Pancreatite em gatos: causas e sintomas

A pancreatite felina é uma doença que pode ocorrer até mesmo em animais que parecem totalmente saudáveis.
Pancreatite em gatos: causas e sintomas

Última atualização: 11 março, 2021

A pancreatite em gatos era considerada, até poucos anos atrás, uma doença muito rara entre os felinos. No entanto, após pesquisas na última década, descobriu-se que é ainda mais comum em gatos do que em cães. O que fazia dela uma doença invisível era sua forma de diagnóstico e a quase total falta de sintomas evidentes.

Desse modo, agora sabemos que a pancreatite é frequente em gatos e que a forma mais comum é a doença crônica, e não a aguda. Além disso, muitas outras doenças ou condições estão associadas a essa patologia. Por exemplo, o desenvolvimento de lipidose hepática, diabetes mellitus, doença inflamatória intestinal ou insuficiência pancreática exócrina está intimamente relacionado a ela.

Em geral, a causa dessa doença é desconhecida na maioria dos casos, então a pancreatite é considerada idiopática. A forma mais comum e leve é a crônica, que geralmente ocorre em gatos aparentemente saudáveis. Por outro lado, a forma aguda da doença é muito grave e pode apresentar sinais clínicos.

O que é a pancreatite?

O pâncreas é um órgão vital para a sobrevivência do gato. Ele está localizado no lado direito do abdômen, entre o duodeno (primeira seção do intestino delgado), o rim e o estômago. Sua função é produzir enzimas que realizam os processos digestivos. Além disso, sintetiza hormônios tão importantes quanto a insulina, que regula a quantidade de açúcar no sangue ou o metabolismo da glicose.

Quando o pâncreas fica inflamado, o fígado e os intestinos costumam ficar inflamados também, algo conhecido como triadite. Isso ocorre porque a inflamação do pâncreas faz com que as enzimas sejam liberadas na cavidade abdominal.

Quanto à predisposição para apresentar a doença, não há evidências de que haja alguma relação com idade, sexo ou raça. Além disso, mesmo que o gato se recupere de um episódio agudo de pancreatite, ele ainda pode ter outros episódios recorrentes.

Pancreatite em gatos.

Causas de pancreatite em gatos

Normalmente, as enzimas pancreáticas são produzidas de forma inativa no pâncreas e ativadas assim que chegam ao duodeno. Durante a pancreatite, essas enzimas são ativadas prematuramente enquanto ainda estão no pâncreas. Portanto, elas começam a digerir o tecido do próprio órgão.

A pancreatite em gatos parece ocorrer espontaneamente, ou melhor, o gatilho ou a causa específica ainda não foram descobertos. No entanto, muitas vezes, a pancreatite aparece como secundária a outras doenças que a causam. É o caso da diabetes mellitus ou da doença inflamatória intestinal, como já mencionamos.

Sinais clínicos de pancreatite e como ela é diagnosticada

A pancreatite em gatos não apresenta sintomas específicos, dificultando o diagnóstico. Assim, os sinais clínicos mais comuns em gatos que sofrem de pancreatite são:

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Febre
  • Apatia
  • Dor abdominal
  • Diarreia
  • Anorexia

Às vezes, se o ataque de pancreatite for muito grave, pode causar choque no gato e sua morte subsequente.

Como consequência desses sintomas muito gerais e do fato de que, além disso, os exames bioquímicos, sanguíneos e de imagem que até há pouco eram realizados eram direcionados aos cães, o diagnóstico de pancreatite em gatos tem sido muito complicado.

Medindo a temperatura do gato no veterinário.

Nos últimos anos, foi desenvolvido um teste que mede os níveis de enzimas pancreáticas e diagnostica a pancreatite com eficácia e sem falsos negativos. Essa técnica está relacionada a uma lipase muito específica do pâncreas e tem sido essencial para o diagnóstico, uma vez que muitos gatos com pancreatite dificilmente apresentam níveis elevados.

A pancreatite em gatos pode ser difícil de detectar. No entanto, apesar da dificuldade do diagnóstico, uma vez que o gato inicia o tratamento tem boas chances de cura e, também, de não apresentar sequelas em longo prazo.

Pode interessar a você...
Quais animais podem ter anorexia?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Quais animais podem ter anorexia?

Anorexia é um termo usado para descrever a situação na qual um animal de estimação perde o apetite. Leia mais nesse artigo.



  • Armstrong, P. J., & Williams, D. A. (2012). Pancreatitis in cats. Topics in companion animal medicine, 27(3), 140-147.
  • Bazelle, J., & Watson, P. (2014). Pancreatitis in cats: Is it acute, is it chronic, is it significant?. Journal of feline medicine and surgery, 16(5), 395-406.
  • Zoran, D. L. (2006). Pancreatitis in cats: diagnosis and management of a challenging disease. Journal of the American Animal Hospital Association, 42(1), 1-9.