Os cães podem comer amendoim?

O amendoim é um alimento com excelentes propriedades nutricionais, embora também tenha um alto teor calórico. Descubra se o seu consumo é adequado ou não para os cães.
Os cães podem comer amendoim?

Última atualização: 23 Novembro, 2021

É comum que os tutores se perguntem se podem dar amendoim aos cães quando veem seus rostos de desejo toda vez que abrem um pacote que contém esse alimento. Se você é um deles, não deixe de ler, pois vamos responder a essa pergunta tão comum.

O amendoim (Arachis hypogaea) é frequentemente confundido com as oleaginosas, mas na verdade é uma leguminosa. Além disso, é uma grande fonte de proteína concentrada e neste artigo também vamos contar se os seus peludos se beneficiam de suas propriedades.

Composição nutricional do amendoim

Segundo artigos científicos, o amendoim é originário da América do Sul, continente onde faz parte da alimentação tradicional dos habitantes. É um alimento rico em antioxidantes (22%), gorduras (48%), proteínas (26%), carboidratos (2%), fibras crus (3%), vitaminas e minerais como cálcio, tiamina e niacina.

Esses componentes o tornam um suplemento alimentar barato e altamente nutritivo, capaz até de combater a desnutrição em várias regiões. No caso dos cães, a resposta é sim: eles podem comer amendoim e obter benefícios para a saúde ao consumi-lo.

Um pouco de amendoim em fundo branco

O amendoim é bom para os cães?

A resposta é sim. O amendoim é bom para os cães, assim como para os outros animais. Suas propriedades antioxidantes e nutricionais também se manifestam no organismo dos nossos carnívoros facultativos preferidos. Portanto, você pode começar a incluir esse alimento na ração diária que fornece a eles.

Porém, é importante que sempre que oferecer amendoim aos seus canídeos retire a casca, pois pode causar problemas gastrointestinais, sufocamento e lesões gengivais. Continue lendo para conhecer os benefícios específicos desse alimento, bem como outros detalhes de grande relevância.

Benefícios do amendoim para cães

O amendoim traz benefícios notáveis para os cães graças à ação de seus componentes. De acordo com a Divisão de Proteção de Alimentos e Medicamentos da Carolina do Norte, estes são alguns dos mais relevantes:

  • Previne doenças cardiovasculares: o alto teor de fibras, minerais, vitaminas, aminoácidos e antioxidantes (como ômega 3 e 9) fazem do amendoim um alimento que ajuda a prevenir doenças cardíacas, evitando o dano celular.
  • Fortalece o sistema imunológico: essa propriedade se explica graças à concentração de vitaminas que esse alimento apresenta, como E, B, ácido fólico e minerais como o manganês. Esses mesmos micronutrientes promovem o desenvolvimento muscular em canídeos.
  • Previne a degeneração dos tecidos: as propriedades antioxidantes do amendoim ajudam a prevenir a degeneração dos tecidos.
  • Mantém a saúde vascular e hepática: graças à concentração de ácido oleico.

Devido ao seu funcionamento, é conveniente fornecer amendoim para filhotes e cães idosos, pois são os estágios em que os animais mais precisam fortalecer o funcionamento do organismo e prevenir doenças que podem ser fatais.

Evitar o amendoim salgado

A melhor forma de oferecer o amendoim caseiro aos seus cães é cru e com casca, pois assim seus nutrientes são totalmente preservados. Se preferir oferecê-lo cozido, leve o amendoim ao forno, também sem casca e sem açúcar e sem sal.

Nunca ofereça aos seus peludos amendoins salgados, caramelizados ou fritos. Lembre-se de que existem canídeos alérgicos ou hipersensíveis a certos alimentos, por isso é aconselhável conversar com o veterinário sobre a decisão de incluir esse alimento em sua dieta.

O profissional conhece o seu paciente, por isso fará recomendações muito valiosas. Na verdade, a consulta é vital para descartar contraindicações, como é o caso de cães que sofrem de doenças cardíacas, disfunções renais ou epilepsia.

Dosagem de amendoim para cães

Considerando que o amendoim costuma ser um alimento que causa alergia em muitas pessoas e animais, você deve ter cuidado ao oferecê-lo pela primeira vez. O ideal é começar com no máximo um ou dois amendoins, sempre sem casca e crus.

Monitore o comportamento dos cães e, se não houver alterações nas fezes, vômitos ou outros sinais de alergia ou hipersensibilidade, consulte o veterinário e passe para a próxima fase de aceitação. Evite oferecer novamente esse alimento se o animal tiver apresentado alguma reação adversa.

Se, ao contrário, seus peludos reagirem favoravelmente à ingestão de amendoim, tente dar um pouquinho de vez em quando. Use esse alimento durante sua rotina de treinamento ou como uma recompensa por um comportamento positivo. A seguir estão as dosagens recomendadas:

  • Cães grandes: 10 gramas de amendoim 2 a 3 vezes por semana.
  • Cães médios e pequenos: 2 e 5 gramas 2 a 3 vezes por semana.

Nos dias em que você der amendoim para seus cães, deve retirar das porções do jantar deles uma quantidade de gordura semelhante à oferecida no amendoim. Lembre-se de que esse alimento é bastante calórico, por isso não se deve abusar dele.

Apresentações de amendoim para cães

Oferecer amendoim sempre cru pode parecer monótono para você (e certamente seus cães também pensarão assim). Portanto, esse alimento pode ser fornecido em diferentes apresentações. Uma delas é a manteiga de amendoim, uma pasta cremosa e macia que mantém as propriedades do grão.

Nesse caso, o melhor é fazer a manteiga em casa, assim você controlará os níveis de sódio e óleo no preparo (que costumam ser excessivos nos produtos comerciais). Por outro lado, pode preparar deliciosos cupcakes com amendoim assado, desde que os ingredientes sejam adequados para cães e sem usar açúcar.

Alergias e efeitos colaterais

Como mencionamos nas linhas anteriores, o amendoim é um dos alimentos que mais provoca alergia em pessoas e animais. Portanto, deve-se ter cuidado ao oferecê-lo pela primeira vez ou se uma possível hipersensibilidade não puder ser excluída. Existem também alguns efeitos que precisam ser considerados, como os seguintes:

  • Obesidade: o amendoim tem um alto conteúdo calórico. Portanto, uma ingestão excessiva pode levar os cães a ficarem acima do peso ou obesos. Os altos níveis de gordura nessa semente também causam problemas no sistema digestivo e até pancreatite.
  • Intoxicação por xilitol: esse é um adoçante conhecido como álcool com açúcar. A Food and Drug Administration do Governo dos Estados Unidos (FDA) alerta que pode estar presente em certas manteigas de amendoim, por isso é melhor optar por uma opção caseira.
  • Convulsões epilépticas: embora seja um efeito que ainda está sendo estudado, nota-se que o amendoim pode causar convulsões epilépticas em cães com histórico dessa doença. Essa observação também é válida para doenças cardíacas e renais.
Os cães podem comer nozes.

Amendoim, um alimento seguro para cães saudáveis

Como vimos, o amendoim é um alimento seguro para os canídeos, desde que sejam completamente saudáveis. Para garantir que seus animais peludos não corram nenhum risco, é melhor consultar o veterinário sobre a decisão de incluir essa semente na dieta.

Descartando possíveis alergias, hipersensibilidades e doenças subjacentes que são consideradas contraindicações, será seguro fornecer amendoim para seus cães. Lembre-se de não exagerar, pois tem um alto teor calórico.

Pode interessar a você...
Os cães podem comer farinha de trigo?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Os cães podem comer farinha de trigo?

A farinha de trigo está presente em receitas que os cães apreciam, como biscoitos e doces, mas será que eles podem comer farinha de trigo?



  • El xilitol es peligroso para los perros, manténgalo fuera de su alcance. U.S. Food & Drug Administration.
  • Maní. North Carolina Department of Agriculture and Consumer Services Food and Drug Protection Division.
  • Montero, J. Nutritional and economic importance of peanuts (Arachis hypogaea L.)