As técnicas quiropráticas mais comuns para gatos

agosto 12, 2019
As técnicas quiropráticas são muito benéficas para os gatos, pois aliviam qualquer problema que eles possam ter no sistema nervoso. Aprenda a identificar o quiropraxista ideal para você.

As técnicas quiropráticas oferecem muitos benefícios para a saúde dos gatos. No entanto, estas técnicas não serão as mesmas para todos os felinos.

Cada gato é único e os seus corpos funcionam de maneira semelhante, mas com pequenos detalhes que os diferenciam. Um profissional adequado entenderá quais são as particularidades do seu animal de estimação e saberá qual tratamento é melhor para ele.

Um quiropraxista é um profissional que sabe como o sistema nervoso do seu gato funciona. Além disso, ele é treinado para aliviar os problemas que o seu gato possa ter devido a uma irritação no sistema nervoso.

Um quiropraxista é um profissional da medicina alternativa. Na primeira visita a um quiropraxista, você pode esperar um exame completo para o seu gato. Os principais fatores que sempre devem ser avaliados são a postura, o alinhamento vertebral e a palpação craniana e dos membros.

Além disso, o quiropraxista vai querer avaliar as habilidades motoras da coluna vertebral e dos membros do seu gato. Embora possa parecer incomum, muitos gatos sofrem de problemas ortopédicos.

As palpações e avaliações iniciais vão permitir que o quiropraxista determine a condição corporal do seu gato. No caso dos felinos, é muito importante que as suas vértebras estejam em perfeitas condições.

Gato indo ao quiropraxista

Aspectos a considerar antes de escolher um profissional de quiropraxia

Um quiropraxista deve explicar cuidadosamente o processo terapêutico ao qual o seu gato será submetido. É recomendável que você, como cuidador, e o quiropraxista se entendam e estabeleçam um vínculo de confiança.

Você deve se sentir à vontade para fazer várias perguntas antes de aplicar o tratamento em seu felino. A quiropraxia é um processo delicado que requer um profissional devidamente capacitado.

Se você não tem certeza sobre quais características deve procurar em um profissional de quiropraxia, recomendamos começar com o seguinte:

  1. Certifique-se de perguntar ao seu veterinário habitual sobre o histórico médico do seu gato. É necessário que o quiropraxista se informe adequadamente sobre o seu paciente antes de qualquer tratamento.
  2. Pergunte o significado de qualquer conceito que você não entender. Às vezes, os profissionais médicos usam uma linguagem técnica. Assim, se você não entender algum termo, pergunte de maneira específica.
  3. É necessário que o profissional seja capaz de aliviar as suas preocupações e acalmar o seu gato. Observe o seu gato ao interagir com o profissional antes de qualquer intervenção. Isso vai mostrar se eles se dão bem o suficiente.
  4. Recomendamos que você encontre um profissional disposto a dedicar tempo ao tratamento.

Muitos gatos preferem as técnicas quiropráticas quando o profissional está em silêncio ou faz pouco barulho. Os gatos são propensos a ficar nervosos diante de movimentos repentinos ou ruídos altos.

Por isso, durante um tratamento quiroprático, recomenda-se que o animal esteja em um ambiente calmo.

Sintomas que indicam a necessidade de técnicas quiropráticas para gatos

Os felinos se beneficiam muito das técnicas quiropráticas. Mesmo que o seu gato não costume fazer muito exercício, todos os felinos são animais atléticos. Isso faz parte da sua natureza.

Por esta razão, todos os felinos devem ser capazes de pular, correr, girar e se esticar sem qualquer inconveniente. No entanto, quedas acidentais fazem com que um gato sofra desequilíbrios na sua coluna vertebral.

Gato pulando de local muito alto

Quando a coluna está desequilibrada, o sistema nervoso é afetado. Por sua vez, um sistema nervoso irritado pode levar a problemas nos órgãos e músculos do seu gato.

Os sintomas que indicam um desequilíbrio na coluna vertebral de um gato podem ser variados. No entanto, alguns destes sintomas incluem sensibilidade ao toque em algumas áreas do corpo e claudicação.

Além disso, o seu gato pode sentir um cansaço inesperado ou incomum e relutância para interagir com humanos ou outros animais.

Alguns gatos, quando sofrem de problemas nervosos, podem ter mudanças bruscas de humor. Muitos gatos podem se tornar ariscos ou ter depressão e diminuição do apetite.

Todos estes sintomas se apresentam de forma progressiva, por isso você deve estar muito atento ao comportamento do seu gato. Pode levar algum tempo para perceber esses sintomas, por isso você sempre deve consultar o seu veterinário.

O trabalho de um quiropraxista não substitui o de um veterinário. Ainda que você consulte um veterinário especializado em medicina alternativa, é necessário que o seu gato também seja avaliado por um veterinário tradicional.

Conclusão

As técnicas quiropráticas para os gatos funcionam de forma complementar à medicina tradicional. Assim, os seus efeitos são mais benéficos quando fazem parte de um programa de recuperação concebido em conjunto com o seu veterinário habitual.

  • Riviére, S. (2007) Fisioterapia en gatos y perros aplicada a los trastornos locomotores de origen artrítico. Veterinary Focus, Volumen 17, No. 3.
  • Poveda, F. (2008) Terapia de masajes y shiatsu como rehabilitación física en pequeños animales. Universidad de La Salle, Bogotá.