieta desequilibrada. Observe como você alimenta seu cão, talvez haja algo que seu corpo não esteja pronto para assimilar.

Cachorro dormindo

 

Como lidar com os problemas das glândulas anais do seu cão

Quando o seu cão tem um acúmulo de líquido nas glândulas, você deverá esvaziá-las. Não é legal fazer isso, mas, se você não quiser ir ao veterinário, poderá fazer sozinho em casa. Para fazer isso, siga estas dicas:

  • Aprenda a fazer isso com um profissional. Pergunte a um veterinário como fazer o esvaziamento e não se apresse até ter entendido todos os passos que deverá seguir.
  • Vocês dois devem estar calmos. Você e seu cão devem estar relaxados e em um ambiente e tempo em que a paz e o relaxamento sejam os protagonistas. Isso é algo importante, já que vocês dois terão dificuldades.
  • Localize suas glândulas A primeira coisa é tentar encontrar as glândulas anais do seu cão. Faça em silêncio, sem pressa e sem movimentos bruscos. Fale com ele enquanto faz isso e acaricie-o, para que o animal não se sinta intimidado.
  • Uma vez que você sabe onde elas estão, e que tenha se certificado de que elas estão cheias, coloque algumas luvas e prepare-se para apertar ambos os lados da glândula, como se fosse uma espinha. Não se esqueça de colocar um pano ou um lenço sob o animal para não manchar a superfície quando o líquido sair.
  • Acaricie seu amigo. Se você achou que esse processo foi desagradável, embora necessário, lhe asseguramos que para o seu cão também não foi nada prazeroso. Por isso, ele merece um prêmio. Este é um passo importante e que você não deverá se esquecer.

Lembre-se de que seu cão é um ser vivo dependente: depende de você. Portanto, você deve estar ciente de qualquer problema que ele possa ter e fazer todo o possível para resolvê-lo.

 

Recomendados para você